Flávio Dino entrega a Robson Paz a missão de reformular a Timbira

Do Blog do Jorge Vieira

Robson assume a Timbira com a missão de recuperar audiência

Robson assume a Timbira com a missão de recuperar audiência

Após passar mais de 20 anos sucateada, abandonada e extinta pelo governo de Roseana Sarney (1995), a gloriosa Rádio Timbira pretende voltar aos bons tempos em que comandava a audiência no Maranhão.

E para comandar esta nova fase da rádio mais antiga do Estado, o governador Flávio Dino está deslocando um dos melhores quadros da Secretaria de Comunicação para comandar a restruturação da emissora oficial do Estado.

Atendendo uma solicitação do governador Flávio Dino, o secretário adjunto da Secretaria de Comunicação e Articulação Política, Robson Paz, aceitou o desafio de transformar a Rádio Timbira numa potência da radiofonia maranhense. Caberá a ele a missão de reconquistar a audiência, reformular a grade de programação e ampliar alcance do sinal da emissora para todo Estado.

A emissora, que esteve abandonada nos governos da oligarquia Sarney, vive um novo momento fruto de um trabalho árduo e promissor desenvolvido pelo secretário Márcio Jerry, pelo seu adjunto Robson Paz e pelo atual diretor da Rádio, Ribamar Prazeres, que nos dois primeiros anos desenvolveram ações para resgatar a infraestrutura da rádio, como nova sede (estúdios) e mudança do parque de transmissores, o que fez a Timbira voltar a ter um dos melhores sinais das rádios AM.

Flavio Dino, portanto, acertou em cheio ao designar um de seus melhores quadros para se dedicar exclusivamente à missão de tornar a Timbira a rádio de maior audiência, no segmento AM, formando rede de emissoras por todo estado e integrando-a com as várias plataformas de comunicação. Com isso, cumprir a meta de democratizar as informações por meio da emissora pública.

Um comentário sobre “Flávio Dino entrega a Robson Paz a missão de reformular a Timbira

  1. Ótimo momento para o Maranhão. Parabéns ao povo criativo do Maranhão, e trabalhador.

    Bom…
    Um comentário à parte. Sobre o Brasil:

    Há, por outro lado, o estilo PT (e de seus satélites, como o PCdoB). O jeito petista de ser. Eis:

    A Cultura é tão importante quanto a “vida material” do dia-a-dia. Pois está vinculada à Educação e ao “gôsto”…

    “Os Comitês petistas & a Rede Globo:
    sedes de cultura do mesmo estilo.”

    Tudo a ver com a truculência do Petismo [e seus satélites como o PCdoB], somado com toda a breguice do PT.

    Falo é de uma contradição. O GÔSTO da Globo é o GÔSTO do PT, são iguais. Semelhantes.

    A Globo é o PT. O PT é a GLOBO (gôsto e estilo).

    O PT odeia a Globo. Mas são um a cara do outro.

    
O problema é que sempre vai sobrar os COMITÊS PETISTAS, com sua doutrinação cultural tão decadente e bregaça como a Globo.

    
O PT detesta o elitismo (Shakespeare, Truffaut, Beethoven, Machado de Assis, Villa-Lobos, Bach).


    O PT é a Globo. A Globo é o PT. Estilo Globo.

    Gostam é de cancioneiro. De Chico Buarque. Musiquinha. Jamais Buxtehude.


    Pixação (em Sampa, petistas afirmam que é “”arte””. rsss), funk, oba-oba, Anitta [abriu a OLIMPÍADA] etc., cinema estilo a cineasta petista Anna MUYLAERT com filminho brega. Enormemente brega. Esse é Brasil real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *