Flávio Dino abre debate sobre as diretrizes para o Desenvolvimento do Maranhão

O desenvolvimento econômico e social do Maranhão foi discutido por Flávio Dino na manhã de ontem (16).

Da Maranhão da Gente

MAdaGenteO desenvolvimento econômico e social do Maranhão foi discutido por Flávio Dino na manhã desta quinta (16). Como pré-candidato ao governo do Maranhão, Dino afirmou que, para que o estado se desenvolva com igualdade, é necessária uma nova Política de Desenvolvimento para o Maranhão.

O pré-candidato apresentou três tarefas fundamentais que tratam do desenvolvimento do Maranhão através de uma nova forma de administrar. Para ele, é necessário abandonar a concentração de riqueza na mão de poucos e é preciso promover a distribuição das riquezas entre todos os maranhenses.

A primeira das diretrizes apresentadas por Dino trata da economia interna do Maranhão. Para ele, é necessário expandir o mercado interno com a consolidação das atividades econômicas já existentes (a exemplo da agricultura familiar e empresarial) associadas às políticas sociais.

A segunda diretriz seria investir em ciência e tecnologia para expandir conhecimento e técnica de desenvolvimento da agricultura. A terceira seria concatenar todas as ações em torno do fortalecimento da indústria local com modelo inclusivo e democrático, “que liberte o Maranhão da monotonia dos discursos baseados nos “grandes projetos” redentores,” disse Flávio Dino.

Cadeias produtivas

A defesa das riquezas do Maranhão e sua distribuição entre todos os maranhenses é um dos pontos mais defendidos por Flávio Dino durante o movimento Diálogos pelo Maranhão que, durante o ano de 2013, percorreu todas as regiões do estado discutindo um novo modelo de desenvolvimento.

O mapeamento e o investimento nas cadeias produtivas reais do Maranhão seriam o principal vetor para o desenvolvimento industrial do Maranhão. Relacionando primeiro, segundo e terceiro setor, Dino apresenta uma visão global do desenvolvimento econômico do estado.

No mesmo sentido, fala do investimento em políticas sociais que tenham em vista a distribuição de renda no Maranhão. “Para superar essa quadro, como os fatos recentes estão demonstrando, não basta fazer o “bolo” da riqueza crescer se ele não é distribuído com justiça e eficiência,” comentou Flávio Dino.

De acordo com o pré-candidato do PCdoB, é preciso implantar em conjunto com todas essas iniciativas os Arranjos Produtivos Locais (APLs), que garantam mais oportunidade de emprego e geração de renda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *