Bem-vindo, Lula! Parabéns, São Luís!

Robson PazROBSON PAZ

Em meio às comemorações pelos 405 anos, São Luís recebe o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Visita de elevada simbologia da luta e resistência contra o modelo de dominação, que marca a história do Brasil e do Maranhão.

São Luís fundada por franceses, invadida por holandeses e colonizada por portugueses teve sua construção, como de resto quase todo o país, sob a égide da exclusão social. Sobretudo, da população indígena e negra. A despeito da invisibilidade imposta pelos privilegiados, estes são protagonistas de nosso rico patrimônio sociocultural.

A presença de Lula em São Luís, neste momento, é simbólica. De retirante nordestino a presidente da República, Lula é um misto de sobrevivente e exemplo de superação, êxito sobre a política elitista e excludente do país, cuja principal característica é a negação de direitos. Como nenhum outro na história, este operário representou e realizou em grande medida o sonho de inclusão da maioria da população brasileira no orçamento da União.

Após experimentar crescimento com inclusão social nos governos Lula, o golpe, que retirou a ex-presidente Dilma Rousseff do poder, fez o Brasil retroceder sob uma agenda draconiana, patrocinada pelo grande capital e por interesses internacionais na exploração das riquezas e entrega do patrimônio nacional. A semelhança com o período colonial não é mera coincidência.

Não foi sem luta, suor e sangue dos povos indígenas e negros, que a bela São Luís foi erigida a partir do Forte de São Luís, em 1612. A capital de todos os maranhenses tem sua história marcada pela luta por direitos e liberdade. Na história recente, as greves de 1951 e 1979. A primeira, um movimento social contra o sistema de fraudulento e opressor; enquanto a outra se fez contra aumento abusivo e pelo direito à meia passagem levaram ludovicenses às ruas contra o poder dominante. Rebeldia política de quem jamais elegeu um prefeito apoiado pela dinastia Sarney, que dominou o estado por cinco décadas.

É esta São Luís que abraça o ex-presidente Lula na sua caravana da cidadania e justiça. Estarão juntos dois expoentes da política brasileira. Lula um dos melhores presidentes do nosso país. Idealizador e executor de políticas inclusivas, como Bolsa Família, Luz Para Todos, Prouni, Minha Casa Minha Vida, PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), das UPAs, das universidades públicas, que deram oportunidade aos mais pobres; Flávio Dino, que realiza uma gestão transformadora e inclusiva com programas, como Escola Digna, ampliação da rede de atendimento à saúde construção de hospitais regionais e da Força Estadual de Saúde, do Bolsa Escola, do Mais Asfalto, que urbaniza cidades e constrói estradas e pavimenta sonhos; do Pacto pela Paz, que investe como nunca antes na segurança pública; do olhar para aqueles que mais precisam.

Que a força e a rebeldia de nossa brava gente lance luz e esperança no reencontro do Brasil com a justiça social, a soberania e direitos para todos os brasileiros. Bem-vindo, Lula! Parabéns, São Luís!

Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.


Flávio Dino entrega CRAS, uniformes escolares e certifica alunos do IEMA Vocacional em Bequimão

Cras-Flavio DinoEm continuidade às políticas de prevenção de situações de vulnerabilidade e riscos sociais, o município de Bequimão recebeu um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), o 108º entregue pelo governador Flávio Dino. O novo prédio, totalmente equipado, terá capacidade para atender anualmente 750 famílias e substituirá uma estrutura, que era alugada pela Prefeitura de Bequimão.

O presidente do PCdoB de Bequimão, ex-vereador Elanderson, elogiou as ações desenvolvidas pelo governador Flávio Dino em Bequimão. “Feliz por participar da inauguração do CRAS de Bequimão. Parabenizo o Governador Flávio Dino e o secretário Neto Evangelista (Desenvolvimento Social) pela conclusão dessa importante obra. E, finalmente, felicito a população bequimãoense, a grande beneficiária, pelo recebimento de mais uma ação do Governo de Todos Nós”, afirmou.
netocras

Ainda durante sua passagem no município, o governador Flávio Dino reforçou a política de investimentos na educação, com a entrega de mais de dois mil uniformes escolares – para os alunos dos Centros de Ensino Aniceto Cantanhede e Manoel Beckman – e com a certificação de 80 alunos nos cursos de formação inicial e continuada da UV-IEMA, nas modalidades corte e costura e inglês básico.a834e230-2794-40dc-aec4-b0150cf6328c

A visita do governador Flávio Dino se encerrou no povoado Ramal de Quindiua, que foi beneficiado com a implantação de um sistema de abastecimento de água que levará qualidade de vida a centenas de famílias de Bequimão. A previsão é que nos próximos meses mais sete comunidades rurais do município também sejam beneficiados com melhoramento no sistema de abastecimento de água.


