Governo abre inscrições para unidade vocacional do Iema em Bequimão

Imagembequimao (3)

Mais oportunidade de capacitação técnica para entrar no mercado de trabalho é o que logo terão os jovens residentes no município de Bequimão. A cidade será contemplada com uma unidade vocacional do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). A iniciativa é do Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Na próxima segunda-feira (19), os interessados devem efetuar suas inscrições na sede do Instituto, que fica localizado às margens da Avenida Itapetininga, Bairro de Fátima.

Inicialmente, os cursos que serão ofertados são: armador de ferragens (40 vagas), inglês básico (40 vagas) e agricultura orgânica, também 40 vagas. Sendo que para o curso de armador de ferragens os interessados devem ter idade superior a 18 anos.

Para o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, é de grande importância implantar mais uma unidade vocacional do Iema. “A nossa perspectiva é que possamos iniciar as atividades até o fim deste mês. Este projeto representa o grande investimento que o Governador Flávio Dino tem feito na educação profissional com o objetivo de ampliar o máximo possível as oportunidades para os jovens”, disse.

Almada destacou ainda que essa iniciativa marca um novo tempo para a cidade de Bequimão. “Antes da chegada do Instituto, não tínhamos qualquer instituição que oferecesse educação profissionalizante pública, gratuita e de qualidade. Estamos inaugurando esta unidade com a perspectiva da inovação em relação ao que foi experimentado pelos jovens até então. Esta nova unidade do Iema representa a valorização do Governo Flávio Dino ao povo do município”, reiterou o secretário.

A unidade foi reivindicada pelo vereador Elanderson (PCdoB), que teve indicação atendida pelo governador Flávio Dino.

Sobre as unidades vocacionais

Desenvolvidas para promover a formação profissional e técnica de jovens e adultos, articulada com as demandas dos setores produtivos e regionais, as unidades vocacionais visam atender às demandas existentes de formação profissional, tendo em vista sua inserção produtiva na perspectiva de melhorar os indicadores econômicos e sociais do estado. As unidades objetivam contribuir com o acesso de diversos maranhenses ao mercado de trabalho mediante uma formação profissional técnica. Na capital, são três unidades: São Luís/Praia Grande, São Luís/Escola de Cinema e São Luís/Estaleiro Escola.

No interior do estado, as cidades a serem contempladas com unidades vocacionais são Caxias, Imperatriz, Barra do Corda, Açailândia, Santa Inês, Brejo, Codó, Pinheiro, Pedreiras e Carolina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *