AO VIVO | Clube Atlético Juventude x Cruzeiro. Campeonato Maranhense de Futebol 7. Acompanhe

Assista a estreia oficial da escolinha de futebol Clube Atlético Juventude (CAJ), do povoado Jacioca, município de Bequimão, no Campeonato Maranhense de Futebol 7. No Grupo B da competição, o CAJ faz a primeira partida contra a escolinha do Cruzeiro/Aririzal de São Luís, neste sábado (23), às 10h30, no campo da A&D, no Turu.

 


Maranhense de Futebol 7 começa neste sábado (23) com participação de Escolinha de Bequimão

futebol7O fim de semana será de muito futebol society em São Luís. A Federação Maranhense de Futebol 7 (FMF7) dará início às disputas do Campeonato Maranhense de Futebol 7 nas categorias Sub-7, Sub-9 e Sub-11.

A competição Sub-11 terá a participação pela primeira vez de uma equipe do município de Bequimão, a Escolinha de futebol do Clube Atlético Juventude (CAJ), do povoado Jacioca. O time bequimãoense estreia neste sábado (23) contra a Escolinha do Cruzeiro/Aririzal, às 10h30, no campo do A&D Eventos, no bairro do Turu.

Nesta edição o torneio estadual, as equipes campeãs estarão classificadas para o Campeonato Brasileiro da modalidade, que ocorrerá no mês de julho em Recife (PE). No sábado (23), quatro jogos abrem o Estadual a partir das 8h.

Ao todo, 40 equipes estarão participando do Campeonato Maranhense de Futebol 7 nestas três categorias (Sub-7, Sub-9 e Sub-11). Para a FMF7, a quantidade de times inscritos cria uma expectativa muito boa.

“Estamos ansiosos para o início dos jogos. Serão 40 equipes distribuídas em três categoria. Isso significa que mais de 600 crianças estarão participando. Para nós, da federação, isso é um demonstrativo do fortalecimento da modalidade no Maranhão. Temos certeza de que a garotada vai dar show dentro de campo”, afirmou Waldemir Rosa, presidente da Federação Maranhense de Futebol 7.

Em 2019, nas categorias Sub-9 e Sub-11, haverá a realização de uma fase regional Sul, que ocorrerá na cidade de Balsas. Desta seletiva, se classificarão duas equipes que irão se juntar aos classificados da primeira fase de São Luís.

Rodada de abertura

O duelo entre as equipes do Meninos de Ouro e Cruzeiro Círculo Militar será o primeiro do sábado. Na sequência, às 9h, é a vez do Juventude Maranhense encarar o Society Club Calhau. As duas partidas são válidas pelo Estadual Sub-7.

A partir das 9h40, será a vez da garotada do Sub-9 entrar em campo: Society Club Calhau e Greco Sports se enfrentam. E, encerrando a rodada de sábado, tem Clube Atlético Juventude x Cruzeiro/Aririzal pela categoria Sub-11 CAJ sub 11

TABELA DE JOGOS

SÁBADO (23.3) / A&D EVENTOS (TURU)

8h – Meninos de Ouro x Cruzeiro Círculo Militar (Sub-7)

9h – Juventude Maranhense x Society Club Calhau (Sub-7)

9h40 – Society Club Calhau e Greco Sports (Sub-9)

10h30 – Clube Atlético Juventude x Cruzeiro/Aririzal (Sub-11)

 

DOMINGO (23.3) / A&D EVENTOS (TURU)

8h – Cruzeiro/APCEF x Aurora (Sub-7)

9h – AABB x Cruzeiro/Círculo Militar (Sub-9)

9h40 – Meninos de Ouro x Afasca (Sub-9)

10h30 – Grêmio Ribamarense x Meninos da Vila (Sub-11)

15h – Vila Real x Grêmio Maranhense (Sub-11)

16h – Cruzeiro/APCEF x Grêmio Maranhense (Sub-9)

16h40 – Flamengo x Juventude Maranhense (Sub-9)

17h20 – Craques da Veneza x Grêmio Maranhense B (Sub-9)


Inscrições para seletivo de professores encerram nesta sexta (22).Oito vagas para Bequimão

A Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc) divulgou editais para contratação temporária de professores do Ensino Médio – das zonas urbanas e rurais que apresentam carências extremas de docentes – que será feita por meio de Processos Seletivos Simplificados em 14 Unidades Regionais de Educação.

Para o município de Bequimão estão previstas oito vagas para professores do Ensino Médio Regular da rede pública estadual, nas disciplinas de Língua Estrangeira Inglês, Física, Matemática, Química, Filosofia e Educação Física.

Seletivo professores

As inscrições serão gratuitas e poderão ser feitas a partir das 0h da próxima quarta-feira (20) até as 23h59 do dia 22 de março (sexta-feira), exclusivamente pelo endereço eletrônico que será disponibilizado no site da Seduc.

Serão oferecidas 594 vagas imediatas, distribuídas em 62 municípios e 132 unidades escolares, além de formação de Cadastro de Reserva. Os aprovados e convocados serão contratados em regime de 20 horas de trabalho semanais.

A divulgação do resultado parcial está prevista para o dia 26 de março e a contratação para os dias 2 e 3 de abril.

Além do processo seletivo, a Seduc seguirá realizando o reordenamento dos professores para enfrentamento das carências, a fim de assegurar o cumprimento da carga horária mínima anual obrigatória e os 200 dias letivos, direito de todos os estudantes matriculados na Rede Estadual de Ensino.

Para consultar os editais, acesse o site da Secretaria de Estado da Educação: http://www.educacao.ma.gov.br/.


VÍDEO | Governador Flávio Dino entrega certificado de apoio aos clubes maranhenses de futebol

O governador do Maranhão, Flávio Dino e o secretário de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, entregaram, na manhã desta terça-feira (19), o certificado de apoio aos clubes que disputam o Campeonato Maranhense de Futebol 2019. A ação é realizada por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, desenvolvida em parceria com a Companhia Energética do Maranhão (Cemar). A iniciativa destinou R$ 1,2 milhão em apoio a oito equipes maranhenses.

Em seu discurso, o governador Flávio Dino destacou sobre a importância de subsidiar ações esportivas, contribuindo com o desenvolvimento dos atletas e dos clubes maranhenses. “O Brasil é um país marcado por muitas desigualdades sociais, e isso faz com que qualquer despesa pública seja questionada. Por isso, faço questão de enaltecer que o esporte jamais deve ser visto como mau uso de dinheiro público.  Sabemos dos efeitos benéficos que uma política pública para o esporte traz.  Realizamos esse investimento todos os anos com convicção, porque achamos que o esporte é fundamental para que haja a qualidade de vida do cidadão, o bem viver, assim como também o incentivo a prática saudável ”, comentou.

O governador deu ênfase a edição do evento de 2019 por estar vinculado ao mês dedicado às campanhas de proteção a mulher, em razão do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. “Nós estamos integrando os times de futebol e os dirigentes, todos aqueles que fazem o campeonato maranhense nesse esforço de difusão de uma cultura da paz e de garantia dos direitos humanos, marcadamente no que se referem as campanhas da Secretaria de Estado da Mulher”, frisou.
Flávio Dino-clubes futebol
À frente da Secretaria de Esporte e Lazer, o secretário Rogério Cafeteira pontuou o papel do Estado no incentivo à prática esportiva. “Esse certificado, que representa o total aporte financeiro que o Governo do Maranhão propicia aos atletas tem como função o fomento as categorias da série A, e, neste ano, em especial, o custeio da campanha de combate a violência contra a mulher, além de todo o apoio logístico do futebol maranhense de 2019. A ideia é garantir a participação dos atletas em competições nacionais, elevando os times maranhenses”, avaliou.

A Sedel, responsável por coordenar os trabalhos, visa alcançar os múltiplos objetivos do Campeonato Maranhense de Futebol 2019, que é de manter a competição para diversão e lazer, além de garantir que os clubes possam funcionar como formadores de novos atletas e geradores de novas oportunidades de trabalho. O terceiro ponto e um dos mais importantes é a concretização da campanha de proteção às mulheres.

“O nosso foco é que todos que frequentem os estádios possam ter o contato com a mensagem da nossa campanha de proteção e promoção dos direitos das mulheres, disseminando essa ideia para todos os outros locais”, enfatizou Rogério Cafeteira.

O presidente da Federação Maranhense de Futebol, Antônio Américo, falou do atual cenário do futebol maranhense. “Hoje nós estamos no momento do futebol onde temos 3 representantes na Copa do Brasil, coisa que nunca havia acontecido na história do futebol maranhense. Com esse apoio, já estamos vendo os nossos times evoluindo. Sérgio Frota colocou o Sampaio na série B e espero que o retorne. O Maranhão Atlético Clube sempre teve uma administração bem realizada e a agora o Moto Clube que está se organizando para ir em primeiro lugar na tabela. Fatos que deixam o esporte maranhense mais empolgado”, analisou.

Representantes do Cordino Esporte Clube, Pinheiro Atlético Clube, Sociedade Imperatriz de Desportos, Maranhão Atlético Clube, Moto Club de São Luís, Sampaio Corrêa Futebol Clube, Santa Quitéria Futebol Clube e São José de Ribamar Esporte Clube, receberam o certificado de colaboração do Governo do Estado.

O presidente do Santa Quitéria, Juca Baleia, ressaltou sobre a importância do apoio aos clubes maranhenses. “A ajuda é de grande envergadura, pois todos os times precisam dessa força que o Governo dá para elevar o nível do nosso campeonato e levar o nome do Maranhão para as competições externas”, comemorou.

Para o presidente do MAC, Robson Paz, a parceria gera renda e mais postos de trabalho. “O apoio aos clubes dinamiza um segmento muito importante para nossa economia que é a cadeia produtiva do esporte, gerando mais postos de trabalho e renda”, disparou.

O presidente do Moto, Natanael Júnior, destacou a importância da parceria. “Essa ajuda é importantíssima para os clubes porque nós formamos cidadãos e também atletas, e a porta de entrada deles no futebol é Moto, Sampaio, Maranhão, Imperatriz e as outras equipes”.

Já o presidente do Sampaio, Sérgio Frota, também ressaltou a ajuda do Governo ao futebol. “É importante o poder público, através do Governo do Maranhão, ter essa visão sensível em relação à política pública de esporte, em especial ao futebol do nosso estado”, disse Frota.


Flávio Dino lançará Pacto Estadual pela Aprendizagem

Flavio Dino - professorSuperar as desigualdades sociais por meio do acesso e da melhoria das condições de permanência no ambiente escolar. Com esse objetivo, o Governo do Maranhão lançará, oficialmente, nesta semana, o Pacto Estadual pela Aprendizagem, um dos atos instituído pelo governador Flávio Dino em sua recondução ao cargo.

O Pacto Estadual pela Aprendizagem busca potencializar o regime de colaboração previsto no Programa Escola Digna, fortalecendo as ações voltadas à melhoria dos indicadores e à concretização das metas dos Planos de Educação.

Entre os objetivos do pacto, destacam-se a garantia de que todos os estudantes do território maranhense estejam alfabetizados, em Língua Portuguesa e em Matemática, na idade certa; a redução da distorção idade-série na Educação Básica; a elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), além da contribuição no aperfeiçoamento da formação dos profissionais de educação das redes municipais.

Na prática, o governo apoiará as redes municipais, fortalecendo a aprendizagem do estudante desde a educação infantil para que ele chegue ao Ensino Médio com as habilidades necessárias à sua formação.

Para o secretário de Estado da Educação em exercício, Anderson Lindoso, o Maranhão mais uma vez sai na contramão do país, ampliando seu trabalho de regime de colaboração com os municípios maranhenses.

“O governador Flávio Dino sempre foi muito sensível à causa da educação, tanto que no decorrer de quatro anos conseguiu mudar muitas realidades de descaso que, por décadas, estavam perpetuadas pelos mais diversos rincões do Maranhão. E agora em seu novo mandato, instituir o Pacto, só fortalece esse trabalho que já vinha sendo executado pelo Escola Digna”, diz Anderson Lindoso.

“Educação é uma construção coletiva e é isso que o pacto veio reafirmar”, realça o secretário.

Rede estadual 
Atualmente, o Maranhão tem 1.075.618 estudantes matriculados no Ensino Fundamental, sendo 1.035.071 nas redes municipais, que poderão ser beneficiados com o Pacto pela Aprendizagem. A rede estadual ainda tem 40.547 matrículas do Ensino Fundamental, que aos poucos estão em processo de municipalização, conforme determina legislação vigente.


Assinada portaria que regulamenta a execução do Programa “Cheque Cesta Básica – Gestante”

Carlos LulaA portaria que regulamenta a execução do Programa “Cheque Cesta Básica – Gestante” foi assinada nesta sexta-feira (15) pelos gestores das secretarias de Estado da Saúde (SES), da Fazenda (Sefaz) e Extraordinária de Articulação de Políticas Públicas (SEEPP), em solenidade no Palácio Henrique de La Rocque.

O programa é uma estratégia para estimular a procura pela assistência pré-natal por mulheres grávidas de baixa renda do Maranhão e reduzir as mortes materno-infantis no estado. A portaria dá seguimento ao decreto assinado pelo governador Flávio Dino na posse do segundo mandato.

“Temos um número muito pequeno de mulheres maranhenses que realiza pelo menos seis consultas pré-natais, como preconizado pelo Ministério da Saúde. O Cheque Cesta Básica – Gestante, nesse sentido, é mais um incentivo para que elas busquem assistência médica. Mais do que isso, é uma forma de conseguirmos fazer a triagem e o acompanhamento, evitando complicações e reduzindo as mortes de mães e bebês”, destacou o secretário de Estado da Saúde (SES), Carlos Lula.

O benefício será pago diretamente à gestante em até nove parcelas de R$ 100, sendo até seis parcelas durante a gravidez e as demais nos primeiros meses de vida da criança, e deverá ser utilizado, exclusivamente, na aquisição de alimentos.

“É um grande passo em defesa da mulher maranhense e no combate às desigualdades sociais. No momento da gestação, a mulher fica vulnerável e o programa acaba dando o auxilio e fortalecendo a autonomia e dando segurança a ela”, ressaltou a secretária de Estado da Mulher, Ana Mendonça.

O recurso do programa é oriundo da arrecadação de valores do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrados de produtos da cesta básica (arroz, feijão e ovos). O investimento é de R$ 20 milhões. “É um projeto inédito no país, que, além de ajudar a gestante maranhense, nasce com uma marca de justiça fiscal grande”, comentou o secretário de Estado da Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves.

Para o gestor da SEEPP, Marcos Pacheco, o programa tem a marca da gestão Flávio Dino e traduz o conceito de convergência institucional. “Existe um acervo de estratégias e programas deste governo que têm uma convergência: o enfrentamento das desigualdades sociais. Existe uma concentração de esforços no sentido de resgatar o desenvolvimento social do estado”, salientou.

Adesão

Durante a solenidade, o secretário municipal de saúde de Coroatá e presidente do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde do Maranhão (Cosems-MA), Vinicius Araújo, assinou o Termo de Adesão Cheque Cesta Básica – Gestante, sendo o primeiro município a aderir formalmente ao programa.   “O programa vai ajudar também a qualificar a porta de entrada do SUS, que é a atenção primária, estimulando que a grávida busque a unidade básica de saúde. Não podemos fazer saúde de forma isolada. Município fazendo um trabalho e Estado outro. O trabalho em conjunto é fundamental para quem quer fazer saúde com qualidade”, declarou.

Participaram também da solenidade o secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, os deputados estaduais Yglésio Moyses e Daniella Tema, gestores municipais de saúde, lideranças de movimentos populares, servidores e população.

Critérios

Para ingressar no programa, a gestante deve procurar a rede pública de saúde até a 12ª semana de gestação, estar cadastrada no município maranhense em que mora e possuir renda familiar mensal que não ultrapasse um salário mínimo. O cadastro será realizado pelo Município na primeira consulta pré-natal, através de sistema de informação específico.

O recebimento das parcelas está vinculado ao acompanhamento do pré-natal, puerpério e puericultura, conforme as condições: realizar uma consulta de pré-natal, obrigatoriamente, no primeiro trimestre e até a 12ª semana da gestação; cinco consultas de pré-natal, preferencialmente, duas no segundo e três no terceiro trimestre da gestação; duas consultas de puerpério e puericultura, sendo a primeira até sete dias e a segunda de 30 a 42 dias após o nascimento.

Outros critérios obrigatórios para receber as parcelas são a realização de exames laboratoriais, conforme calendário de pré-natal; cumprimento do esquema vacinal completo e atualizado da gestante comprovado pela caderneta de vacina; estratificação de risco gestacional, a ser realizada na primeira consulta e nas subsequentes; cumprimento do esquema vacinal completo e atualizado da criança comprovado pela caderneta de saúde da criança.

Em casos de parto prematuro, será garantida à beneficiária a concessão de até nove parcelas, desde que seja dada continuidade do acompanhamento de consultas e exames de puerpério e puericultura.

A validade do benefício encerra-se após 60 dias da disponibilização do crédito no cartão da beneficiária. Após esse período, o valor será restituído à conta específica do programa, podendo o Governo do Estado, realocá-lo.

A gestante deve comprovar nas consultas de puericultura seu ingresso nos programas de planejamento reprodutivo ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), caso isso não ocorra a mulher ficará impedida de acessar novamente o programa.


Flávio Dino: “Não vamos admitir tirar pessoas de suas casas para atender os interesses dos EUA”

Em entrevista à Fórum, governador do Maranhão reivindicou que o acordo do governo federal com os EUA para o uso da Base de Alcântara tenha contrapartidas sociais em favor da região

Da Revista Fórum

base-alcantaraA ampliação do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, pode reascender tensões vividas há mais de 30 anos, quando famílias de comunidades quilombolas inteiras foram removidas. O presidente Jair Bolsonaro, que já disse que quilombolas não servem nem para procriar, viaja aos Estados Unidos neste domingo (17) para assinar um acordo permitindo que os norte-americanos lancem satélites, foguetes e mísseis a partir da base espacial brasileira.

“É normal que haja Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (ACT), em razão da proteção jurídica à propriedade intelectual. Contudo, o acordo não pode ser abusivo e conter cláusulas que violem a soberania nacional”, defendeu o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em entrevista à Fórum.”Também não concordo com nenhuma ampliação de área da Base ou com remoção de mais pessoas”.

Há mais 30 anos, cerca de 300 famílias de 25 localidades de Alcântara sofreram remoções compulsórias para a instalação do CLA. Dino falou da necessidade de rediscutir um plano de desenvolvimento para o Programa Aeroespacial Brasileiro.

“A exploração comercial não pode ser monopólio de um país, ou seja, a Base deve estar à disposição de todos os países que queiram usar e tenham condições para tanto. É vital a meu entender que se criem as condições para a retomada do Programa Espacial Brasileiro”, pontuou.

Apesar de ceder a base de lançamentos aos EUA, o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) prevê que o local continue sob jurisdição brasileira.

“Alcântara já suportou muitos ônus com o projeto. É hora dos bônus, ou seja, caso se consume a exploração comercial é essencial que haja contrapartidas sociais em favor da cidade e da região”, defendeu o governador.


Povoado Jacioca e região ganham Escolinha de Futebol gratuita para crianças

CAJ sub 11Dezenas de crianças dos povoados Jacioca, Mojó, Baixo Escuro, Frederico e região participam da Escolinha de Futebol do Clube Atlético Juventude (CAJ), em Jacioca, município de Bequimão.

As atividades começaram em fevereiro passado, com alunos da categoria Sub 11, treinados pelo jogador de futebol amador Zé Fernando.

A escolinha é uma iniciativa da ONG Coexista com apoio do jornalista Robson Paz, vereador Fredson (PCdoB), ex-vereador Elanderson, professor Emerson, médico Luiz Gonzaga Júnior, Ubiraney Cristiano, Bruno Herisson e das empresas Lívia Variedades, Casa do Alho e Varejão Primos.

Com inscrições gratuitas, os pequenos atletas da Escolinha CAJ recebem kit com uniforme, coletes, meiões e caneleiras. Os organizadores também disponibilizam todo material esportivo, como bolas, cones, pratinhos, entre outros, necessários para os treinos.

De acordo com os organizadores, o objetivo é desenvolver um trabalho social conjugando atividades esportivas, educação, saúde e cidadania. “É uma oportunidade para as nossas crianças desenvolverem suas habilidades esportivas e estimular o desempenho na escola. Os alunos terão as atividades escolares avaliadas a cada três meses. Isto para estimular a melhoria da aprendizagem e promover cidadania”, afirma o vereador Fredson.

Em sua conta nas redes sociais, o jornalista e radialista Robson Paz destacou a importância do projeto social.