Consolidando a mudança

untitledROBSON PAZ*

As eleições municipais do último domingo, 2, marcaram o aprofundamento do processo de mudança em curso no Estado. O pleito deste ano ocorreu em ambiente diferenciado.

Após décadas, as eleições foram realizadas sem a interferência do Palácio dos Leões e as farras de convênios eleitoreiros, que marcavam a temporada eleitoral; sem financiamento empresarial e com reduzida participação da agiotagem nas campanhas eleitorais.

Infelizmente, houve como em boa parte dos estados tentativa do crime organizado influenciar o pleito. Contudo, a ação enérgica do governo do Estado em parceria com os governos federal e municipal garantiu a segurança das eleições. Tivemos o pleno exercício da democracia pela população de forma pacífica na quase totalidade dos municípios.

No contexto político, a eleição foi uma espécie de teste popular dos primeiros 19 meses do governo Flávio Dino. O resultado positivo para o grupo político liderado pelo governador Flávio Dino.

Cerca de 160 prefeitos eleitos dos partidos que compõem a base de sustentação do governo, formada por PCdoB, PDT, PSDB e outras legendas. O PCdoB, partido do governador Flávio Dino, obteve o maior número de prefeitos com 46 dos 216 eleitos. Um feito histórico!

Com ações em áreas importantes como agricultura familiar, infraestrutura, saúde e educação, apesar da crise porque passa o país, o governo que se propôs a mudar práticas políticas e administrativas. Experimenta níveis de aprovação surpreendentes em se tratando de gestão pública no país. A aprovação do governo oscila entre 60% e 80% na maioria dos municípios. Índices, que certamente tiveram reflexos nas eleições municipais.

As vitórias do PCdoB no Maranhão foram preponderantes para o desempenho nacional do partido, que apresentou o maior crescimento entre todas as legendas. Foram 80 prefeituras conquistadas em todo país. Mais da metade no Maranhão. Crescimento de 56,9%.

Contudo, a notícia mais alvissareira veio nesta segunda (3), quando o governador Flávio Dino anunciou seminário com os prefeitos para que estes possam estreitar as relações institucionais com o governo visando parcerias para beneficiar os municípios.

Trata-se, por certo, de mais uma ação inovadora do governo, pois a prática de outrora era desenvolver políticas públicas apenas nas cidades administradas pelos aliados palacianos. Este paradigma, aliás, começou a ser quebrado logo nos primeiros meses do governo atual que levou ações, especialmente o programa “Mais Asfalto”, para mais de 140 municípios.

Alegra-nos prospectar que o Maranhão terá a partir de janeiro de 2017, gestões mais eficientes que em parceria com o governo do Estado avancem neste grande projeto de construção de um Maranhão melhor e mais justo para todos.

*Radialista, jornalista. Subsecretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *