Aulas nas escolas da rede pública estadual iniciarão no dia 29 de janeiro

Calendário escolarConsiderando uma melhor organização das atividades que antecedem o início do ano letivo, a Secretaria de Estado da educação (Seduc) informa que as aulas nas escolas da rede estadual de ensino iniciarão no dia 29 de janeiro (segunda-feira).

O calendário é referência para as unidades de ensino nortearem as atividades do ano letivo e para os pais fazerem o acompanhamento dos filhos. Quaisquer dúvidas e esclarecimentos podem ser dirimidos pelos seguintes e-mails: sae@educacao.ma.gov.br e sagre@educacao.ma.gov.br.

Confira o calendário no site da Seduc (www.educacao.ma.gov.br)


“É uma obra certa no lugar certo”, diz Flávio Dino ao abrir o 2º Museu do Reggae do mundo

Museu do ReggaeUma noite de festa para a cultura e a história do reggae maranhense. Assim foi a inauguração do Museu do Reggae Maranhão realizada pelo governador Flávio Dino nesta quinta-feira (18). A casa funciona no Centro Histórico de São Luís e é a segunda em todo o mundo. A primeira fica na Jamaica.

“É o cumprimento de mais um compromisso. Me comprometi com isso; e muitos pensaram que mais uma vez não haveria reconhecimento da importância do reggae para a cultura do Maranhão”, disse o governador.

“É uma homenagem também à forte presença da cultura negra do Maranhão. Por isso o museu aqui no Centro Histórico é uma obra certa no lugar certo”, acrescentou.

O novo museu é a realização de um sonho antigo dos regueiros, concretizado pela iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

O secretário Diego Galdino disse que a casa possui uma função social e histórica: “Ele também gera a economia criativa, como vem acontecendo com a Quinta do Reggae, criando trabalho e renda para a população”.

Paineis-Museu do Reggae

Memória e diversão

Entre os objetivos do Museu do Reggae Maranhão, estão a materialização das memórias do ritmo jamaicano que conquistou o estado. Por isso, não poderia faltar o ritmo, que esteve nas apresentações e shows de cantores, radiola e DJs históricos que se apresentaram no palco da Praça do Reggae, localizada ao lado do Museu.

O diretor do Museu do Reggae, Ademar Danilo, afirmou que “hoje estamos celebrando a vitória do reggae contra os preconceitos e as discriminações”.

Além da radiola FM Natty Naifson, houve apresentação com os DJs Neturbo, Ademar Danilo, Maestro Jaílder, Carlinhos Tijolada, Roberthanko e outros, além de shows com Célia Sampaio, Oberdan Oliveira (Nonato e Seu Conjunto), Tadeu de Obatalá ( Banda Guetos), Mano Borges & Celso Reis, Garcia (banda Reprise) e outros.

Espaços

Durante a festa, o público pôde conhecer os cinco ambientes do Museu do Reggae Maranhão. Além da homenagem aos grandes nomes do reggae maranhense já falecidos, realizada no espaço Imortais, outros quatro ambientes fazem o reconhecimento a tradicionais clubes de reggae da cidade: Clube Pop Som , Clube Toque de Amor, Clube União do BF e Clube Espaço Aberto.

O ambiente conta com relíquias do reggae, como uma guitarra da banda maranhense Tribo de Jah, instrumento que acompanhou a banda por mais de 20 países e fez parte da história do grupo, além de ter sido usada nas primeiras gravações de suas canções e em grandes shows nacionais e internacionais.

O público também teve contato com discos raros, vídeos e fotos históricas, moda Reggae ao longo do tempo, além de depoimentos gravados com personagens da cena reggae, livros, artigos, teses e dissertações compõem o acervo imaterial e digitalizado do museu.

O Museu funciona na Rua da Estrela, Centro Histórico de São Luís, e fica aberto à visitação de terça a domingo, das 10h às 20h. A entrada é gratuita.


Vereador Fredson pede recuperação de estradas vicinais

fredsonPedidos de recuperação de estradas vicinais, barragens e construção de bueiros em vários povoados do município de Bequimão à prefeitura marcaram a atuação do vereador Fredson (PCdoB), na Câmara de Vereadores, em 2017.

O vereador apresentou indicação solicitando a recuperação das estradas vicinais que dão acesso aos povoados de Jacioca, Mojó, Vila do Meio, Sumaúma, Marajatiua e Buritirana. No documento, apresentado em junho do ano passado, Fredson relatou os problemas de trafegabilidade e a importância da recuperação das estradas para melhorar a mobilidade das pessoas da região.

Indicação Fredson-Vicinal

Em outra indicação apresentada em abril de 2017, o vereador comunista pediu a recuperação da estrada vicinal entre  os povoados Jacioca e Baixo Escuro. “Objetivo de dar trafegabilidade aos transeuntes e transporte escolar (…) de pais e alunos dos povoados Baixo Escuro, Titara, Sol Nascente e Enseada Funda”, justificou.

Ind- Vicinal-Baixo Escuro

Em junho do ano passado, Fredson solicitou também a recuperação das estradas vicinais que ligam Santa Flor ao Sol Nascente e Enseada Funda à Titara, além da melhoria da barragem do Balbino no Jacioca e a construção de bueiro entre os povoados do Frederico e Zé Felipe.


MP garante proibição de Festejo de São Sebastião em posto de combustíveis em Peri-Mirim

São Sebastião-Peri-MirimA iminente realização do Festejo de São Sebastião, entre os dias 19 e 21 de janeiro, no espaço entre bombas de combustíveis de um posto de gasolina, levou o Ministério Público do Maranhão a ingressar, nesta segunda-feira, na Justiça contra o Município de Peri Mirim e a empresa I. C. Da Silva Combustíveis (Nosso Posto). Em medida liminar concedida nesta terça-feira, 17, a realização de festas no local foi suspensa.

Na ação, a promotora de justiça Raquel Madeira Reis (titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Bequimão, da qual Peri-Mirim é termo judiciário) relata que festas são realizadas constantemente no Nosso Posto, frequentadas por centenas de pessoas. Nesta segunda-feira, o Ministério Público tomou conhecimento de que no próximo fim de semana será realizado um grande festejo no local, com a apresentação de várias bandas, atraindo milhares de jovens e adultos. Até mesmo barracas para a venda de comidas e bebidas estavam sendo montadas próximo às bombas de combustíveis.

“A realização de festas e shows nesse local com a aglomeração de milhares de pessoas, ingerindo bebidas alcoólicas e fazendo uso de cigarros, gera risco à segurança das pessoas, dos imóveis vizinhos e dos moradores locais, já que existe a possibilidade de explosão devido à presença de produtos altamente inflamáveis”, avalia a promotora de justiça.

Raquel Reis enfatiza, ainda, a impossibilidade da polícia controlar o acesso ao local, o risco de brigas generalizadas e a possibilidade da entrada e permanência de crianças e adolescentes em um local em que há a venda indiscriminada de bebidas alcoólicas para pedir a proibição do evento.

Na decisão desta terça-feira, a juíza Michelle Amorim Sancho Souza afirma que o quadro é “extremamente aterrorizador e imprudente”. “Permitir a comercialização de churrasco e bebidas alcoólicas ao lado de uma bomba de combustível, bem como que equipamentos de som, que contém carga elétrica, sejam instalados próximo a um local que contém combustível fóssil é contribuir com um incêndio”, observa a juíza.

Na liminar, foi determinado que todas as barracas e equipamentos de som sejam retirados do Nosso Posto em até 48 horas. Outros eventos no local também estão proibidos até o julgamento final do processo, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.


Prefeitos homenageiam Flávio Dino pelo 1° lugar em ranking nacional do G1

Dino-FamemMais de cem prefeitos prestaram nesta terça-feira (16) homenagem a Flávio Dino pelas ações que o levaram à condição de governador que mais cumpre compromissos de campanha em todo o Brasil. A homenagem foi feita pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). De acordo com o presidente da entidade, Cleomar Tema, 90% das ações da gestão Flávio Dino foram feitas diretamente nos municípios.

Segundo a pesquisa do portal G1, Flávio Dino já cumpriu ou está cumprindo 92% dos compromissos de campanha. Isso o coloca como governador mais eficiente em todo o Brasil. Ele também aparece no topo de uma lista com governadores, prefeitos de capital, presidente da República e ex-governantes. São 60 políticos no total. (Veja aqui: http://especiais.g1.globo.com/maranhao/2015/as-promessas-de-dino/#!/3-anos).

Cleomar Tema, presidente da Famem e prefeito de Tuntum, explicou que os gestores municipais tiveram uma reunião técnica na sede da federação e aproveitaram a oportunidade para fazer a homenagem: “Afinal, o portal G1, das Organizações Globo, o escolheu como melhor governador do Brasil. Nada mais justo, porque todas as ações do governo são voltadas para os municípios, como o Mais Asfalto, o Escola Digna, o Plano Mais IDH”.

Os prefeitos também entregaram uma placa para Flávio Dino, que agradeceu a homenagem e disse que, embora o Brasil passe por momentos de dificuldades econômicas e políticas, “nós estamos conseguindo manter o barco no rumo certo, com desenvolvimento e justiça social”.

“Implementamos políticas públicas porque os municípios nos ajudam, e a Famem reconhece o esforço imenso que fazemos para ajudar os municípios. Temos que dar as mãos, e a mensagem principal desse reconhecimento é a força da união”, acrescentou o governador.

Reconhecimento

A prefeita de Nova Iorque, Mayra Guimarães, disse que “foi muito bem-vindo esse reconhecimento pelo trabalho que ele o governador tem feito no nosso Estado. A história do Maranhão vai ser contada após a entrada de Flávio Dino, ele está construindo uma linda história”. Ela contou que, entre os benefícios recebidos pela cidade, estão escola reformada, ônibus escolar, ambulância e praça revitalizada. “E os prazos que ele me deu foram todos cumpridos.”

O prefeito de Santa Luzia do Paruá, Plácido de Holanda, disse que Flávio “está cumprindo o que prometeu. Acho que por isso ele foi citado no G1 como melhor governador do Brasil”. O prefeito citou como exemplos os investimentos já recebidos pela cidade com as obras do Mais Asfalto, patrulha agrícola, viatura, ambulância e convênios. E um hospital também está sendo feito no município.

A prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho, disse que as obras que têm sido feitas em todo o Estado são “resultado de parceria do Governo com os municípios. O povo está vendo o que está sendo feito, não é à toa que Flávio Dino está sendo reconhecido como melhor governador do Brasil.”

Ela contou que a cidade já recebeu diversos benefícios do Estado: “Entre eles, está a aquisição do hospital de Santa Luzia. Há quase 50 anos pagávamos aluguel, eram R$ 35 mil por mês. Agora nos livramos do aluguel e passamos a fazer esse  investimento no hospital”. A prefeita também listou, entre os destaques, a inauguração de um Restaurante Popular.

“É um justo reconhecimento dos prefeitos, por meio da Famen, ao governador Flávio Dino por essa importante conquista. É o Maranhão em primeiro lugar, apesar dessa grave crise brasileira. É muito oportuno que os prefeitos reforcem essa luta por um Maranhão melhor para todos”, afirmou o secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry.


Improvável duelo eleitoral

Robson PazROBSON PAZ

O duelo eleitoral entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) parece cada vez mais improvável. A mdebista apostava em três fatores para entrar na disputa pelo governo do Estado: viabilidade eleitoral, apoio político e poderio midiático.

Com base nesse tripé, o plano do grupo Sarney era consolidar o projeto até dezembro de 2017. Janeiro chegou e todos os cenários são amplamente desfavoráveis à tentativa do sarneísmo voltar ao poder.

No âmbito eleitoral, as pesquisas divulgadas pela TV Difusora e pelo Jornal Pequeno, em dezembro passado, mostraram favoritismo do governador Flávio Dino à reeleição.

Além de ver Dino liderar com mais de 60% dos votos válidos, Roseana Sarney, variando entre 27% e 30% das intenções de voto, tem a maior rejeição entre os pré-candidatos, segundo dados dos Institutos Exata e Datailha.

Na seara política, a desvantagem de Roseana Sarney é ainda mais visível. Enquanto o governador comunista manteve praticamente intacta a aliança que o levou ao Palácio dos Leões, em 2014, a mdebista amarga quase completo isolamento. A maioria dos partidos historicamente aliados do sarneísmo anunciou apoio ao governo e à pré-candidatura do PCdoB.

Ao menos seis legendas PRB, PP, PR, DEM, PROS e PTB estarão na aliança liderada por Flávio Dino.

Não por acaso, o ex-senador José Sarney vetou a nomeação do deputado federal Pedro Fernandes (PTB) para o Ministério do Trabalho. A desesperada tentativa de recuperar o apoio do PTB tinha o simbolismo de um troféu a ser exibido pelo chefe maior da oligarquia como demonstração de força para os políticos. Deu com os burros n’água!

A postura firme, leal do presidente do PTB escancarou ao Maranhão e ao Brasil, a política coronelista e retrógrada praticada por Sarney e a candidatura caricata de Roseana Sarney.

– Mas, Sarney é detentor de um império midiático capaz de causar avarias na imagem de governos e políticos. Diria, um observador!

Sim, verdade que Sarney tem um oligopólio de comunicação encabeçado pela afiliada da Rede Globo, dezenas de emissoras de TVs e outras tantas de rádios, jornal e portal de internet. De fato, não é desprezível!

Contudo, o ambiente da comunicação do Maranhão não mais permite a criação de factóides como a “morte e ocultação de cadáver de Reis Pacheco”, sem a devida constatação da verdade com a celeridade e pluralidade propiciada pela internet e redes sociais.

Ademais, pelo menos, metade da população do estado não se informa pela TV Mirante, pois acessa TV por parabólica. Cada vez maior também é o índice da população com acesso à internet, especialmente via celular. Isto é, com informações ao alcance das mãos.

Com o revés do clã Sarney nos campos eleitoral, político e midiático, resta-lhes a influência sobre o presidente Michel Temer e o apoio deste para Roseana Sarney. Recente pesquisa divulgada pelo Ibope mostra que 90% dos eleitores não votam em candidatos que apóiam governo Temer.

Decerto, uma temeridade para a improvável candidatura de Roseana Sarney. O Maranhão está próximo de livrar-se de vez do passado coronelista.

Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM


Governo Flávio Dino constrói Diques da Produção em Bequimão e mais 15 municípios da Baixada

Canais- Diques da produçãoCom o início das obras em Matinha no início deste mês, chegou a 16 o número de municípios beneficiados com a construção de 17 obras do Diques da Produção do Governo Flávio Dino. O programa, executado por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), era esperado havia muito tempo pelos moradores da Baixada Maranhense. O programa vai chegar a 35 cidades no total.

A população de Bequimão foi beneficiada com dois canais do Diques da Produção. O primeiro foi construído no povoado de Jacioca e o segundo está em construção no Mojó.

O programa inclui a construção de diques e barragens. Os diques são canais com extensão média de 1,2 mil metros. Eles alagarão no período de chuvas e permitirão a sobrevivência de peixes que morreriam com a seca, além de oferecerem água para o gado e plantações. A obra vai servir para o uso comum da população, estimulando a geração de emprego e renda.

O presidente da Associação dos Moradores Quilombolas de Matinha, Raimundo Belfort Trindade, foi conferir de perto o início da construção do Dique em Matinha. A chegada da escavadeira foi a realização de um sonho para a comunidade.

“Ele [equipamento] vem com algo esperado pelo nosso povo, trazendo mais produção, uma arrecadação e preservação de área para que tenhamos alimentação, produtividade e sustentabilidade da comunidade”, comentou.

As obras já foram finalizadas em 13 municípios, onde os tanques já contam com toda a estrutura necessária para o armazenamento da água. Matinha, Olinda Nova e o segundo dique de Bequimão também já tiveram construção iniciada.

O secretário da Sedes, Neto Evangelista, afirmou que as obras de construção desses diques estão entre as mais importantes ações do Governo do Estado na Baixada Maranhense: “A meta é transformar a realidade atual da região com produção, crescimento econômico e inclusão socioprodutiva”.

Um dos objetivos do projeto é reduzir os índices de insegurança alimentar e de pobreza na região e promover a geração de trabalho, emprego e renda nas comunidades contempladas.

Os municípios já beneficiados são Pinheiro, Bacurituba, Arari, Olinda Nova, São Vicente Ferrer, Cajapió, Penalva, Bequimão, Santa Rita, São João Batista, Viana, Anajatuba, Mirinzal, Palmeirândia, Peri Mirim e Matinha.


Jornal Nacional: Maranhão tem a gasolina mais barata do Brasil

preço-gasolinaReportagem do Jornal Nacional dessa quinta-feira (11) mostra que o Maranhão tem a gasolina mais barata de todo o país. O Estado tem aparecido com frequência na lista dos que cobram menos pelo combustível.

O preço médio cobrado no Estado é de R$ 3,798, bem abaixo da média nacional, que é de R$ 4,15.

O telejornal conta que “a gasolina mais cara do país é a do Acre: R$ 4,80 por litro, em média. Depois vêm o Rio e Goiás. A gasolina mais barata é no Maranhão. O preço médio cobrado no Brasil é R$ 4,15 por litro. Mas, no Rio de Janeiro, em vários postos, o preço da gasolina comum já passou dos R$ 5 o litro”.

O Jornal Nacional usa dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para fazer as comparações.

A pesquisa é feita semanalmente. O último período disponível é entre 31 de dezembro e 6 de janeiro. De acordo com a ANP, apenas seis Estados cobram menos que R$ 4 pelo litro da gasolina.

Fiscalização e ICMS

Entre os fatores que fazem com que o combustível seja mais barato em terras maranhenses estão a intensa atuação contra fraudes com combustíveis no Maranhão realizada pelo Procon e pelas polícias e a aplicação de uma das mais baixas tributações estaduais sobre combustíveis.

Segundo o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, as fiscalizações continuarão a ser feitas: “Por orientação do governador Flávio Dino continuaremos com as fiscalizações a fim de garantir qualidade e preços justos em todo o Estado”.


Concursos públicos no Maranhão destinam centenas de vagas para candidatos negros

Negros-ConcursosOs concursos públicos feitos pelo Governo do Maranhão vêm reservando centenas de vagas para negros, seguindo uma determinação de lei aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Flávio Dino em 2015. A legislação passou a destinar 20% das vagas nos concursos públicos para candidatos negros.

A lei 10.240/2015, de autoria do Governo do Estado, passou por amplo debate com a sociedade maranhense em audiências públicas. A nova regra representa um avanço na política de igualdade e inclusão no Estado.

O concurso com mais vagas em 2017 – para a Polícia Militar – reservou 244 delas para negros, por exemplo. Foram 1.214 vagas no total.

Já o da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), que ainda está com inscrições abertas, tem reserva de 200 vagas – do total de mil – para negros.

Contando apenas os concursos abertos desde 2017 – Polícia Militar, Polícia Civil, Detran, Emserh, Aged, Segep e Procon – são mais de 500 vagas reservadas para candidatos negros.

“Eu acho muito importante o passo que o Governo deu nesse sentido porque ajuda a reduzir a desigualdade”, diz Gustavo de Souza de Oliveira Victorio, de 32 anos, que prestou e foi aprovado no concurso para auditor fiscal da Fazenda do Estado dentro da reserva para candidatos negros.

“A gente não vê no serviço público muitos negros exercendo funções. Ainda existe um abismo que precisa ser superado”, acrescenta.

As regras

O secretário de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, lembra que a lei aprovada no Maranhão tem validade de dez anos.

“A política de cotas busca resgatar direitos perdidos pela população. Nesse sentido, ela vem com uma temporalidade. Após esses dez anos, ela será avaliada. Ou seja, não se quer uma política de forma perene, e sim recuperar as perdas e depois ficar em situação de igualdade”, afirma o secretário.

Para concorrer às vagas reservadas, o candidato deve, no ato da inscrição, fazer essa opção e preencher a autodeclaração de que é negro, conforme quesito cor ou raça utilizado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Somente há reserva imediata de vagas para os candidatos que se autodeclararem negros nos cargos com número de vagas igual ou superior a três.

Os candidatos serão submetidos, antes da homologação do resultado final do concurso, ao procedimento de verificação da condição declarada.

“Essa verificação é importante porque é feita por uma banca técnica e capacitada. Isso faz que a medida seja efetiva de verdade”, diz o auditor fiscal Gustavo Victorio.

Como funciona

Os candidatos negros aprovados dentro do número de vagas oferecido à ampla concorrência não preencherão as vagas reservadas. Isso quer dizer que não há hipótese de os candidatos negros ficarem em desvantagem só por terem optado em concorrer às vagas reservadas.

Por exemplo: um concurso com dez vagas tem duas delas reservadas para candidatos negros. Se um candidato negro passar entre os oito primeiros, ele não será incluído na reserva, e sim entre os aprovados na ampla concorrência.


Concurso para rede de saúde do Estado tem inscrições prorrogadas até 22 de janeiro

emserhA Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) prorrogou as inscrições para o concurso público que vai preencher mil vagas para a rede de saúde nas áreas médica, assistencial e administrativa. Agora, os candidatos interessados poderão fazer a inscrição até as 14h (horário oficial de Brasília) do dia 22 de janeiro. O formulário on-line está disponível no site do Instituto AOCP (www.institutoaocp.org.br), organizadora do concurso.

“A Emserh prorrogou o prazo do concurso para dar mais oportunidades às pessoas. Com o período de final de ano e férias, muitos perderam o foco. O que estamos pedindo é que os interessados fiquem atentos ao horário e dia final de inscrição e pagamento do boleto bancário, pois tudo é feito com base no horário de Brasília, e dessa forma não percam essa nova oportunidade”, aconselhou o presidente da Emserh, Vanderley Ramos dos Santos.

A taxa é de R$ 80 para nível médio e técnico e R$ 120 para nível superior. Com a mudança, o boleto bancário referente à inscrição deverá ser pago até o seu vencimento, na data de 22 de janeiro. De acordo com o edital, em nenhuma hipótese, o Instituto AOCP processará qualquer registro de pagamento com data posterior. O local, a sala e o horário de realização das provas serão divulgados no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br na data provável de 26 deste mês.

O edital publicado nesta terça-feira (9) manteve o prazo para envio do laudo médico, conforme disposto no subitem 5.6 do Edital de Abertura, até o dia 22 deste mês. O documento é obrigatório àqueles que vão concorrer às vagas reservadas, bem como para solicitação de atendimento diferenciado durante a prova.

Ainda conforme o documento, o edital de deferimento das inscrições será divulgado no site da organizadora do concurso na data provável de 23 de janeiro. Em caso de indeferimento, caberá recurso, a ser protocolado em formulário próprio no mesmo site das 0h do dia 24 de janeiro até as 23h59 do dia 25 de janeiro (horário oficial de Brasília).

Concurso
O concurso público da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) oferece mil vagas para o quadro oficial da empresa nas áreas médica, assistencial e administrativa.
São 60 vagas na área médica em diferentes especialidades, 630 vagas para as funções de enfermeiro e de técnico de enfermagem, além de 310 vagas distribuídas para os cargos de biomédico, bioquímico, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, técnico em saúde bucal, advogado, analista administrativo, jornalista e assistente administrativo.

As provas objetivas serão realizadas no dia 18 de fevereiro de 2018. Pela manhã, serão aplicadas as provas para os cargos assistenciais e administrativos. Já os cargos de assistente administrativo e da área médica, as avaliações serão realizadas à tarde.

As provas serão realizadas nas cidades de Balsas, Barra do Corda, Caxias, Codó, Imperatriz, Itapecuru, Pinheiro, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, Timon, Zé Doca e São Luís. Em caso de indisponibilidade de locais adequados ou suficientes na localidade de realização das Provas, estas poderão ser realizadas em localidades próximas.  As demais etapas presenciais do concurso público serão realizadas na cidade de São Luís.

Isenção
A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) divulgou o edital de deferimento e indeferimento das solicitações de isenção da taxa de inscrição pós-recurso do concurso público. A lista consta no site da organizadora do concurso, no endereço http://www.institutoaocp.org.br.