Promessas do governo ainda não chegaram à rodovia MA 106

Vereadores de diversas cidades da baixada chegaram a interditar a rodovia no início do mês exigindo melhores condições de trafegabilidade, mas permanecem sem resposta.

Redaçao/Maranhão da Gente

vereadores-199x150“Existe um grande desvio de verbas nesse esquema de recuperação asfáltica. O governo divulga que vai colocar uma camada de asfalto, mas, na verdade, realizam no máximo operações tapa-buracos e ninguém sabe o que acontece com as verbas”, assim relatou o vereador Prof. Icélio (PSDB), de Pinheiro, sobre a situação de precariedade das estradas Pinheiro/Cujupe, Pinheiro/Santa Helena e Pinheiro/Presidente Sarney.

Mais de 25 vereadores das mais diversas cidades da baixada maranhense se organizaram desde o início do mês para cobrar do governo do estado soluções para as péssimas condições de trafegabilidade das estradas da Baixada Maranhense. O vereador Prof. Icélio (PSDB), um dos organizadores do movimento, explicou que as operações que já foram feitas prejudicam ainda mais as condições das estradas. “Antes tínhamos diversos buracos, agora temos elevações. O que era côncavo ficou convexo e as dificuldades permanecem inalteradas”, explicou.

Perto de completar um mês que os vereadores se organizaram em protesto, bloqueando a MA-106, o governo do estado ainda não firmou qualquer compromisso com as lideranças da Baixada Maranhense e nenhum representante foi enviado para resolver a situação.

O vereador explicou que o imbróglio entre o governo do estado e empresa que venceu a licitação só tende a prejudicar ainda mais os cidadãos que precisam fazer uso da rodovia. “O governo alega que a recuperação dessas estradas já foi encaminhada. A empresa protesta informando que recebeu apenas para tapar os buracos. A placa indica que a estrada deveria receber 63km de camada asfáltica. Ninguém manda uma resposta, um termo de compromisso. O fato é que estamos sendo ignorados e as dificuldades permanecem”, concluiu.

A promessa da governadora durante o Encontro de Prefeitos foi a de que todas as estradas maranhenses receberiam pavimentação, o que daria ao estado o status de primeiro do Nordeste a ter todos os municípios interligados, mas na MA 106, que dá acesso a importantes cidades da Baixada Maranhense, por enquanto, somente poeira e buracos recepcionam os motoristas que trafegam pela rodovia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *