Edilázio não quer o povo da Baixada Maranhense em área de ricos

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) mostrou todo o seu preconceito durante reunião ocorrida no Iate Clube, na Península, para tratar sobre o terminal portuário que ligará as cidades de São Luís e Alcântara. Ele deixou bem claro que o povo da Baixada Maranhense vai atrapalhar os moradores ricos da região.

“O que vai vim para cá é uma alternativa para a Baixada Maranhense, isso eu não tenho dúvida, e quem vai perder são vocês, que pagaram caro pelo metro quadrado. Tudo que vocês vão investir vai por água abaixo porque vai haver uma depreciação dos imóveis de vocês”, disparou o parlamentar.

Edilázio disse que a construção de um cais na Península vai atrair o público das classes C, D e E, o que vai ocasionar em baderna na área das elites de São Luís. “Quem vai vim para cá? Carrinhos, moto táxi, van”, disse o deputado, que afirmou que “eu como morador da Península não queria conviver com essa situação que vocês vão passar a ter aqui”.

O parlamentar ainda usou o exemplo da sua babá, que é da cidade de São Bento, e que seria beneficiada com um terminal em que a viagem de São Luís para a Baixada Maranhense, já que diminuiria de duas horas para 45 minutos de travessia.

Centro de Lançamento

Para defender sua tese preconceituosa de que o cais atrairia pobres para a Península, Edilázio deu o exemplo do Centro de Lançamento de Alcântara. Ele explicou que os cientistas que trabalharão na base irão de aeronave, enquanto pedreiros, que tem ir e vir todos os dias, passariam pela região.

As palavras de intolerância e discriminação de Edilázio atingem fortemente toda a população da Baixada Maranhense.


AO VIVO | Clube Atlético Juventude x Cruzeiro. Campeonato Maranhense de Futebol 7. Acompanhe

Assista a estreia oficial da escolinha de futebol Clube Atlético Juventude (CAJ), do povoado Jacioca, município de Bequimão, no Campeonato Maranhense de Futebol 7. No Grupo B da competição, o CAJ faz a primeira partida contra a escolinha do Cruzeiro/Aririzal de São Luís, neste sábado (23), às 10h30, no campo da A&D, no Turu.

 


VÍDEO | Governador Flávio Dino entrega certificado de apoio aos clubes maranhenses de futebol

O governador do Maranhão, Flávio Dino e o secretário de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, entregaram, na manhã desta terça-feira (19), o certificado de apoio aos clubes que disputam o Campeonato Maranhense de Futebol 2019. A ação é realizada por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, desenvolvida em parceria com a Companhia Energética do Maranhão (Cemar). A iniciativa destinou R$ 1,2 milhão em apoio a oito equipes maranhenses.

Em seu discurso, o governador Flávio Dino destacou sobre a importância de subsidiar ações esportivas, contribuindo com o desenvolvimento dos atletas e dos clubes maranhenses. “O Brasil é um país marcado por muitas desigualdades sociais, e isso faz com que qualquer despesa pública seja questionada. Por isso, faço questão de enaltecer que o esporte jamais deve ser visto como mau uso de dinheiro público.  Sabemos dos efeitos benéficos que uma política pública para o esporte traz.  Realizamos esse investimento todos os anos com convicção, porque achamos que o esporte é fundamental para que haja a qualidade de vida do cidadão, o bem viver, assim como também o incentivo a prática saudável ”, comentou.

O governador deu ênfase a edição do evento de 2019 por estar vinculado ao mês dedicado às campanhas de proteção a mulher, em razão do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. “Nós estamos integrando os times de futebol e os dirigentes, todos aqueles que fazem o campeonato maranhense nesse esforço de difusão de uma cultura da paz e de garantia dos direitos humanos, marcadamente no que se referem as campanhas da Secretaria de Estado da Mulher”, frisou.
Flávio Dino-clubes futebol
À frente da Secretaria de Esporte e Lazer, o secretário Rogério Cafeteira pontuou o papel do Estado no incentivo à prática esportiva. “Esse certificado, que representa o total aporte financeiro que o Governo do Maranhão propicia aos atletas tem como função o fomento as categorias da série A, e, neste ano, em especial, o custeio da campanha de combate a violência contra a mulher, além de todo o apoio logístico do futebol maranhense de 2019. A ideia é garantir a participação dos atletas em competições nacionais, elevando os times maranhenses”, avaliou.

A Sedel, responsável por coordenar os trabalhos, visa alcançar os múltiplos objetivos do Campeonato Maranhense de Futebol 2019, que é de manter a competição para diversão e lazer, além de garantir que os clubes possam funcionar como formadores de novos atletas e geradores de novas oportunidades de trabalho. O terceiro ponto e um dos mais importantes é a concretização da campanha de proteção às mulheres.

“O nosso foco é que todos que frequentem os estádios possam ter o contato com a mensagem da nossa campanha de proteção e promoção dos direitos das mulheres, disseminando essa ideia para todos os outros locais”, enfatizou Rogério Cafeteira.

O presidente da Federação Maranhense de Futebol, Antônio Américo, falou do atual cenário do futebol maranhense. “Hoje nós estamos no momento do futebol onde temos 3 representantes na Copa do Brasil, coisa que nunca havia acontecido na história do futebol maranhense. Com esse apoio, já estamos vendo os nossos times evoluindo. Sérgio Frota colocou o Sampaio na série B e espero que o retorne. O Maranhão Atlético Clube sempre teve uma administração bem realizada e a agora o Moto Clube que está se organizando para ir em primeiro lugar na tabela. Fatos que deixam o esporte maranhense mais empolgado”, analisou.

Representantes do Cordino Esporte Clube, Pinheiro Atlético Clube, Sociedade Imperatriz de Desportos, Maranhão Atlético Clube, Moto Club de São Luís, Sampaio Corrêa Futebol Clube, Santa Quitéria Futebol Clube e São José de Ribamar Esporte Clube, receberam o certificado de colaboração do Governo do Estado.

O presidente do Santa Quitéria, Juca Baleia, ressaltou sobre a importância do apoio aos clubes maranhenses. “A ajuda é de grande envergadura, pois todos os times precisam dessa força que o Governo dá para elevar o nível do nosso campeonato e levar o nome do Maranhão para as competições externas”, comemorou.

Para o presidente do MAC, Robson Paz, a parceria gera renda e mais postos de trabalho. “O apoio aos clubes dinamiza um segmento muito importante para nossa economia que é a cadeia produtiva do esporte, gerando mais postos de trabalho e renda”, disparou.

O presidente do Moto, Natanael Júnior, destacou a importância da parceria. “Essa ajuda é importantíssima para os clubes porque nós formamos cidadãos e também atletas, e a porta de entrada deles no futebol é Moto, Sampaio, Maranhão, Imperatriz e as outras equipes”.

Já o presidente do Sampaio, Sérgio Frota, também ressaltou a ajuda do Governo ao futebol. “É importante o poder público, através do Governo do Maranhão, ter essa visão sensível em relação à política pública de esporte, em especial ao futebol do nosso estado”, disse Frota.