Educação técnica e integral avança com unidade do IEMA no Itaqui-Bacanga

WhatsApp Image 2018-03-09 at 17.58.59Uma das áreas mais populosas de São Luís, o Itaqui-Bacanga recebeu uma unidade plena do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) na quarta-feira (7). Com a ação, o Governo do Estado avança na implantação de escolas técnicas em tempo integral no Maranhão, ampliando a oferta de vagas aos estudantes que desejam obter uma formação técnica e ao mesmo tempo cursar o ensino médio. Essa é a nona unidade plena do IEMA entregue à população maranhense.

De acordo com o governador Flávio Dino, os investimentos em educação são prioritários. “Temos orgulho em pagar o maior piso salarial do país para os professores e, também, investir em infraestrutura escolar. A prova disso é a inauguração de mais uma unidade do IEMA, desta vez em parceria com a Vale”.

O governador reiterou que o Instituto é um projeto exitoso criado em sua gestão. “É uma ação muito bem-sucedida. Estamos mostrando que esse é o caminho e agora o Maranhão está trilhando na direção correta com educação pública, gratuita e de qualidade”, acrescentou.

Segundo o reitor do IEMA, Jhonatan Almada, a unidade plena do Itaqui-Bacanga apresenta cursos inéditos. “Iniciamos a sequência de inaugurações por Santa Inês e, agora, chegamos ao Itaqui-Bacanga, que vai oferecer quatro cursos no diurno, sendo eletrotécnica, eletromecânica, informática para internet e portos, que funcionarão em tempo integral. No noturno, ofertaremos os cursos de segurança do trabalho e vulcanização, o primeiro do Brasil, que acontece em parceria com a Vale. Isso propicia que esses estudantes tenham muito mais chance de inserção no mercado de trabalho, logo após a conclusão dos cursos”, anuncia o reitor.

Para o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles, o vetor principal de desenvolvimento são os investimentos em educação. “Essa revolução é perceptível quando acompanhamos inaugurações e o pleno funcionamento da educação profissional, agregada ao ensino médio técnico de tempo integral. Esta é uma experiência que será cada vez mais um grande sucesso”, relatou.

O diretor de operações da Vale no Maranhão e no Pará, Antônio Padovezi, destacou o sucesso da parceria do Governo do Estado com a empresa. “É uma grata satisfação termos contribuído com um projeto grandioso como o IEMA. Nesta unidade, que estamos inaugurando em sua plenitude, vários jovens irão dispor de cursos profissionalizantes completamente voltados para o setor industrial. Esse espaço será um lugar de ensino e aprendizado para a comunidade, tenho certeza que cumprirá o objetivo que é a formação de jovens para o mercado de trabalho”, reiterou.Flávio Dino - Iema

O estudante Franklin Luiz, que vai fazer o curso de eletromecânica, falou de suas expectativas para o início das atividades. “Para mim será muito importante, pois sempre estudei em escola pública e não tinha uma estrutura adequada para uma melhor compreensão dos conteúdos. É uma oportunidade maravilhosa, nunca imaginei que um dia teria a chance de estudar em uma escola como o IEMA, parece uma escola particular”.

Participaram da solenidade de entrega do IEMA Itaqui-Bacanga, o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro; o secretário de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry; o secretário-adjunto da Secap, Robson Paz; a secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira; o presidente da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), Pedro Lucas Fernandes; a presidente da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), Elisângela Cardoso; e os deputados estaduais, Bira do Pindaré e Marco Aurélio.

Estrutura

Ao todo, 160 vagas foram oferecidas à comunidade no IEMA Itaqui-Bacanga. O prédio da unidade é dotado de salas de aula amplas e climatizadas, auditório e banheiros adaptados para receber alunos com deficiência.

Resultado de parceria firmada entre o Governo do Maranhão e a Vale, por meio do IEMA e Secretaria Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o prédio recebeu adequação no refeitório, urbanização da área e instalação de laboratórios para os cursos de eletrotécnica, eletromecânica, informática para internet e portos.

Investimentos

As obras foram iniciadas em novembro de 2017. O valor da reforma e ampliação está na casa de um milhão de reais. Já os laboratórios de física, química, biologia, matemática e informática tiveram o investimento de R$ 270 mil reais.

“Hoje, o IEMA é referência nacional e agora a área Itaqui-Bacanga terá essa oportunidade. A unidade se consolida enquanto instituição inovadora criada pelo Governo do Estado como a primeira rede de educação profissionalizante em tempo integral da história Maranhão. Este é o caráter singular do IEMA, a relevância e a importância que ele tem ao ofertar e democratizar a educação profissionalizante para a população do nosso Estado”, afirmou o reitor do IEMA, Jhonatan Almada.

A rede IEMA é formada por nove unidades plenas, localizadas nos municípios de São Luís, Axixá, Bacabeira, Pindaré-Mirim, Coroatá, Timon, São José de Ribamar, Santa Inês e São Luís (Itaqui-Bacanga). Serão inauguradas ainda este mês as unidades localizadas nos municípios de Matões, Brejo, Cururupu e Presidente Dutra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *