Governo oferece 13.760 vagas para cursos profissionalizantes

Flávio Dino cumpre compromisso com jovens e adolescentes

Flávio Dino cumpre compromisso com jovens e adolescentes

A população tem até domingo (8), para se inscrever nos cursos de Formação Inicial Continuada (FIC’s), promovidos pelo Governo do Maranhão, por meio do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). O órgão, vinculado à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), abriu 13.760 vagas distribuídas em 66 municípios.

Com carga horária de 160 horas, as formações gratuitas são na modalidade semipresencial. Os encontros serão nos Centros de Capacitação Tecnológica (CCT’s), no Centro de Vocação Tecnológica Estaleiro Escola, e em escolas públicas. O público-alvo são pessoas com idade acima de 16 anos que já tenham concluído ou estejam cursando o Ensino Médio.

Os interessados devem acessar a página (http://secti.ip.tv/inscricoes-fic2015/) e escolher entre as seguintes opções: Auxiliar Administrativo; Agricultor Familiar; Cabelereiro Assistente; Auxiliar em Eletroeletrônica de Manutenção; Ajudante de Padeiro; Empreendedorismo; Programador de Web; e Atendimento ao Turista.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, informou que as aulas integram o projeto do governo Flávio Dino de expandir o ensino técnico no estado e iniciam ainda em 2015. “Os FIC’s são reconhecidos pela agilidade. Ele prepara rapidamente os estudantes para assumirem espaços no mercado de trabalho. A previsão é que a lista nominal dos candidatos já esteja no site da Secti, nesta segunda-feira (9), e que as matrículas comecem logo em seguida”, disse. O cronograma completo pode ser encontrado no edital(http://www.secti.ma.gov.br/secao/editais/).

No começo do ano, o Governo do Estado, por meio do Iema, disponibilizou 2.880 vagas para cursos profissionalizantes. O Instituto cumpre um importante papel na expansão da formação técnica no Estado.  Serão investidos R$ 240 milhões na construção das Unidades Plenas, onde serão ministrados cursos presenciais de caráter integrado. Cinco delas, de um total de 23, devem estar funcionando até fevereiro de 2016.


Governo dá ordem de serviço para construção da ponte do Balandro

ponte balandroO governo Flávio Dino, por meio da Secretaria das Cidades (Secid), assina esta semana ordem de serviço para construção da ponte que liga o povoado Balandro à sede de Bequimão. A ponte vai beneficiar dezenas de povoados.

A obra foi iniciada três vezes na gestão da ex-governadora Roseana Sarney. Desde 2010, custou aos cofres públicos mais de R$ 1,5 milhão e foi abandonada com algumas estacas de concreto fincadas no rio Itapetininga.

Ontem, os vereadores Elanderson (PCdoB), Raquel Paixão (PTC), Sassá (PDT) e o dirigente do PCdoB de Bequimão Francisco vistoriaram canteiro de obras e conversaram com o engenheiro Reinaldo Stalim, da empresa responsável pela execução da obra.ponte

“Fizemos alguns questionamentos, tiramos algumas dúvidas e nos colocamos a inteira disposição para auxiliar mais ainda a tornar realidade esse sonho de décadas da nossa população”, afirmou o vereador Elanderson.

A empresa iniciou ontem a mobilização para a retomada da construção da ponte. Ainda esta semana, a secretária Flávia Alexandrina (Cidades) estará em Bequimão, onde assinará a ordem de serviço para a construção da ponte.

Leia mais 

Vaias, promessas e abandono

Roseana Sarney e a ponte fantasma do Balandro

Roseana paga por obra inacabada em Bequimão

 

 

 


Governo Flávio Dino já repassou mais de R$ 600 mil para Bequimão

O governo Flávio Dino já repassou mais de R$ 600 mil para o município de Bequimão este ano. Os recursos foram transferidos pelas Secretarias de Saúde e de Cultura para a Prefeitura de Bequimão.

Na saúde, foram pagos à Prefeitura R$ 557 mil de um total de R$ 702 mil empenhados. A verba é destinada à manutenção do Hospital de 20 leitos e à farmácia básica do município.

FES-Bequimao

A Prefeitura também foi contemplada pela Secretaria de Estado da Cultura. Foram repassados R$ 100 mil para a realização do São João em Bequimão.

Secma-Bequimao

Apesar do apoio do governador Flávio Dino, o prefeito Zé Martins (PMDB) e aliados chegaram atribuir ao atual governo suposto corte no repasse de recursos para o hospital. Suspensão esta feita ainda pela chefa do prefeito peemedebista Roseana Sarney.

As informações sobre a transferência de recursos para Bequimão estão publicadas no Portal da Transparência do governo do Estado. E não há como reclamar de falta de recursos estaduais para a saúde e a cultura do município.


Governo Flávio Dino recupera rodovia MA- 106 Cujupe/Pinheiro

Com informações do Blog do Elanderson

FD-MA106O governo do Estado realiza serviços de recuperação e manutenção da rodovia MA-106, trecho Cujupe/Pinheiro. Após limpeza e preparação da rodovia, as equipes realizam a recuperação asfáltica dos trechos danificados.

“É com muita alegria que vejo a recuperação de mais esta importante rodovia do nosso Estado, principalmente porque esta MA afeta diretamente a população da nossa Cidade de Bequimão, onde bequimãoenses utilizam esta via diariamente para se deslocarem tanto para a sede do município, como para outros povoados e mesmo para outros municípios”, afirma o vereador Elanderson (PCdoB).MA106

O vereador destaca a rapidez com que o governo tem dado respostas no enfrentamento dos problemas deixados pela gestão passada. “Com muito esforço, diminuição de privilégios e redução de gastos desnecessários e priorização de ações que beneficiam os mais necessitados, é possível realizar, avançar e transformar nosso Maranhão a cada dia num Estado melhor para sua população”, disse.

Leia mais

Vereador Elanderson pede recuperação da MA-106 Cujupe/Pinheiro


Participação Popular e Democracia fortalecidas no Maranhão

Por Flávio Dino

Foto5_Francisco Campos - Seminário agentes de SaúdePara que as mudanças aconteçam no ritmo e na intensidade que o Maranhão precisa, devemos fazer com que conteúdo e forma caminhem com coerência. Isso que temos procurado reafirmar a cada dia, a cada atitude, a cada decisão. Temos um programa de governo inovador que nos guia firmemente com uma meta principal: melhorar a vida dos mais pobres, aos quais tanto foi negado, por tanto tempo. Essa é a mudança de conteúdo que propomos e estamos implantando. Quanto à forma, como queremos governar para os mais pobres, coerentemente temos que governar com os mais pobres. Por isso que valorizamos imensamente a participação popular.

Nesses poucos meses de governo, já recebi em audiência muitos movimentos sociais: trabalhadores rurais, quebradeiras de côco, pessoas com deficiência, movimento de criança e adolescente, entre outros. De modo inédito, temos uma área de governo dedicada à participação popular. E implantamos o Plano Plurianual e Orçamento Participativos, com audiências territoriais e plataforma digital específica.

Nesta semana que passou, participei de dois momentos que confirmam a nova forma de governar que implementamos. Em primeiro lugar, menciono a 1ª Marcha Municipalista, onde dialoguei diretamente com representantes dos municípios sobre os rumos do nosso País e do nosso Estado. Ao se tratar da 1ª Marcha, já se evidencia o ineditismo do evento: um governador e toda a sua equipe debatendo abertamente com lideranças municipais, sem qualquer tipo de restrição, todos livres da ditadura do medo que imperava até bem pouco tempo.

Em segundo lugar, destaco a reunião que tive com centenas de Conselheiros de Direitos. Além de expor nossa visão, respondi a dezenas de perguntas, sobre todos os temas, além de ouvir críticas e sugestões. Um ótimo momento, que vai se repetir outras vezes, pois são diálogos fundamentais para aprimorar a ação governamental.

Neste mês de novembro, teremos várias Conferências Estaduais de Direitos, que são antecedidas de centenas de conferências municipais que estamos realizando, para que a bela pluralidade de vozes, que a democracia protege, possa se manifestar. Quero agradecer às milhares de pessoas que estão comparecendo a esses importantes fóruns, sublinhando que todas as suas conclusões serão importantes subsídios para a conformação das políticas públicas no Maranhão.

Registro que o processo de participação popular é contínuo e infinito, dai porque mantemos a plataforma digital “Participa Maranhão” e concretizamos todos os instrumentos previstos na Lei de Acesso à Informação, conquista também inédita em nosso Estado. Por exemplo, sublinho que, ao contrário de estranhos “filtros” que encontramos, o nosso Portal da Transparência foi totalmente construído em respeito às leis e ao direito ao controle social de que todo cidadão é detentor.

Todas essas iniciativas mostram o grande esforço feito para que o poder que emana do povo também seja por ele exercido. Assim, o Maranhão vira a página do passado e vai conquistando um modelo de governança inclusivo, democrático e plural. É nesse caminho que acreditamos.

Advogado, 47 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal