Governo antecipa pagamento de servidores estaduais para esta sexta-feira (28)

Flavio sensacionalO Governo do Maranhão antecipará, mais uma vez, o pagamento dos servidores públicos estaduais, disponibilizando na nesta sexta-feira (28), o salário referente ao mês de abril. O pagamento seria efetuado no dia 1º de maio, mas, devido à viabilidade financeira do Estado, será antecipado. A determinação foi anunciada no sábado (22), pelo próprio governador Flávio Dino.

“Iremos pagar a folha de abril dos servidores do Governo do Maranhão no próximo dia 28”, informou o governador.

O pagamento será realizado antes do previsto no calendário elaborado para o ano de 2017, que antevê sempre os dois primeiros dias úteis do mês subsequente ao trabalhado.

Os servidores podem acessar a versão digital do contracheque, por meio do site da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep) ou através do aplicativo Portal do Servidor. Para tanto, é necessário apenas senha de acesso, que pode ser cadastrada presencialmente na sala do Portal do Servidor (localizada no Edifício Clodomir Milet, s/nº, térreo), ou pelos telefones: 3131-4191 ou 3131-4192.

O servidor que ainda não possui senha, também poderá, a partir de agora, criá-la diretamente no site da Segep/Portal do Servidor. Ao clicar no botão ‘Primeiro acesso’, e, em seguida informar o seu CPF, o servidor interessado será direcionado para uma tela com uma sequência de dados pessoais, que deverão ser confirmados para efetivar a criação do seu acesso ao contracheque.


Maranhão escreve certo, no Brasil de linhas tortas

untitledROBSON PAZ*

O Brasil vai mal. Contas públicas desequilibradas, economia estagnada. Crise na segurança pública, na educação e na saúde da maioria dos estados. A instabilidade política e econômica impede o país de retomar o crescimento, em curto prazo.

A desigualdade aumenta. O governo federal reduz investimentos e, por consequência, direitos e oportunidades. Tudo isto afeta os brasileiros em todos os estados, sobretudo, aqueles que mais precisam.

Contudo, a acertada política econômica e social executada pelo governador Flávio Dino tem freado em grande medida os efeitos da crise no Maranhão. Por isso, estamos entre os estados com os melhores níveis de equilíbrio fiscal.

Êxitos constatados em relatórios do Banco Central (BC) e da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgados na semana passada. O BC aponta o Maranhão entre os dez estados com melhor situação fiscal e a Firjan classifica o estado como o segundo melhor desempenho em gastos de pessoal, pagamento de dívidas e investimentos.

O reconhecimento à acertada política fiscal é alvissareira. Melhor é ver que a ação do governo é ainda mais ousada na política social, com investimentos importantes na educação, saúde e segurança. Enquanto o governo federal extingue programas como “Ciência Sem Fronteiras”, nosso estado oferece oportunidade e conhecimento para jovens estudantes com o “Cidadão do Mundo”. Nos últimos dias, 70 alunos egressos da rede pública embarcaram para intercâmbio na Argentina e Canadá. Está em curso o maior programa educacional do estado com construção, reforma e reconstrução de 574 escolas dignas. Os professores foram os únicos da rede estadual a terem reajuste este ano e estão entre os mais bem pagos do país.

O Maranhão que em toda a história jamais teve escola em tempo integral tem 18 em pleno funcionamento. As duas últimas inauguradas em Timon. Um Núcleo de Educação Integral e uma unidade do IEMA (Instituto de Ciência, Educação e Tecnologia). Este, outra iniciativa inédita, que oferece ensino profissionalizante. A meta são 23 unidades até 2018.

Na segurança, o Maranhão alcançou o maior contingente policial de sua história. Mais de 12 mil policiais militares, após a contratação de mais de 3 mil policiais em apenas dois anos e três meses. Com reajuste em maio, os policiais maranhenses estarão entre os mais valorizados do país.

A saúde saiu da UTI. Foram inaugurados cinco hospitais regionais de média e alta complexidade nos municípios de Pinheiro, Caxias, Imperatriz, Santa Inês e Bacabal. A Força Estadual de Saúde fez 500 mil atendimentos nos 30 municípios mais pobres. O governo apoia os municípios, inclusive com a aquisição de ambulâncias.

O Bolsa Escola beneficia 1,2 milhão de alunos, que recebem crédito para aquisição de material escolar. Atenção que vai da educação infantil ao ensino superior com a criação da UemaSul, na região Tocantina.

Assim, o Maranhão mostra que é possível com política justa, humana e transparente trilhar o caminho certo, mesmo nas tortas linhas traçadas no Brasil.

*Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Rádio Timbira AM.


Turismo e empregos

Por Flávio Dino

Flavio sensacionalTodos sabem a enorme capacidade que o turismo tem de gerar empregos. Há Nações que vivem primordialmente dessa atividade. O nosso Estado agora tem uma estratégia clara de atração de turistas e temos convicção de que os resultados virão com grande intensidade. Destacamos investimentos em infraestrutura e em promoção turística como essenciais para mais esse passo no nosso projeto de desenvolvimento do Maranhão.

Nosso estado concentra em sua extensão territorial parte importante da diversidade natural do Brasil. Da transição do Cerrado para a Amazônia até nosso belo litoral, a diversidade de paisagens é temperada por sotaques, músicas e sabores únicos de nossa gente. Neste cenário de naturezas e culturas diversas, dá-se a história de um povo que luta diariamente por transformação, enquanto preservamos nossas tradições. Esse é o cartão postal que passamos a mostrar ao mundo com mais competência, inclusive com o lançamento de nossa nova marca de promoção turística: “Maranhão, Terra de Encantos”. A marca contém a bela evocação de nossos principais ativos estratégicos no turismo, a exemplo dos Lençóis Maranhenses.

Uma amostra de todos esses atrativos foi levada esta semana que passou à WTM Latin America – uma das principais feiras de turismo do mundo, que se realiza em São Paulo. Lá foi feito o lançamento da nova marca de promoção turística do Maranhão, em um belo estande que oferecia material com informações e fotos sobre nossos principais destinos. Ainda em São Paulo, fizemos uma ação promocional no Mercado Municipal, em parceria com a prefeitura de São Luís, envolvendo gastronomia, música e dança. Tem sido assim o ano inteiro: o Maranhão presente nos principais eventos promocionais para empresas e profissionais do turismo, com crescente destaque.

A divulgação turística do Maranhão em todo o país soma-se ao esforço que temos feito para garantir a qualificação dos roteiros de viagem em nosso estado. Estamos investindo para garantir um acesso seguro aos turistas que vão visitar as diferentes cidades do Parque Nacional dos Lençóis. A estrada de Santo Amaro já está com mais da metade da obra concluída, passando agora pela etapa de pavimentação de 39 quilômetros. Ainda mais avançada está a estrada em Paulino Neves, que será pavimentada neste ano, e a ponte sobre o Rio Novo, que está sendo substituída por uma nova. A antiga estrutura, que foi condenada, está sendo trocada por uma nova, com 140 metros de extensão e 12 metros de largura. Essa ponte é fundamental para a ligação entre os Lençóis e o nosso Delta do Parnaíba, e de lá até o litoral do Ceará, de onde vem muitas turistas aos Lençóis.

Também está em obras a MA-312, conhecida como Estrada do Caranguejo, em Araioses. Em Tutóia, já foram implantados 10 mil metros de rede de distribuição de água e em maio concluiremos a primeira etapa da obra, garantindo a melhoria do abastecimento de água para moradores e turistas. Em Barreirinhas, estamos instalando a Companhia de Policiamento especializada em turismo, além da recuperação da entrada da cidade.

A partir de junho, esses trabalhos vão aumentar e atingir outras cidades, melhorando o acesso aos nossos principais produtos turísticos, além das reformas em nossas Casas de Cultura – que estão em andamento. Por exemplo, restauramos o Convento das Mercês que, vítima de absurdo abandono, estava prestes a desabar. E garantimos a reabertura da Casa de Cultura Josué Montello, no ano do seu centenário.

Além dos recursos do estado, contamos com investimentos privados, como a recente inauguração do Centro Cultural da Vale, a partir da recuperação de um prédio histórico. Um novo ponto a ser visitado pelos turistas e também por todos nós. Menciono também o apoio que estamos dando ao PAC Cidades Históricas do Governo Federal, no qual já investimos mais de R$ 10 milhões de recursos estaduais.

Cada um de nossos atrativos turísticos está sendo transformado em vetores de desenvolvimento em todo o estado. O turismo tem essa característica de garantir possibilidades econômicas às mais diversas regiões e oportunizar negócios para pequenos e médios empresários da cadeia do turismo – hotelaria, alimentação, artesanato e pequenos empreendedores. Que possamos trilhar esses caminhos, oferecendo beleza e paz aos turistas e fazendo de nosso estado um lugar melhor para todos.

Advogado, 48 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal.


Unidade do Procon/MA em Pinheiro tem nova coordenação e recebe melhorias

O Instituto de Promoção e Defesa ao Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) no município de Pinheiro, na Região da Baixada Maranhense, recebeu um novo veículo para a realização de suas atividades. A entrega do equipamento foi realizada, nesta sexta-feira (31), pelo presidente do Instituto, Duarte Júnior, durante a apresentação do novo coordenador da unidade, o advogado Ítalo Sodré.

Duarte Júnior ressaltou que a nova coordenação dará continuidade ao trabalho efetivo que está sendo realizado desde o início da gestão, em 2015. “Nosso objetivo é expandir os serviços, com a mesma qualidade da sede, para todas as regiões do Maranhão. Assim, seguindo a diretriz do governador Flávio Dino, é possível realizar ações mais efetivas e dar respostas mais rápidas às demandas trazidas pelos consumidores do estado”.

O Procon de Pinheiro está sendo melhor estruturado com o objetivo de aprimorar o trabalho oferecido aos consumidores e o automóvel fortalecerá o trabalho de fiscalização. A ação segue o projeto de ampliação e reestruturação que está sendo colocada em prática pelo órgão em todo o estado, a exemplo da mudança do Procon/MA para dentro da unidade do VIVA, o que reduziu custos e garantiu atendimento mais acessível ao cidadão, proporcionando mais conforto, qualidade e segurança nos serviços.

Ítalo Sodré destacou as mudanças positivas e as metas para melhoria das relações de consumo no município. “Seguindo as diretrizes do presidente Duarte Júnior, vamos trazer melhorias para Pinheiro e atuar com o mesmo perfil de gestão. À frente do Procon/MA em um município de grande importância no estado, buscamos que os consumidores reconheçam que o órgão existe para garantir direitos e equilibrar as relações de consumo. Nossa meta é aproximar os consumidores e ter qualidade no atendimento”, afirmou.

Este ano, o Procon/MA em Pinheiro continuará as fiscalizações nas instituições bancárias, realizando, semanalmente, averiguação de itens como demora na fila de espera, falta de distribuição de senhas, redução do número de caixas para atendimento, entre outros problemas comuns nas agências.  Serão intensificadas as fiscalizações em outros estabelecimentos de acordo com a demanda dos consumidores, buscando garantir a vida, saúde e segurança do consumidor.


Maranhão Melhor para Todos

Por Flávio Dino

safe_imageÉ com muita alegria que vejo a cada dia o Maranhão amanhecer dando um novo passo em direção a um futuro melhor para todos. Essa caminhada ainda será longa. Temos de andar muito para deixar para trás um triste passado de abandono que ainda hoje nos cobra um preço alto. Mas finalmente estamos no rumo certo, como mostram os importantes avanços que tivemos nesta semana.

Estamos dando início a mais uma etapa de entregas de construções de alvenaria que substituem as degradantes escolas precárias – um dos símbolos máximos do atraso a que nosso estado foi relegado pela ganância de uma pequena elite egoísta. Amanhã estarei em Turilândia, entregando uma escola aguardada por muitos anos.

Chegaremos, até junho, a 574 escolas reconstruídas ou reformadas, além de dezenas de prédios novos. Com isso, fecharemos um saldo de uma escola digna a cada dois dias de governo. São escolas novas, reformadas, reconstruídas que entregaremos para a população, permitindo melhores condições para o aprendizado.

Na próxima quarta-feira, irei inaugurar em Timon mais um IEMA (Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão). Com ele, já chegamos a 7 em funcionamento. São os primeiros centros de ensino profissionalizante, em tempo integral, na história da educação estadual. Aos IEMAs se somam 11 escolas de ensino médio tradicional, completando 18 unidades de tempo integral já em funcionamento.

Destaco também a assinatura, na semana passada, de convênios com 31 municípios para ajudar as suas redes de ensino fundamental na correção da defasagem idade/série, importante passo para melhoria dos indicadores educacionais. Essa é mais uma ajuda que prestamos às prefeituras, a exemplo de parcerias em várias áreas, como a entrega de ambulâncias e tratores – que também fizemos na semana que passou.

Igualmente temos avanços importantes na parte da Segurança, outro tema sensível à população, em que enfrentamos um momento difícil no país devido à crise econômica mais grave desde 1929. Na sexta-feira, nosso governo entregou mais 100 motos para a PM. Com isso, chegamos a 523 novos veículos incorporados à Segurança Pública, garantindo maior presença das forças do Estado nas ruas. Forças que também estão sendo incrementadas com a nomeação de 1.290 novos policiais, ainda em março. Com isso, entregamos 1 viatura a cada dia e meio de governo e 4 novos policiais a cada dia de trabalho. Os resultados já começam a aparecer e vão melhorar cada vez mais.

Não fazemos milagres ou mágicas. Enfrentamos grave escassez de recursos. Mas não desanimamos nunca. E os exemplos citados acima mostram que estamos aplicando com eficiência e seriedade o dinheiro público. Por isso mesmo, em qualquer política pública que for escolhida temos resultados melhores do que os do tenebroso passado coronelista. Que não voltará.

Advogado, 48 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal.

 


Baixada Maranhense é uma das maiores riquezas naturais do Nordeste

Área representa o maior conjunto de bacias lacustres da região. Baixada pode ser considerada o ‘Pantanal Maranhense’.

Do G1 MA

vlcsnap-2017-01-10-17h13m19s463_1A Baixada Maranhense tem quase 18 mil km². É uma imensa planície inundada no norte do estado, onde o vai e vem das águas muda a paisagem dia após dia e a natureza brota entre rios e lagos. A região representa o maior conjunto de bacias lacustres do Nordeste.

Por toda essa riqueza natural, a região é fonte de vida para os moradores ribeirinhos. A Baixada pode ser considerada o ‘Pantanal Maranhense’. É uma região importante também por abranger 21 municípios no Maranhão: Anajatuba, Arari, Bela Vista do Maranhão, Cajari, Conceição do Lago-Açu, Igarapé do Meio, Matinha, Monção, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, Peri Mirim, Pinheiro, Presidente Sarney, Santa Helena, São Bento, São João Batista, São Vicente Ferrer, Viana e Vitória do Mearim.


União de forças contra desigualdades

untitledROBSON PAZ*

O Maranhão já teve muitas oportunidades para se desenvolver. Contudo, poucas foram aproveitadas. Na segunda metade da década de 80, nosso estado teve presidente da República, senadores, deputados e prefeitos quase todos do mesmo campo político. As lideranças de oposição contavam-se nos dedos das duas mãos. Apesar de ambiente político em tese propício, os indicadores econômicos e sociais do Maranhão pouco ou quase nada melhoraram.

Depois, num interstício dos governos patrimonialistas e conservadores, aqueles que comandaram o estado com mão de ferro por quase meio século trabalharam no Planalto Central para impedir investimentos e até visitas de ministros no Maranhão. Uma guerra política ensandecida, cujos vencedores desconhecemos, mas perdedora sabida por todos: a população.

Pois bem, há no horizonte sinais de civilidade política de parte dos atores capazes de tornar viável a sonhada ação integrada de agentes políticos e instituições. Cenário que se deve em grande medida ao trabalho voltado para combater as desigualdades e à credibilidade presentes, a partir da mudança de práticas estabelecida pelo governador Flávio Dino.

A despeito da ação contrária de quem aposta na política do quanto pior melhor, o governo tem mantido relação harmoniosa e colaborativa com a maioria dos deputados das bancadas estadual e federal, prefeitos, além de várias instituições importantes, que representam diversos segmentos da sociedade civil organizada.

No início desta semana, tivemos exemplo prático de como a atuação conjunta pode render bons frutos para o Maranhão. Parte das bancadas federal e estadual destinou recursos de emendas parlamentares para a aquisição de equipamentos agrícolas visando fortalecer o setor produtivo do Estado. A iniciativa amplia as ações em curso desenvolvidas pelo Programa “Mais Produção”, executado pelo governo, que beneficia 55 municípios de todas as regiões do Maranhão.

São patrulhas agrícolas mecanizadas, kits de irrigação, caminhões tanques para transporte de leite, caminhões para transporte da produção de hortifrutis, beneficiando várias cadeias produtivas.

Investimentos que concorrem para potencializar a produção de alimentos no Estado, que se acostumou por décadas a importar praticamente tudo que consome. Um paradoxo considerando a riqueza natural constituída por terras agricultáveis e rios perenes em toda sua extensão territorial.

Somente a falta de políticas públicas para o setor e o desinteresse de quem detinha o poder político poderiam explicar o abandono da agricultura do estado, que em seu ápice teve a extinção da secretaria responsável pela área e órgãos conexos de pesquisa e assistência técnica.

A ação integrada do governo, bancadas parlamentares e municípios aponta para um caminho há muito desejado pelos maranhenses de que apenas com a ação conjunta independentemente de coloração partidária e/ou ideológica seremos capazes de proporcionar à população as oportunidades, que lhes foram tolhidas.

Espera-se que a semente da mudança de práticas plantada no Estado seja cultivada permanentemente e proporcione uma grande safra de prosperidade para nosso povo e que as pragas do atraso não atrapalhem a boa colheita.

*Radialista, jornalista.