Grandes obras

Por Flávio Dino

FlavioDinoTenho alegria de, mesmo num contexto de crise econômica nacional, conseguir manter um bom ritmo de obras no nosso governo. O programa Mais Asfalto já chegou a quase 100 cidades de todas as regiões, estamos recuperando estradas e reformando escolas, além de concluirmos obras que encontramos inacabadas. O Hospital Jackson Lago já está funcionando em Pinheiro, na Baixada, e em poucas semanas o Hospital do Leste estará a pleno vapor em Caxias. São alguns exemplos, entre centenas possíveis, e bem visíveis.

Contudo, a principal e maior obra do nosso governo ainda está ‘invisível’ para muitos: a absoluta prioridade à recuperação dos serviços públicos, essenciais para que haja mais justiça e qualidade de vida para todos. Isso está sendo feito por medidas como a viabilização de espaços mais adequados ao atendimento às pessoas, como fizemos no Sine (Agência do Trabalho) e no Procon. Também por gestões que estão resolvendo problemas de décadas, como ocorre atualmente no Detran, ou com equipes que transformaram déficits em resultados positivos, como na Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap).

Neste contexto de maior eficiência do serviço público, situo medidas inovadoras, como a estruturação da Forca Estadual de Saúde, uma das ações mais importantes do nosso governo. A Força é constituída por equipes multiprofissionais que estão atuando prioritariamente nas cidades com menor IDH. As equipes-piloto estiveram em seis dessas cidades durante o segundo semestre de 2015, levando Atenção Básica a quem mais precisa, mesmo nos lugares mais distantes.

Essas equipes atuam em cinco eixos prioritários: mortalidade materna e infantil, hipertensão, diabetes e hanseníase. Nesses primeiros meses, realizaram mais de 20 mil atendimentos, não importando a distância percorrida até o paciente, se o atendimento era feito nas residências ou em mutirões realizados dentro de Igrejas disponibilizadas às equipes. Na semana passada, me encontrei com esses profissionais e ouvi relatos que ficarão impregnados no meu coração para sempre. Relatos de dores e sofrimentos de idosos e crianças, mas também narrativas de vitórias derivadas da dedicação dos nossos profissionais da Força.

O quanto isso, somado ao que ainda vamos fazer, vai significar em muitos anos para a saúde das pessoas? Com certeza muito, pois todos sabem que a Atenção Básica é muito mais importante do que simplesmente construir prédios. Por isso sempre tive entusiasmo pelo Programa Mais Médicos, que tem salvado muitas vidas no Maranhão. E agora o Governo do Estado está fazendo a sua parte, com a Força Estadual de Saúde. Pela sua importância, nosso Governo realizou um processo seletivo para 120 profissionais que atuarão prioritariamente nas 30 cidades com menor IDH, a partir de 2016, após o curso de formação que será propiciado aos aprovados.

Cada atendimento feito pela Força Estadual de Saúde, cada oportunidade que criamos para um maranhense estar junto a uma equipe de saúde, é uma grande obra. Cada cidadão atendido, que passou anos sem ter acesso a um profissional de saúde, já faz valer a pena o imenso esforço que estamos fazendo diante do desafio de governar o estado com os piores indicadores sociais do Brasil, mas que hoje caminha na direção certa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *