Operação Carnaval nos terminais de ferryboat

ferryPara o período de Carnaval, quando os terminais de ferryboat têm pico de movimentação, a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) coordena uma força-tarefa em conjunto com a Capitania dos Portos, Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), com apoio das agências operadoras.

O planejamento inclui reforço policial e organização de tráfego, além de ambulância, blitz de educação no trânsito, instalação de banheiros químicos (Cujupe) e serviço de van para usuários preferenciais (idosos, grávidas e pessoas com mobilidade reduzida). A Emap cuida da readequação do fluxo de passageiros e veículos nos terminais, enquanto a MOB realiza a fiscalização do serviço de transporte aquaviário intermunicipal de passageiros, cargas e veículos e a Capitania dos Portos atua na fiscalização e segurança marítima.

Durante a Operação Carnaval, a Polícia Militar aumentará o quantitativo de policiais para dar mais agilidade à fiscalização de documentação de passageiros e veículos na entrada do terminal enquanto o Corpo de Bombeiros destinará uma ambulância para atendimento de primeiros-socorros. A SMTT trabalhará em parceria com a Polícia Militar, mobilizando viaturas e agentes.

Em 2016 houve um aumento de 6% no número de passageiros e de 16,5% na quantidade de veículos que passaram pelos terminais da Ponta da Espera e do Cujupe entre os dias 12 e 22 de fevereiro (período contabilizado como fluxo de carnaval) em relação ao ano anterior. Para este ano estão sendo esperadas mais de 100 mil pessoas nos 11 dias do período em que o fluxo aumenta, de quinta-feira (23/2) a domingo (5/3).

A Emap orienta que todas as pessoas tenham atenção com a documentação de identidade de adultos e crianças, o correto acondicionamento de animais, a chegada com antecedência mínima de uma hora antes do horário marcado no bilhete de passagem, além de seguir as orientações dos funcionários nos terminais.

“Comprar passagens com antecedência é a melhor maneira de viajar tranquilo, sem o incômodo das filas. Só ficam submetidos a longas esperas os usuários que vão ao terminal sem passagem”, explicou o gerente de Terminais Externos da Emap, Glauco Vaz.


Obras no Terminal do Cujupe priorizam mão-de-obra local

Foto 3_Divulgação_Emap_17022017 - EMBARGADA - Obra do Cujupe prioriza mão-de-obra localCom grande parte da mão-de-obra formada por trabalhadores da região, começa nos próximos dias a obra de reconstrução do novo Terminal do Cujupe, em Alcântara, que marca a segunda etapa do projeto de melhorias do Governo do Maranhão no local. A primeira etapa, de instalação de 365 metros de passarelas cobertas, foi entregue no final de 2016, antecipando-se ao período de chuvas. Agora, logo depois do carnaval, começa a construção de uma nova estrutura para embarque multimodal de passageiros, beneficiando tanto o transporte aquaviário quanto o rodoviário, que movimenta, a cada ano, 1,7 milhão de pessoas e cerca de 300 mil veículos.

“Essa obra representa um novo momento para a população da Baixada Maranhense, gerando mais negócios, mais investimentos e mais desenvolvimento para essa região tão importante”, disse o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Ted Lago.

O novo terminal, orçado em R$ 12,6 milhões, além da concepção multimodal, contará com um sistema de reaproveitamento de águas de chuvas, reformulação de pátio de espera e estacionamento, reforma estrutural da área do entorno, reorganização do comércio ambulante e pavimentação de toda a área do terminal.cujup

Segundo o representante da construtora responsável pela obra, Francisco Alves Junior, contratar mão-de-obra local é vantajoso para todos. Para a empresa, significa redução de custo (alojamento e transporte, por exemplo) e tempo. “De fora da região vamos trazer somente o corpo administrativo. A maioria dos trabalhadores vai ser daqui mesmo do Cujupe e da região. Fizemos uma pré-seleção no terminal e conseguimos, com apoio do Sine – Sistema Nacional de Emprego -, direcionar, de acordo com as nossas necessidades, oficial de obra, carpinteiro, pedreiro e também vigia, almoxarife, assistente de RH. Todo esse pessoal a gente conseguiu aqui na comunidade”, disse.

Força-tarefa

O governador Flávio Dino determinou atenção especial à comunidade do Cujupe durante todo o processo de implantação do novo terminal e desde o início da gestão, em 2015, um trabalho multidisciplinar vem sendo desenvolvido, sob a coordenação da área de Responsabilidade Social da Emap, com apoio de diversos órgãos estaduais. O objetivo é preparar os membros da Associação dos Vendedores Ambulantes do Terminal do Cujupe para atuar na nova estrutura.

Na noite da última sexta, 16, o Governo do Maranhão apresentou o projeto do Novo Terminal do Cujupe à Associação. O encontro, dentro do terminal, contou com a presença da equipe técnica da Emap e representantes das secretarias de Emprego Trabalho e Economia Solidária (Setres), Agricultura Familiar (SAF), do Sebrae e da empresa responsável pela obra. A gerente de Responsabilidade Social da Emap, Deborah Baesse, representando a presidência da Emap, convocou os comerciantes a enfrentar o período de obras com tranquilidade e foco nos resultados que virão para todos. Importante destacar que a obra será realizada em duas etapas, com o cuidado de manter as operações.

“Os empreendedores que tiram seu sustento da atividade no terminal serão capacitados para trabalhar em boxes dentro do novo Cujupe. Para isso a Emap contratou o Sebrae-MA, que inicia nesta segunda-feira um trabalho que prevê análise de viabilidade econômica e das necessidades de adaptação, melhoria dos micro e pequenos empreendimentos instalados no local”, afirma Deborah Baesse.


Carnaval de Todos Nós

Por Flávio Dino

carnavalfdVem chegando o período mais festivo do ano em todo o Brasil. Em nosso estado, o Carnaval tem um componente único: o povo do Maranhão.  Nesse período, vêm à tona as diversas formas de ser maranhense: nos blocos, nas escolas de samba, nas fantasias, nas brincadeiras de rua.

Investimos cerca de R$ 7 milhões na estrutura e apresentações do Carnaval, em todas as regiões do Estado, em parceria com as prefeituras. Esse investimento é compensado pela vasta economia da cultura que se movimenta neste período, com a geração de milhares de postos de trabalho: músicos, cantores, costureiras, artesãos, vendedores de rua, comerciantes, técnicos de som e iluminação, seguranças etc. E claro que a maior compensação é a festa, a celebração da vida, as oportunidades de convívio entre famílias e amigos.

Para tudo acontecer bem, é fundamental a colaboração de todos. A Polícia, desde o pré-carnaval, tem estado fortemente atuante e esse trabalho vai continuar até quarta-feira de cinzas. Mas garantir a segurança não é papel somente da Polícia. É preciso que haja espírito de paz e fraternidade, que ninguém saia de casa pensando em confusão. E que não haja abuso no álcool nem uso de substâncias ilícitas, especialmente por quem for dirigir. Todos são responsáveis pela vida e pela integridade física dos demais foliões.

Na capital, em parceria com a prefeitura, estamos garantindo a realização de cinco circuitos. Um deles é o da Madre Deus, com quatro palcos, e ali pertinho a Passarela do Samba. No Centro Histórico, irão se concentrar os blocos alternativos. Visando contemplar todos os grupos, na Praça da Lagoa faremos uma programação mais voltada às crianças, com bailinho infantil e concurso de fantasias. No Espigão Costeiro, música combinando com a bela paisagem da praia.

Na segunda-feira, teremos o já tradicional Carnaval de Segunda, do Laborarte, com apoio do nosso Governo. E na terça-feira, este ano teremos uma atração inédita, o Bloco do Baleiro, com o genial Zeca Baleiro e convidados finalizando o Carnaval de Todos Nós. Já na quarta apoiaremos o encerramento dos Retiros Culturais, cumprindo o nosso compromisso de respeitar todas as crenças e modos de viver.

No Carnaval, essas ações culturais ganham uma função especial, que é o de ajudar a promover o nosso estado, possibilitando a atração de turistas. Por isso, faremos uma ação promocional no Aeroporto de São Luís, com apresentações culturais de grupos de carnaval e uma cabine de fotos para ajudar a divulgar as belezas de nosso estado para os visitantes.

É assim, com responsabilidade e muita alegria, que estamos construindo no dia a dia um Maranhão melhor para todos. No Carnaval, não poderia ser diferente e vamos organizar uma festa com a autenticidade de nossa cultura e com o espírito irreverente e alegre do nosso povo.


Flávio Dino entrega a Robson Paz a missão de reformular a Timbira

Do Blog do Jorge Vieira

Robson assume a Timbira com a missão de recuperar audiência

Robson assume a Timbira com a missão de recuperar audiência

Após passar mais de 20 anos sucateada, abandonada e extinta pelo governo de Roseana Sarney (1995), a gloriosa Rádio Timbira pretende voltar aos bons tempos em que comandava a audiência no Maranhão.

E para comandar esta nova fase da rádio mais antiga do Estado, o governador Flávio Dino está deslocando um dos melhores quadros da Secretaria de Comunicação para comandar a restruturação da emissora oficial do Estado.

Atendendo uma solicitação do governador Flávio Dino, o secretário adjunto da Secretaria de Comunicação e Articulação Política, Robson Paz, aceitou o desafio de transformar a Rádio Timbira numa potência da radiofonia maranhense. Caberá a ele a missão de reconquistar a audiência, reformular a grade de programação e ampliar alcance do sinal da emissora para todo Estado.

A emissora, que esteve abandonada nos governos da oligarquia Sarney, vive um novo momento fruto de um trabalho árduo e promissor desenvolvido pelo secretário Márcio Jerry, pelo seu adjunto Robson Paz e pelo atual diretor da Rádio, Ribamar Prazeres, que nos dois primeiros anos desenvolveram ações para resgatar a infraestrutura da rádio, como nova sede (estúdios) e mudança do parque de transmissores, o que fez a Timbira voltar a ter um dos melhores sinais das rádios AM.

Flavio Dino, portanto, acertou em cheio ao designar um de seus melhores quadros para se dedicar exclusivamente à missão de tornar a Timbira a rádio de maior audiência, no segmento AM, formando rede de emissoras por todo estado e integrando-a com as várias plataformas de comunicação. Com isso, cumprir a meta de democratizar as informações por meio da emissora pública.


Justa valorização aos policiais

untitledROBSON PAZ

Enquanto o Brasil vive período de crise aguda na segurança pública, uma notícia na última semana aqui no Maranhão ganhou grande repercussão nas redes sociais: foram premiados os policiais, que mais se destacaram na apreensão de armas no estado.

Justo reconhecimento, valorização e estímulo ao trabalho incansável destes combatentes da luta por mais segurança para todos nós. A iniciativa inédita é parte do programa “Pacto pela Paz”, criado pelo governador Flávio Dino.

Atitude que ganha ainda maior relevo em meio ao caos instalado na segurança de parte do país, que nos remete à reflexão acerca da valorização destes profissionais e suas responsabilidades.

Sempre há muito que fazer em segurança pública e todo esforço sempre pode parecer insuficiente. No entanto, é oportuno ressaltar que o Maranhão tem se destacado na política de valorização e fortalecimento das polícias. Em todos os levantamentos realizados pelos meios de comunicação divulgados, nos últimos dias, o estado situa-se entre aqueles que pagam os melhores salários aos policiais. Está entre os dois que melhor remuneram a categoria, na região Nordeste.

Desde 2015, quando foi adotada nova política de reajuste anual escalonado, os policiais têm conquistado ganhos acima da inflação. O percentual de reajuste acumulado de 2015 a 2017 alcançará quase 50%. Entre 2012 e 2014, o salário foi reajustado em apenas 7%. Com o reajuste programado para maio deste ano, serão mais de 48% de reajuste em três anos, elevando a média salarial dos policiais maranhenses para as primeiras posições do ranking nacional.

Mas, a valorização das polícias vai muito além da política salarial. Em pouco mais de dois anos, mais de 4 mil policiais militares foram promovidos. Reivindicação da corporação há, pelo menos, duas décadas. Mais de 1.500 novos policiais estão nas ruas no combate ao crime e outros 1.000 policiais serão nomeados, nas próximas semanas, reforçando o contingente policial do estado.

A estrutura da polícia militar também melhorou consideravelmente com a aquisição de 400 novas viaturas, 100 motocicletas e moderno sistema de comunicação.

Tudo isto associado à qualificação técnica das polícias – mais de 3 mil policiais passaram por cursos de capacitação – tem resultado em redução dos crimes violentos e mais apreensões de armas e de drogas, no estado. Em 2015, o Maranhão foi o segundo estado menos violento do Nordeste, segundo dados do Fórum Nacional de Segurança Pública.

Progressivamente, o Maranhão tem mostrado ao país que, a despeito da escassez de recursos, é possível investir na justa valorização dos profissionais da segurança pública, promovendo a cultura da paz, reafirmando respeito à lei e aos direitos humanos.

Radialista, jornalista. Subsecretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos


Cuidando do nosso patrimônio natural

Por Flávio Dino

Foto_KarlosGeromy-Governando-Juntos-Encontro-de-Prefeitos-Eleitos-e-Reeleitos-5-260x170O Maranhão é muito conhecido pela singularidade de nossas belezas naturais. Da Chapada das Mesas aos Lençóis Maranhenses, nosso território é formado de bens únicos, banhado por rios perenes e delimitado pelo segundo maior litoral e um dos mais belos do Brasil. Cuidar desse patrimônio é dever de todos nós e tem sido uma missão deste governo.

Por isso, estamos nos empenhando na proteção ao Parque do Bacanga, ameaçado por múltiplas pressões urbanas, e ao Parque do Mirador, santuário da nascente do rio Itapecuru. Já investimos cerca de R$ 25 milhões na manutenção de nossas unidades de conservação estaduais. No Parque do Rangedor, em São Luís, demos início ao cercamento da área, para garantir sua preservação.  E em breve vamos começar a instalação de equipamentos que vão viabilizar a visitação e o lazer no Rangedor, valorizando essa bonita área encravada no coração da nossa Ilha.

Realizamos um concurso público para reforçar a atuação da Secretaria de Meio Ambiente, com 20 vagas para biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro ambiental, geógrafo, geólogo, oceanógrafo, hidrólogo, engenheiro civil, engenheiro de pesca, engenheiro florestal, químico e pedagogo. Com o reforço da máquina e mais eficiência, temos conseguido garantir maior velocidade e segurança aos licenciamentos ambientais. Subimos nossa produtividade de 846 licenciamentos em 2014 (governo passado) para 1.171 em 2016.

Um resultado muito visível de nosso trabalho em relação ao meio ambiente é o processo de despoluição das praias de nossa capital, que permaneceram impróprias para banho por muitos anos. Em julho de 2016, foram identificados os primeiros pontos de praia limpa nos relatórios semanais, realizados de acordo com a norma técnica exigida pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente. Passo a passo, esses pontos balneáveis foram ampliados e hoje lutamos semanalmente para consolidar essa conquista. Agora mesmo estamos concluindo a licitação para iniciar a limpeza do Rio Calhau, como já estamos fazendo nos rios Pimenta e Claro, que também chegam diretamente nas areias das nossas praias.

Essa mudança das praias de nossa capital é fruto de um trabalho que inclui a conclusão e a inauguração da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Vinhais, que está elevando de forma gradativa de 4% para 40% a capacidade de tratamento de esgotos da Ilha. Estamos ainda construindo a ETE Anil e reformando as estações do Bacanga e Jaracati. Também serão implantadas mais 35 novas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE) e 355 km de redes coletoras e interceptoras, das quais 85 km já foram instaladas. Com todas essas obras, nossa meta é aumentar a capacidade de tratamento de esgoto na capital ainda mais, para algo próximo a 70%.

Outra realização importante é a despoluição da Lagoa da Jansen, por anos reduzida a depósito de esgoto. Estamos fazendo intervenções na região desde o começo do nosso governo e já estamos na etapa final das obras de retirada de pontos de lançamento de esgoto. Com isso, vamos obter resultados concretos e sustentáveis, ampliando as possibilidades turísticas desse importante ponto da Ilha, que também vem sendo valorizado com obras de urbanização feitas em parceria com a Prefeitura de São Luís, a exemplo da Praça da Lagoa, que agora está sendo ampliada.

Temos muitas outras conquistas em curso, como a revitalização da região da Beira-Rio de Imperatriz e um conjunto de novos parques que vamos implantar em várias cidades, a exemplo de Codó, Bacabeira e Balsas. As riquezas de nossa terra podem levar justiça e prosperidade para todos. E devem ser um bem de todos. Essa é a crença que motiva tantas ações em defesa do nosso patrimônio natural.


Cuidando do nosso patrimônio natural

Por Flávio Dino

O Maranhão é muito conhecido pela singularidade de nossas belezas naturais. Da Chapada das Mesas aos Lençóis Maranhenses, nosso território é formado de bens únicos, banhado por rios perenes e delimitado pelo segundo maior litoral e um dos mais belos do Brasil. Cuidar desse patrimônio é dever de todos nós e tem sido uma missão deste governo.

Por isso, estamos nos empenhando na proteção ao Parque do Bacanga, ameaçado por múltiplas pressões urbanas, e ao Parque do Mirador, santuário da nascente do rio Itapecuru. Já investimos cerca de R$ 25 milhões na manutenção de nossas unidades de conservação estaduais. No Parque do Rangedor, em São Luís, demos início ao cercamento da área, para garantir sua preservação.  E em breve vamos começar a instalação de equipamentos que vão viabilizar a visitação e o lazer no Rangedor, valorizando essa bonita área encravada no coração da nossa Ilha.

Realizamos um concurso público para reforçar a atuação da Secretaria de Meio Ambiente, com 20 vagas para biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro ambiental, geógrafo, geólogo, oceanógrafo, hidrólogo, engenheiro civil, engenheiro de pesca, engenheiro florestal, químico e pedagogo. Com o reforço da máquina e mais eficiência, temos conseguido garantir maior velocidade e segurança aos licenciamentos ambientais. Subimos nossa produtividade de 846 licenciamentos em 2014 (governo passado) para 1.171 em 2016.

Um resultado muito visível de nosso trabalho em relação ao meio ambiente é o processo de despoluição das praias de nossa capital, que permaneceram impróprias para banho por muitos anos. Em julho de 2016, foram identificados os primeiros pontos de praia limpa nos relatórios semanais, realizados de acordo com a norma técnica exigida pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente. Passo a passo, esses pontos balneáveis foram ampliados e hoje lutamos semanalmente para consolidar essa conquista. Agora mesmo estamos concluindo a licitação para iniciar a limpeza do Rio Calhau, como já estamos fazendo nos rios Pimenta e Claro, que também chegam diretamente nas areias das nossas praias.

Essa mudança das praias de nossa capital é fruto de um trabalho que inclui a conclusão e a inauguração da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Vinhais, que está elevando de forma gradativa de 4% para 40% a capacidade de tratamento de esgotos da Ilha. Estamos ainda construindo a ETE Anil e reformando as estações do Bacanga e Jaracati. Também serão implantadas mais 35 novas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE) e 355 km de redes coletoras e interceptoras, das quais 85 km já foram instaladas. Com todas essas obras, nossa meta é aumentar a capacidade de tratamento de esgoto na capital ainda mais, para algo próximo a 70%.

Outra realização importante é a despoluição da Lagoa da Jansen, por anos reduzida a depósito de esgoto. Estamos fazendo intervenções na região desde o começo do nosso governo e já estamos na etapa final das obras de retirada de pontos de lançamento de esgoto. Com isso, vamos obter resultados concretos e sustentáveis, ampliando as possibilidades turísticas desse importante ponto da Ilha, que também vem sendo valorizado com obras de urbanização feitas em parceria com a Prefeitura de São Luís, a exemplo da Praça da Lagoa, que agora está sendo ampliada.

Temos muitas outras conquistas em curso, como a revitalização da região da Beira-Rio de Imperatriz e um conjunto de novos parques que vamos implantar em várias cidades, a exemplo de Codó, Bacabeira e Balsas. As riquezas de nossa terra podem levar justiça e prosperidade para todos. E devem ser um bem de todos. Essa é a crença que motiva tantas ações em defesa do nosso patrimônio natural.


Candidato a presidente do PT, deputado Zé Inácio perde eleição da Liga em Bequimão

Do Blog Marrapá

aqui-1-768x374O deputado estadual Zé Inácio, candidato a presidente do PT/MA, foi derrotado na eleição para a presidência da Liga de Futebol, na sua terra natal, município de Bequimão. O desportista filiado ao PT, Jorginho, apoiado por Zé Inácio e pelo vice-prefeito Magal (PT) perdeu por dois votos de diferença para o vereador Walmir (PP), que teve o apoio do prefeito Zé Martins (PMDB). Um dos eleitores, que garantiu a vitória ao vereador do PP é filiado ao PT.

Insatisfeitos com o tratamento dado pelo prefeito ao PT, Zé Inácio e Magal trabalharam pessoalmente junto aos presidentes de times para impor a derrota o grupo do prefeito. O PT cogitava ocupar três secretarias na gestão do peemedebista, entre estas a Secretaria de Esportes. Mas, o prefeito manteve o atual secretário Kiel, aliado do vereador e agora presidente da Liga, Valmir. Pior, até agora não nomeou nenhum membro do PT para o primeiro escalão.

A guerra que era surda entre PT e PMDB em Bequimão está aberta. O prefeito Zé Martins designou o secretário de Indústria e Comércio, Ademar, para manifestar apoio a Valmir e representá-lo, durante a eleição da Liga, além do presidente da Câmara de Vereadores, Amarildo, aliado do prefeito.

Após o resultado, o candidato de Zé Inácio anunciou que o padrinho político já disponibilizou advogado para entrar com recurso junto à Federação em Pinheiro, para cassar o mandato de Valmir. Alegam que este não obedeceu as regras estabelecidas no edital de convocação da eleição.

Com o revés no próprio município, petistas que defendiam a candidatura de Zé Inácio a presidente estadual do partido começam a duvidar da capacidade de articulação do deputado na disputa, que definirá o futuro da legenda no Maranhão.


Bequimão recebe ‘Mutirão do Glaucoma’, nesta sexta-feira (10)

Foto-1-Mutirão-do-Glaucoma-Fotos-Franscisco-CamposO município de Bequimão recebe, nesta sexta-feira (10), o Mutirão do Glaucoma.  A ação é promovida pelo Governo do Estado, por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Hospital do Olho e a Oftalmo Day Clinic. O atendimento será realizado no Centro de Saúde de Bequimão – Rua Capitão José Castro, n.º 5 – Centro, a partir das 8h. O mutirão ocorrerá ainda em toda regional de Saúde de Pinheiro e no município de Alcântara.

Com a promoção de consultas e exames, o objetivo do Governo é estimular o diagnóstico precoce e encaminhar o paciente para o tratamento adequado. Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que, somente no primeiro mês deste ano, foram contabilizados mais de 4 mil atendimentos em mais de quarenta municípios de seis regionais de saúde. Destes, 47% foram diagnosticados com o glaucoma.

“A SES está programando mais mutirões, pois temos uma demanda alta para glaucoma e catarata. Os mutirões são uma medida rápida e eficiente de diminuir a espera desses pacientes pelos exames e tratamentos”, disse a secretária adjunta de Assistência à Saúde da SES, Larissa Cavalcanti.

Durante o mutirão, além da consulta, os pacientes realizam exames e, segundo diagnóstico, recebem a medicação logo após o atendimento, além de serem encaminhados ao tratamento. Com avaliação do médico, o diagnóstico é dado em questão de poucos minutos, por meio dos exames de campimetria, a tonometria e a fundoscopia.

“O diagnóstico é imediato. Mas cada exame tem uma função específica, por exemplo, o fundo de olho (fundoscopia) nos ajuda a diagnosticar o glaucoma, já o dado da pressão intraocular nos ajuda a decidir por qual esquema de tratamento optar para cada paciente”, explicou o oftalmologista Ricardo Pimenta.

Os pacientes diagnosticados com glaucoma recebem tratamento totalmente gratuito, os colírios são distribuídos pelas redes municipais e estaduais de saúde, por meio do SUS. Além do glaucoma, os mutirões realizados pela SES revelam catarata e pterígio como as doenças mais frequentes no diagnóstico dos pacientes.

“Nos mutirões, os pacientes têm acesso a atendimento de qualidade e recebem acompanhamento dos médicos para que o caso tenha evolução e o tratamento possa ter sucesso. O paciente já sai das consultas ou com a medicação para realizar o tratamento ou com um encaminhamento para realizar outro procedimento, como as cirurgias”, explicou a secretária adjunta Larissa Cavalcanti.

Sobre o glaucoma

O glaucoma é uma doença causada pela lesão do nervo óptico relacionada à pressão ocular alta e que raramente apresenta sintomas, o que a torna uma doença silenciosa e perigosa. Segundo a OMS, existem 65 milhões de glaucomatosos em todo o mundo, sendo que, a cada ano, surgem mais 2,4 milhões de casos. A prevalência de cegueira por glaucoma é de 5,2 milhões de pessoas, representando a segunda causa de cegueira no mundo e a maior causa de cegueira irreversível.

Estima-se que, no Brasil, existam cerca de um milhão e meio de portadores de glaucoma sendo que a metade deles não sabe que possuem a doença. “A maioria dos casos não tem sintomas e é esse o perigo, porque geralmente quando o paciente descobre a doença, já está em um estágio avançado, o que pode, em alguns casos, levar o paciente a perder a visão”, explicou o cirurgião e diretor do ‘Programa do Glaucoma’ no Maranhão, Heron Simões.

Mutirão do Glaucoma – 10, 11 e 12 de fevereiro

Sexta-feira (10)

Manhã – a partir das 8h

Alcântara

Posto de Saúde Caravelas – Rua Dr. Silva Maia, n.º 130, Caravelas

Presidente Sarney

Unidade de Saúde Novo Horizonte – Rua Principal, s/n, Bairro Novo, em frente à Semus

Apicum-açu

Unidade Mista Nossa Senhora De Fátima – Avenida Tancredo Neves, 84, Centro

Tarde – a partir das 14 horas

Pinheiro

Centro de Especialidade Médica de Pinheiro (CEMP) – Rua Viriato Costa, s/n, Centro

Bacuri

Centro de Saúde Irmã Clara – Rua Presidente Kennedy, Piquizeiro

Sábado (11)

Manhã – a partir das 8h

Turiaçu

Hospital Elvira Carvalhal – Rua Paulo Ramos, s/n – Centro

Cedral

UBS Nossa Senhora da Assunção – Avenida Mariano Victal de Negreiros, nº 1 – Centro

Próximo ao campo da aviação

Serrano do Maranhão

Hospital Municipal Neredes Rodrigues – Avenida das Palmeiras, s/n, Pracinha

Tarde – a partir das 14 horas

Santa Helena

Hospital Municipal de Santa Helena

Mirinzal

UBS Maria José Gonçalves – Avenida Maria Firmina S/N Centro

Cururupu

Secretaria Municipal de Saúde – Rua Ático Seabra, s/n, Centro

Domingo (12)

Manhã – a partir das 8 horas

Pedro do Rosário

Posto de Saúde da Sede – Avenida Gov. Roseana Sarney, s/n, Centro

Central do Maranhão

Posto de Saúde Nossa Senhora da Conceição

Porto Rico do Maranhão

Unidade Mista de Porto Rico/Hospital – Avenida Castelo Branco, Centro

Tarde – a partir das 14 horas

Peri-Mirim

Posto de Saúde do Portinho

Guimarães

UBS Olavo Cardoso – Bairro Nova Vila