Ex-vereador desmente nota do prefeito de Bequimão ao blog Marrapá

Do blog Marrapá

Elanderson-ponte-beq-1O ex-vereador Elanderson desmentiu ontem em postagem no Facebook o direito de resposta do prefeito de Bequimão, Zé Martins (MDB), ao blog, sobre interdição de rua do centro da cidade para impedir a passagem das carretas com estrutura da ponte Central Bequimão.

A Guarda Municipal foi informada no dia anterior de que o comboio das carretas passaria pela Rua Barão do Rio Branco, entre 7h30 e 8h30, no dia 19, segundo o ex-parlamentar. Disse ainda que à Guarda Municipal foi solicitada a organização do trânsito na via.

“A interdição da principal entrada da cidade pelo prefeito foi medida totalmente arbitrária e desnecessária”, afirmou ele.

Elanderson garantiu que o percurso que seria realizado pelas carretas não prejudicaria a realização dos eventos de aniversário do município como argumentou o prefeito no Direito de Resposta.

De acordo com o ex-vereador, o evento foi realizado em frente à Prefeitura, na Praça Santo Antônio, que fica a aproximadamente 0,5 km de distância do percurso por onde passariam as carretas; os horários dos eventos (desfile, corridas) não coincidiriam com o momento da passagem das carretas e o trajeto da Rua Barão do Rio Branco até a Avenida Antônio Dino seria feito em cerca de cinco minutos.

“A atitude do prefeito de interditar a entrada principal da cidade foi um ato político totalmente descabido, provavelmente com a mesquinha intenção de esconder e omitir, uma vez mais, do povo de Bequimão as ações que o Governo Flávio Dino tem realizado em seu benefício, como já ocorreu em outras oportunidades”, disse.

As informações do ex-vereador são corroboradas por imagens divulgadas pelo radialista João Filho, assessor do prefeito. As fotos postadas no Facebook mostram que o evento foi realizado exatamente no local descrito por Elanderson e que na Rua Barão do Rio Branco praticamente não havia movimentação no horário do evento.

Polêmica sobre interdição de rua à parte, a população de Bequimão está ansiosa para saber o que pensa o prefeito Zé Martins acerca da ação judicial do MDB ao qual ele, Roseana Sarney e Michel Temer pertencem, que tenta paralisar as obras da ponte Central Bequimão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *