Com Flávio Dino, nota das escolas do Maranhão sobe 21% e atinge maior nível da história

Dino AlunosO Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Ensino Médio da rede pública maranhense subiu de 2,8 para 3,4 entre 2013 e 2017, de acordo com dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (3). O aumento foi de 21% nesse período. É a maior nota da história no Maranhão.

O Ideb representa a nota que o ensino de cada Estado recebe. O responsável pelos dados é o Ministério da Educação. O índice é medido a cada dois anos.

Em 2015, no primeiro ano de Governo de Flávio, o Ideb tinha aumentado de 2,8 para 3,1, revertendo a queda registrada no governo anterior.

Ou seja, a nota do Ensino Médio público do Maranhão aumentou nas duas avaliações feitas desde que Flávio Dino assumiu o governo. É a única vez em que esse índice subiu duas vezes seguidas no Estado.

O Governo do Estado é responsável por 97% das matrículas no Ensino Médio.

Escola Digna

O Ideb do Maranhão subiu em 2015 e 2017 porque Flávio Dino adotou uma série de mudanças profundas logo que tomou posse. O carro-chefe das transformações foi o Escola Digna, que já construiu e reformou mais de 800 colégios no Maranhão.

O programa também valorizou os professores, com treinamentos e salários. O Maranhão paga o maior salário para professores em início de carreira com licenciatura plena e jornada de 40 horas semanais. São R$ 5.750,83. Nenhum Estado em todo o Brasil tem uma remuneração como essa.


Flávio Dino: Educação como prioridade de verdade

Flavio Dino-educaçãoPor Flávio Dino

Nesses quase quatro anos, nosso governo entregou milhares de obras. Mas as que mais me emocionam sempre são as Escolas Dignas. Ali, onde havia antes taipa, símbolo material do descaso da oligarquia, ergue-se uma escola de verdade, de alvenaria, com ventilação, banheiro, água. Uma escola digna de nossa gente, que por cinco décadas lutou contra desmandos. É por isso que eu construo e reformo escolas, enquanto antes os governantes se preocupavam com palácios e banquetes.

Governamos com o coração de quem sofre junto com as pessoas. Aposto que a Educação está sendo o grande trampolim da transformação do Maranhão. É só olhar nossos estados vizinhos que, após a libertação do jugo oligárquico, investiram em educação. No espaço de uma geração conseguiram mudar substancialmente a qualidade de vida da população.

É por isso que, ainda em 2015, lancei o programa Escola Digna, que abrange uma série de ações voltadas à educação de qualidade. Do programa, as construções que substituem as antigas escolas de taipa são a parte mais visível e simbólica. Já entregamos mais de 800 novas escolas, construídas, reconstruídas e reformadas. Mas há todo um pacote que dá suporte à melhoria da educação. Investimos também em transporte escolar com a entrega de mais de 80 ônibus para apoiar o trabalho das prefeituras e com o Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (PEATE). E entregamos mais de 700 mil uniformes para nossos alunos.

Também investimos na valorização dos professores, implantando a carreira de 40 horas semanais, na qual pagamos hoje o maior salário do país. A qualificação do corpo docente é uma meta permanente: oferecemos cursos para mais de 50 mil professores, da rede estadual e das redes municipais.

Temos também o Bolsa Escola, que pelo terceiro ano garantiu a compra de material escolar para centenas de milhares de alunos. Foram investidos até agora R$ 150 milhões somente neste programa, estimulando também a economia e o emprego em mais de 1.000 estabelecimentos comerciais que vendem o material escolar.

Criamos uma rede inédita de educação em tempo integral. Já são mais de 40 escolas desse tipo funcionando, incluindo os IEMAs, que garantem o ensino profissionalizante no Maranhão. O Aulão do Enem, o Cidadão do Mundo, o programa Mais Estágio e nossos programas que alfabetizaram mais de 40 mil adultos, todos fazem parte da revolução que estamos fazendo na Educação do Maranhão.

Os resultados já estão sendo colhidos. Entre 2013 e 2015, a nota do Maranhão no Ideb – o principal indicador da educação básica no país – aumentou 11%. E neste ano vamos aumentar ainda mais a nota.

Comungo da ideia de que a Educação é a única forma de enfrentarmos o maior problema do Brasil, que é a desigualdade: poucos com muito e muitos com quase nada. E é exatamente a Educação o único investimento capaz de desenvolver nosso Estado de forma sustentável e justa. Faço questão de transformar essa convicção, que é prioridade no campo das ideias, em prática cotidiana.

Advogado, 50 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal.


Sonho realizado! Governo Flávio Dino entrega Escola Digna em Marajatiua Bequimão

WhatsApp Image 2018-08-15 at 22.48.19 (2)“Vai melhorar porque não tinha banheiro. Agora tem água na pia. Antes, não tinha. Estou achando muito bonito o colégio”, a inocente definição da pequena Priscila sobre a Escola Digna inaugurada no povoado de Marajatiua sintetiza a grandiosidade do programa do governo Flávio Dino, que substitui escolas de taipa por alvenaria e leva dignidade para alunos e professores.

Na comunidade, distante cerca de 25 Km da cidade de Bequimão, a escola era precária. A nova estrutura empolgou também os pais dos alunos de Ensino Fundamental. “Antes não existia e hoje já tem, graças a Deus e ao governador Flávio Dino. Essa escola maravilhosa. O governo faz muito para todos. Não faz só pra rico, mas pros pobres que mais precisam”, comemorou José Damasceno, pai de aluna.WhatsApp Image 2018-08-15 at 22.48.19 (1)

A gestora da escola, Solange, agradeceu as novas instalações. “Era difícil ver governantes olhando para nós, que moramos em povoados distantes.”, disse.

O secretário Felipe Camarão (Educação) afirmou que o programa Escola Digna foi idealizado pelo governador Flávio Dino para melhorar a educação do Estado e garantir que alunos e professores tenham as melhores condições para desenvolver suas atividades, além de apoiar os municípios. “Estivemos em Bequimão, para entregar aos moradores do povoado Marajatiua, a segunda Escola Digna da semana. O novo prédio da Unidade Integrada Sumaúma agora traz conforto e melhores condições de ensino aprendizagem para todas as crianças da comunidade”.Escola Digna-Robson Paz

O secretário adjunto de Comunicação e diretor da Rádio Timbira, Robson Paz, falou sobre a gratidão dos bequimãoenses ao governador Flávio Dino. “Nunca um governo fez tanto e em tão pouco tempo por Bequimão”. Citou o IEMA Vocacional, Bolsa Escola, CRAS, Sistemas de Abastecimento d’Água, ponte do Balandro, Canais da Produção, Academia da Saúde e a ponte Central Bequimão. “Só um governo que trabalha com amor à população é capaz de fazer obras como essa que leva dignidade e conhecimento para gerações”, discursou.WhatsApp Image 2018-08-15 at 22.48.19 (3)

Participaram do evento o prefeito Zé Martins (PMDB), o vice-prefeito Magal (PT), o ex-prefeito Leonardo Cantanhede (PSDB), ex-vice-prefeito César Cantanhede (PSDB), os vereadores Fredson (PCdoB), Raquel (PSDB), Valmir e Jorge Filho (PP), Vetinho (MDB), ex-vereadores Elanderson, Barbosa e Filuca; o gerente regional de Educação, Ribinha, além de secretários municipais, lideranças políticas e comunitárias.


Governo inaugura Escola Digna em Bequimão, nesta quarta-feira (15)

EScola Digna Marajatiua13O governo do Estado inaugura Escola Digna, no povoado Marajatiua, em Bequimão, nesta quarta-feira (15), às 9h. A informação foi confirmada pelo secretário Felipe Camarão (Educação) em seu perfil nas redes sociais.

“Boa noite para você que tem um governo que, só nesta semana que se inicia, irá inaugurar SEIS escolas dignas e DOIS faróis do saber. Receberão as obras: Turiaçu, Bequimão, Nina Rodrigues, Itapecuru, Timbiras e Chapadinha”, tuitou o secretário.

A escola terá salas de aula, banheiros, pátio, direção.

A obra integra o programa Escola Digna, criado pelo governador Flávio Dino, que substitui escolas de taipa, barro e palha por escolas de alvenaria.

Mais de 700 escolas já foram construídas, reformadas ou reconstruídas em todo Estado.

O investimento para construção da escola no povoado de Marajatiua é de R$ 347 mil e vai beneficiar alunos do povoado e região.

Também está em construção uma unidade do Escola Digna no povoado Santa Rita em Bequimão.


Rei Zulu será embaixador de Esportes Educacionais do Maranhão

zuluO lendário lutador de vale-tudo Rei Zulu será embaixador de Esportes Educacionais da Secretaria de Estado da Educação. O anúncio foi feito pelo secretário Felipe Camarão (Educação) nas redes sociais, após visita ao lutador bequimãoense.

“O embaixador dos Esportes Educacionais da Seduc dispensa apresentações. Rei Zulu muito nos honra em ter aceitado o nosso convite. Hoje fui visitá-lo e tive a felicidade de conversar um pouco com essa lenda do Vale-Tudo”, escreveu Felipe Camarão.

Rei Zulu ficou famoso por viajar o Brasil inteiro, desafiando lutadores do Brasil e de outros países. Em 1980, depois de 17 anos de competição, Rei Zulu era considerado invicto após 150 lutas. Na carreira, foram 155 vitórias e apenas 10 derrotas.


Vereador Fredson propõe audiência pública sobre transporte escolar em Bequimão

Do Blog do Jefferson Cantahede

Na sessão ordinária realizada pela Câmara Municipal de Bequimão, no dia 08/06, o Vereador Fredson (PCdoB) apresentou requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para buscar soluções para os problemas do transporte escolar no município.

fredson-requerimento

Ao justificar seu requerimento, Fredson disse que são várias as reclamações que tem recebido quando a precariedade do transporte escolar ofertado pela prefeitura aos alunos da rede municipal e estadual e que ultimamente os ônibus escolares já não conseguem nem completar seu itinerário, pois quebram durante as viagens, numa clara demonstração de que a prefeitura não tem feito a manutenção da frota de ônibus escolares que possui. Essa falta de transporte tem prejudicado os estudantes, que perdem aulas, provas, ou seja, não participam com continuidade das atividades escolares, e também prejudica financeiramente os seus país que acabam tendo que transportar seus filhos até a escola ou pagar alguém que transporte, gerando mais gasto no seu orçamento familiar.

Transporte escolar

O vereador ainda relatou que recentemente acompanhou vários pais de alunos da região Jacioca e Mojó que foram até o Ministério Público denunciar a falta prestação de serviços de transporte escolar.

Fredson finalizou sua justificativa dizendo que espera que com a realização da audiência pública do transporte escolar os problemas sejam solucionados. “Objetivo da realização dessa audiência pública é a busca de forma conjunta da resolução dos problemas hoje existentes no transporte escolar com a maior brevidade possível”, disse  o vereador

Requerimento-Fredson

O requerimento apresentado por Fredson, até o momento, foi subscrito pelos vereadores Valdenor Abreu (PMDB), Danilo Gusmão (PDT), Raquel Paixão (PSDB), e Thiago Almeida (PRTB).

O presidente da Câmara, vereador Amarildo, deve colocar o requerimento para discussão e votação na pauta da ordem do dia para a próxima sessão ordinária que acontecerá na próxima sexta-feira, dia 15/06.


Alunos do Manuel Beckman e Aniceto Cantanhede recebem novas carteiras escolares

Carteiras escolaresEstudantes e professores dos Centros de Ensino Médio (CEM) Manuel Beckman e Aniceto Cantanhede do município de Bequimão receberam novas carteiras, mesas e ventiladores.
O material encaminhado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) é resultado de reivindicações apresentadas  por alunos, professores e gestores escolares durante visita do subsecretário Danilo Moreira (Educação) e secretário adjunto  e diretor da Rádio Timbira, Robson Paz (Comunicação).
Para o Manuel Beckman foram disponibilizadas 150 carteiras para alunos, oito mesas para professores e 11 ventiladores.
O CEM Aniceto Cantanhede recebeu 100 carteiras para alunos, cinco mesas para professores e oito ventiladores.
Danilo-Bequimão
Das 100 carteiras do Aniceto Cantanhede foi entregue metade e o restante será transportado, nos próximos dias.
Atualmente no Aniceto Cantanhede funcionam oito turmas à tarde, enquanto no Manuel Beckman funcionam 23 turmas, sendo nove turmas pela manhã e tarde e cinco turmas pela noite.

Abertas inscrições para contratação de professores do Ensino Médio

EducaçãoA Secretaria de Estado da Educação (Seduc) abriu, nesta semana, as inscrições para Processo Seletivo Simplificado para Contratação Temporária de 219 professores e formação de Cadastro Reserva, para atuarem no Ensino Médio Regular, das escolas estaduais situadas nos municípios, nas zonas urbanas e rurais, das 19 Unidades Regionais de Educação (UREs).

As inscrições podem ser realizadas até às 23h e 59min de sexta-feira (11), exclusivamente no endereço eletrônico da Seduc (www.educacao.ma.gov.br), e a entrega dos documentos e títulos, acompanhados da Ficha de Inscrição, gerada via internet, deve ser realizada nas sedes das UREs até as 19h do dia 14 de maio de 2018.

O candidato deve entregar a Ficha de Inscrição em envelope pardo, tamanho ofício, contendo a cópia dos seguintes documentos, acompanhado dos originais: Carteira de Identidade; CPF; Título de Eleitor; Certificado de reservista (para o sexo masculino); comprovante de quitação eleitoral; comprovante de residência em nome do candidato ou declaração do responsável pelo comprovante de residência; documentos de comprovação dos Requisitos Básicos e dos Títulos e Experiência Docente, de acordo com o contrato pleiteado.


Começam etapas regionais do Emaranhando Sonhos

Grêmios estudantisCerca de 250 estudantes e a representação de 19 grêmios estudantis das escolas da Unidade Regional de Educação de Itapecuru-Mirim participaram, nesta quarta-feira (9), da etapa regional do Projeto Emaranhando Sonhos: I Encontro Estadual de Grêmios Estudantis do Maranhão, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com outros órgãos do Governo do Estado.

Com o objetivo de fortalecer ações voltadas à formação cidadã e ao protagonismo dos estudantes, durante o encontro foram ministradas oficinas para estudantes e professores nas seguintes temáticas: cultura, participação e cidadania, saúde, orçamento e Ouvidoria, robótica, gênero e projeto de vida.

A presidente do grêmio estudantil do Centro de Ensino (CE) Newton Neves (Itapecuru), Ananda Beatriz, destacou a importância do encontro. “É um privilégio representar a minha escola e participar de momentos como esses, para discutirmos os projetos que irão melhorar o nosso ensino”, disse.

Para Washington Luís, presidente do Grêmio do CE Prof. Luís Pinho Rodrigues, em São Benedito do Rio Preto, é fundamental a realização do encontro de grêmios com vistas ao debate de ideias. “Aqui a gente expõe nossas ideias, apresentamos as nossas demandas, enfim, temos muito a ganhar, porque o futuro do Brasil são os jovens e, por isso, devemos participar sempre de momentos como esses”, ressaltou.

“A ideia é fomentar a criação de centenas de grêmios no estado e colocar o estudante no centro das decisões da escola como protagonista do seu destino, mas, também, como protagonista da educação de qualidade que o governador Flávio Dino está construindo no Maranhão”, enfatizou Ismael Cardoso, secretário adjunto de Programas e Projetos Especiais da Seduc.

Preparatórias para o I Encontro Estadual de Grêmios, as etapas regionais serão realizadas nas 19 Unidades Regionais de Educação (UREs), até o dia 13 de junho, reunindo estudantes de escolas de cada unidade. Participam dos encontros as Secretarias de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Mulher (SEMU), Saúde (SES), Juventude (Seejuv), Viva/Procon e o IEMA.

Nesta quinta-feira (10) será a vez da regional de Chapadinha, com o encontro que será sediado no CE Dr. Otaviano Vieira Passos. Na próxima semana os encontros serão realizados nas cidades de Balsas e Barra do Corda, na o dia 15 (quarta-feira), e Presidente Dutra e São João dos Patos, no dia 17 (sábado).

Em cada regional serão eleitos os delegados municipais que irão representar os grêmios das escolas do seu município no I Encontro Estadual, previsto para acontecer de 20 a 22 de junho, quando devem participar aproximadamente 15 mil estudantes.


Prorrogado prazo para inscrição nos editais ‘Juventude com Ciência’ e ‘Com Ciência Cultural’

Ciência CulturalO Governo do Estado prorrogou o prazo para que estudantes e professores de escolas de Ensino Médio, se inscrevam nos editais ‘Juventude com Ciência’ e ‘Com Ciência Cultural’, que têm como objetivo, apoiar projetos de caráter extensionista e que favoreçam a integração entre a escola e iniciativas culturais da comunidade, para alunos do Ensino Médio, Técnico, EJA e Programa de Educação Indígena. As iniciativas são realizadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) em parceria com as secretarias de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Educação.

As inscrições das propostas de projetos, para o edital Juventude com Ciência, que encerraram no último dia 30, podem ser enviadas até o dia 4 de maio. Já para o edital Com Ciência Cultural, as inscrições que foram encerradas no dia 2 de maio, agora podem ser enviadas até o dia 16.

Para inscrever-se e submeter um projeto em ambos os editais, o professor/proponente deve fazer seu cadastro no Sistema Patronage (www.fapema.br/patronage).

Juventude com Ciência
O edital contribui para a formação de estudantes vinculados às instituições da rede pública, por meio da mobilidade para o desenvolvimento de projetos de caráter extensionista que contribuam para a melhoria dos indicadores sociais do Maranhão, através da criação de caravanas que levem estudantes do Ensino Médio para realizar atividades de extensão escolar nos municípios inseridos no plano Mais IDH do Governo do Estado.

Os recursos financeiros destinados ao edital são de R$200 mil, por meio da linha de ação “Popularização da Ciência” e no âmbito do programa “Mais Divulgação”. O valor máximo de cada projeto é de até R$ 6 mil – sendo R$ 4.200 mil em auxílio para o desenvolvimento dos projetos de extensão e R$ 1.800 mil para pagamento de bolsas.Cada projeto terá a inclusão de até dois professores e no mínimo 6 e máximo 8 alunos. Cada professor receberá uma bolsa de R$ 400 e para cada aluno, será paga uma bolsa de R$ 150, todas em parcela única para custeio das despesas durante o período de realização das ações no município beneficiado pelo edital.

Com Ciência Cultural
O edital tem como objetivo apoiar projetos que contribuam para a integração entre escolas e iniciativas culturais atuantes nas comunidades incentivando a realização de projetos artísticos e culturais, de maneira a contribuir na formação de sujeitos de cidadania ativa.

Entende-se por Iniciativa Cultural, de caráter pedagógico, pessoas físicas ou jurídicas, grupos artísticos formais ou informais, coletivos culturais que trabalhem com artes visuais, circo, culturas  indígenas, culturas  populares, cultura digital, dança, leitura, moda, música, teatro, entre outras.Os recursos financeiros destinados ao edital são de R$400 mil, por meio da linha de ação “Popularização da Ciência” e do Programa “Mais Cultura”. O prazo de execução das propostas será de no mínimo seis e no máximo 10 meses. O valor máximo de cada projeto é de até R$ 15 mil.