Obra na MA-106 atende à demanda histórica de moradores da Baixada Maranhense

04152_ma_014_cujupe_a_governador_nunes_freire.._6008685509616863895As obras de requalificação do Grande Eixo da MA-106, que liga Cujupe à Governador Nunes Freire, foram iniciadas na última terça-feira (29), em Pinheiro, logo após a Assinatura da Ordem de Serviço pelo governador Flávio Dino e o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.

São R$ 11,7 milhões de reais em investimentos para melhoramento e sinalização de 186 quilômetros da rodovia estadual. Os serviços consistem em duas frentes de trabalho: uma de Pinheiro até Cujupe e a outra de Pinheiro até Governador Nunes Freire.

“Nós já iniciamos a requalificação e a restauração do trecho que vai do Porto do Cujupe até Governador Nunes Freire”, diz Clayton Noleto. “São ações que se somam a outras, como a restauração que estamos fazendo entre Vitória do Mearim e Três Marias”, acrescenta.

De acordo com Noleto, assim como na Baixada Maranhense, a atual gestão trabalha intensamente em todas as regiões do Estado para elevar a qualidade de vida da população.

O investimento beneficia não só vários municípios da Baixada como facilita o acesso interestadual ao estado do Pará, como observa o morador de Pinheiro, Vandoval Rodrigues: “É uma obra de grande importância não só para Pinheiro como para todas as cidades da região”.

“A estrada interliga vários municípios como Pinheiro a Bequimão, Peri Mirim, Palmeirândia e também as cidades de Santa Helena e Governador Nunes Freire. É uma obra de extrema importância”, afirma Vandoval.

O Grande Eixo da MA-106 também é importante para o escoamento da produção agropecuária, da piscicultura e da criação de bubalinos, que é forte na região. O trecho ainda é bastante utilizado para o abastecimento de produtos alimentícios.

José Maria, que trabalha há 20 anos transportando sal de Pernambuco para a Baixada, aprova a iniciativa. “É uma boa ideia. Eu tenho negócio, vivo viajando e agora vai ficar melhor. Eu trabalho carregando sal, pego no Mossoró para vender aqui na Baixada”, explica.

Maria do Carmo Cardoso também se mostra animada com a recuperação da rodovia: “Estamos realmente ganhando um presente e temos que levar a sério o trabalho de um governo que se preocupa com a gente. É muito bom poder andar numa estrada que vai beneficiar todos nós”.

Mais investimentos
O Governo do Maranhão investe na melhoria da mobilidade na Baixada Maranhense com obras em outras estradas e a construção de pontes interligando regiões. Além da requalificação de trecho da MA-106, estão em andamento obras em dois trechos da MA-014: Vitória do Mearim à Três Marias e Pinheiro ao povoado Pacas.

Também neste dia 29, o governo entregou a Ponte do Balandro no município de Pinheiro e está construindo a Ponte sobre o Rio Pericumã, que ligará a cidade de Central do Maranhão à Bequimão.

A obra, de enorme complexidade por causa das condições do solo e da água, já está na finalização do estudo de solo para colocação das estacas de sustentação de ponte, que poderão chegar de 20 a 40 metros, a depender do ponto do rio. São 589 metros de extensão e R$ 68 milhões em recursos.

Os impactos serão profundos para os moradores das duas regiões, com a possibilidade de escoamento da produção pesqueira e agrícola. A ponte também diminuirá a distância entre Bequimão e Central em aproximadamente 150 quilômetros, ajudando a fortalecer o turismo ao facilitar o acesso ao Litoral Ocidental Maranhense.

Com a redução do percurso, ficará mais fácil chegar às cidades de Apicum-Açu, Bacuri, Serrano do Maranhão, Cururupu, Porto Rico, Cedral, Guimarães e Mirinzal, melhorando a mobilidade na região e também o acesso até o Pará.


Deu no Estadão: ‘A verdade venceu’

00710_bate_papo_com_o_governador_Flavio-Dino-foto_gilson_teixeira_9_6214427958782147792-633x390

Luiz Vassallo, Julia Affonso e Fausto Macedo

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), afirmou, em nota, nesta quarta-feira, 30, ter ficado ‘feliz’ com a rejeição, pelo Superior Tribunal de Justiça, de abertura de inquérito para investigar delações da Odebrecht que o mencionam.

Segundo o executivo José Carvalho Filho, ele teria recebido caixa dois de R$ 400 mil do Setor de Operações Estruturadas da empreiteira, conhecido como departamento de propinas.

O ministro relator do caso no STJ, Félix Fischer, alegou que não há indícios suficientes para embasar um inquérito a respeito do suposto repasse.

Em nota, o governador afirmou que a decisão da Corte ‘confirmou’ sua inocência ‘ao considerar improcedente a abertura de inquérito para apurar delações feitas sem qualquer base real ou nexo com a realidade’.

“O mesmo entendeu a Procuradoria Geral da República (PGR). Fico feliz de que a verdade tenha prevalecido, separando o joio do trigo”, ressaltou Dino.


STJ aponta inconsistência e arquiva acusação de delator contra Flávio Dino

governador-eleito-flavio-dino-1-e1416615703474101535O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, determinou o arquivamento da sindicância que tratava da delação de um ex-executivo da Odebrecht contra o governador Flávio Dino. A decisão foi dada após a Procuradoria Geral da República pedir o arquivamento do caso por falta de consistência.

O delator José de Carvalho Filho havia dito que Dino, quando era deputado em 2010, tinha atuado em favor de um projeto de interesse da Odebrecht em troca de doação eleitoral. Mas a acusação se baseava em contradições e nenhuma prova ou mesmo indício foi apresentado.

Na decisão, o ministro relator do caso ressaltou que o Ministério Público Federal considerou que a delação não serve “nem à deflagração de uma investigação criminal, nem muito menos, à uma ação penal”, justamente pela falta de elementos razoáveis.

Felix Fischer lembrou que o delator disse que enviou dinheiro de campanha para o então deputado federal, mas que o próprio acusador afirmou não saber quem entregou o valor. E que também não sabia onde a entrega teria sido feita.

O ministro cita a conclusão do Ministério Público de que “há uma dificuldade praticamente intransponível de se buscar uma prova autônoma do efetivo pagamento. O colaborador não sabe o endereço que teria sido passado por Flávio Dino e não tem ideia de quem teria entregue o dinheiro”.
Contradições

Além da contradição citada pelo ministro do STJ, a delação de José de Carvalho Filho tinha muitas outras contradições. Segundo o delator, Flávio Dino teria agido em favor da Odebrecht por meio de um projeto de lei em 2010. Mas Dino nunca atuou na proposta.

Ele chegou a ser relator do projeto, mas nunca apresentou nenhum parecer sobre ele. Ou seja, não teve nenhum envolvimento no projeto.

O delator tentou justificar essa contradição dizendo que Dino indicaria o colega Chico Lopes para assumir a relatoria da proposta na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Mas quem indica o relator dos projetos é o presidente da CCJ, cargo que não era ocupado por Dino. Ou seja, ele não tinha poder para indicar ninguém para o cargo de relator. A contradição se manteve.

A versão do delator se mostrou ainda mais frágil porque o projeto de lei foi arquivado ainda no ano de 2010. Portanto, nunca houve favorecimento à Odebrecht por meio desse projeto. (Do Blog do John Cutrim)


Em vez de bombas de gás, direitos e serviços

Robson PazROBSON PAZ

Era início de tarde do dia 30 de julho de 2010. À margem do rio Itapetininga, após ato político e caminhada, na cidade de Bequimão, o então candidato ao governo Flávio Dino afirmou em tom profético: “Eu vou construir e inaugurar esta ponte”. Afirmação feita a uma cética senhora, que disse não acreditar mais na construção da ponte do Balandro, cujas obras iniciaram dias antes em ação eleitoreira da ex-governadora Roseana Sarney. A ponte foi mais uma entre tantas obras da época, que consumiram recursos públicos sem sair do papel.

Indignados com o descaso, milhares de bequimãoenses foram às ruas na maior manifestação realizada no município contra a paralisação das obras, em 2011. As respostas da ex-governadora foram bombas de gás, cassetetes e voos rasantes do helicóptero da polícia, além de promessas, aditivos e nada mais.

Pois bem, após assumir o governo, em 2015, Flávio Dino determinou a construção da ponte, que liga a sede do município de Bequimão a mais de 10 povoados e beneficia mais de 5 mil pessoas.

Por mais de uma década parte da população usou uma ponte improvisada, de madeira, que mais parecia a ‘ponte do rio que cai’, aquela do quadro de programa televisivo.

Agora, o governador Flávio Dino entrega a obra sonhada e reivindicada pela população. O município também recebe o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS). O equipamento atenderá cerca de 750 famílias em situação de vulnerabilidade social, por ano. Em todo o estado, foram entregues mais de 110 CRAS e CREAS pelo atual governo.

O governador entregará ainda cinco sistemas de abastecimento de água, pondo fim à via crucis de parte da população, que recorre aos cacimbões para obter água potável.

Mais de 2.276 uniformes gratuitamente para alunos das escolas da rede estadual localizadas em Bequimão. Em todo o Estado, mais de 750 mil fardamentos foram distribuídos.

A educação profissionalizante é outra semente plantada pelo governo em Bequimão. O município tem uma unidade vocacional do Iema (Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão). Centenas de alunos já concluíram cursos técnicos em Agricultura Orgânica, Alvenaria, Inglês Básico e Intermediário. É mais conhecimento e oportunidade para jovens e adultos.

Outras 6,5 mil crianças e adolescentes são beneficiados com o programa Bolsa Escola, que oferta recursos para a aquisição de material escolar. São meninos e meninas, que muitas vezes deixavam de ir à escola por falta de materiais básicos, como caderno, lápis, mochila, sapato.

Está em construção a sonhada ponte Central-Bequimão, que vai impulsionar o desenvolvimento do município e de toda a região do Litoral Ocidental Maranhense. Vai potencializar o turismo, escoamento da produção pesqueira, assegurar mais mobilidade e qualidade de vida à população.

Mudança é isso. Em vez de bombas de gás, direitos e serviços para a população.

Como ensinava João do Vale canto com alegria a nossa terra de Tapuitininga. Viva Bequimão! Viva o Maranhão de todos nós!

Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM


Flávio Dino entrega ponte em Bequimão e encerra décadas de espera dos moradores

O governador Flávio Dino entregou na manhã desta terça-feira (29) a Ponte do Balandro, em Bequimão. A inauguração encerra uma espera de décadas por parte dos moradores.

Toda em concreto armado e construída sobre o Rio Itapetininga, a ponte recebeu investimentos do Governo do Maranhão de mais de R$ 2,9 milhões. A nova estrutura mede 72 metros de comprimento e 12 metros de largura, com duas pistas para veículos e uma passarela de cada lado para pedestres.

Além dos moradores da sede, a construção beneficia também os povoados Santa Vitória, Barroso, Floresta, Santana, Centrinho de Santana, Juraraitá, Beirada, Cai-Cai, Iribuí, Itaputíua, Calhau, Ponta do Soares, Carrapicho e Sassuí A ponte também encurta a distância para quem mora na região de Jacioca, alcançando milhares de pessoas. “Essa ponte vai ajudar toda a Baixada aqui de Bequimão”, diz Elivan Pereira, pescador e morador do povoado Marinho.

DIZlxmmXYAArS0V


Governador Flávio Dino inaugura Ponte do Balandro, nesta terça (29)

Ponte do Balandro construída e pavimentada pelo governo Flávio Dino

Ponte do Balandro construída e pavimentada pelo governo Flávio Dino

O governador Flávio Dino inaugura, nesta terça-feira (29),  a ponte do Balandro sobre o Rio Itapetininga, localizada no município de Bequimão.

Com recursos do tesouro estadual no valor de  R$ 2.938.787,80, a construção da ponte atende a um anseio antigo da população do município que ligará o Centro aos povoados de Balandro, Benfica, Santa Vitória, Barroso, Floresta, Centrinho, Beirada, Jurairaitá, Calhau, Ponta do Soares, Itaputiua, Iriritiua, Santana, dentre outros.

A construção da ponte de 72 metros facilitará o escoamento da produção de 18 comunidades rurais que concentram 40% da população daquele município e tornará mais barato em até 50% o custo de entrega de produtos como materiais de construção e eletrodomésticos para esses povoados.

A ponte encurtará a viagem entre as 18 comunidades e a sede de Bequimão em até 23 quilômetros, o que promete uma melhoria significativa no município, tanto no deslocamento de pessoas quanto no escoamento da produção agrícola e pesqueira.

Segundo a secretária de estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina, essa obra causará impactos significativos na economia local e na criação de novas oportunidades de negócios. Como a localidade possui carência na infraestrutura, a ponte proporcionará melhoria na mobilidade do município, com forte impacto na qualidade de vida da população.

SERVIÇO:
O QUE : Inauguração da Ponte do Balandro ;
QUANDO: Nesta terça (29), às 8h30;
ONDE: Bequimão-MA.