Governo Flávio Dino inicia em Mirinzal construção de canais do Programa Diques da Produção

04826_c22761f3_f6c7_4038_bfc3_4a9f33d6e160_6947725224115465189O Governo do Maranhão iniciou esta semana, no município de Mirinzal, as obras de construção dos canais projetados pelo Programa Diques da Produção. A ação tem como objetivo combater a salinização dos campos naturais inundáveis da Baixada Maranhense e implantar grandes canais que permitirão armazenar água doce, de extrema importância para o desenvolvimento de projetos nas áreas da piscicultura, agricultura e pecuária.

Além de Mirinzal, cujas obras vão atender aos povoados de Porto do Uru e Estiva dos Marfra, os serviços de construção dos canais terão início nos próximos dias também nos povoados Teso, em Anajatuba; Malhada dos Pretos, em Peri-Mirim; e na zona rural de Palmeirândia. O projeto destinado a essas quatro localidades contempla, no total, a construção 4.800 metros de canais para armazenamento de água doce, sendo 1.200 metros para cada uma das comunidades beneficiadas.

As demais localidades selecionadas pela Chamada Pública estão passando por avaliação técnica de viabilidade dos projetos, para poder receberem as intervenções previstas pelo programa, que é coordenado pelas secretarias de estado do Desenvolvimento Social (Sedes), da Agricultura Familiar (SAF), da Agricultura Pecuária e Pesca (Sagrima), do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) e Casa Civil.

“Todas as comunidades onde estão sendo construídos os canais do Programa Diques da Produção’ foram previamente selecionados por meio de edital de Chamada Pública”, afirmou o titular da Sedes, Neto Evangelista, acrescentando ainda que a prioridade de seleção foi dada às comunidades que apresentaram o maior número de habitantes que recebem o Bolsa Família; que fossem constituídos predominantemente por agricultores e pescadores de povos e comunidades tradicionais e que apresentaram o maior número de habitantes/moradores com Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).

Ainda conforme Neto Evangelista, as intervenções implementadas pelo governo do Maranhão na Baixada são consideradas uma das mais importantes ações já desenvolvidas na região para sanar o problema de salinização dos campos inundáveis e promover o desenvolvimento socioeconômico local.

“O programa visa à transformação da realidade atual da Baixada Maranhense, tenho o caminho da produção, do crescimento econômico e da inclusão socioprodutiva como fundamentais nesse processo. Além disso, a ação tem ainda como propósito reduzir os índices de insegurança alimentar e de pobreza na região e promover a geração de trabalho, emprego e renda nas comunidades contempladas pelo projeto”, enfatizou o secretário.

O Programa Diques da Produção contempla intervenções nos 35 municípios da Baixada Maranhense, entre eles estão também Matinha, Pinheiro, Cedral, São João Batista, Cajari, Conceição do Lago Açu, Guimarães, Monção, Alcântara, Apicum-Açu, Penalva, Bacuri, São Bento, Viana, Igarapé do Meio, São Vicente de Férrer, Cururupu, Bequimão, entre outros.

O programa trabalhará na construção de duas modalidades de retenção da água doce: canais e barragens – que poderão ser usadas para irrigação e para impedir a entrada de água salgada nos igarapés, e, com isso, proteger os mananciais de água doce das regiões e outros ecossistemas. Além da função de armazenamento de água, poderão ser utilizadas como hidrovia interligando as pequenas propriedades.

Também consta como um dos pilares do Programa Diques da Produção a oferta de Assistência Técnica e Extensão Rural, para implantação de projetos de geração de renda à população das comunidades beneficiadas pela ação.


Construção da ponte Central-Bequimão sobre o Rio Pericumã se torna realidade

Do Blog do John Cutrim

Um sonho antigo deixa o papel para mudar a vida da população da Baixada Maranhense. O governador Flávio Dino deu a largada, nesta terça-feira (27), em Bequimão, na construção da ponte sobre o Rio Pericumã. Ela ligará Bequimão à Central do Maranhão, beneficiando, além das duas cidades, mais de 10 municípios da região, gerando empregos durante a obras e garantindo renda a pelo menos 450 famílias.

Ao assinar a ordem de serviço, que autoriza o início da construção, o governador lembrou os impactos que a ponte trará. “Acredito muito nessa região. É um investimento de quase R$ 70 milhões, que vai gerar imediatamente 400 empregos, é uma ponte que vai beneficiar diretamente 10 municípios e dinamizar atividades econômicas, como a agricultara familiar, a pesca, o turismo. É uma obra esperada há cinco décadas, que vai integrar os municípios à capital do Maranhão, acima de tudo gerando oportunidade às pessoas antes esquecidas, porque essa obra nunca foi prioridade, mas no nosso Governo é”, enfatizou o governador, lembrando que será um passo importante até para tornar mais conhecidas as belezas do litoral ocidental do Maranhão, garantida a facilidade no acesso.

Com 589 metros de extensão, a ponte tem um projeto de engenharia de complexidade técnica. O engenheiro responsável pela obra, Luís Calil, explicou que na região onde será construída a ponte há 26 metros de espessura de solo mole, e além do rio, também existe a influência de marés. “Essa obra só se compara a ponte do Rio Negro, no Amazonas, com fundações de características iguais a essa. É uma obra de um grau de dificuldade técnica muito grande, porque é uma obra de execução sobre lâmina d’água de 17 metros e no subsolo tem uma coluna de solo mole. Mas nós temos técnicas apuradas e vamos executar com dignidade, como o governador espera”, destacou o engenheiro.

08-a-ponte-central-bequimao-e-uma-antiga-reivindicacao-da-populacao-da-baixada-maranhense-que-ansiava-pela-obra-ha-mais-de-40-anos
Para a mão de obra, o governador solicitou que fosse dada prioridade à população local, o que animou os moradores, como Lúcia Cristina, que vê uma grande oportunidade se abrindo. “Vai gerar emprego e aqui precisa muito. Além disso, vai ficar mais perto para quem precisa viajar entre os dois municípios. É um sonho muito antigo”, pontuou.

O canteiro de obras já começou a ser instalado e todos os equipamentos já estão no local. A ordem é que corram em ritmo acelerado. “Já assinamos a ordem de serviço, já começamos a obra do acesso, e muito em breve, no máximo em um mês, vamos começar a trabalhar dentro do rio. Pretendemos, no prazo de um ano e meio, inaugurar essa obra para todo o Maranhão”, destacou o governador.

Paralela à construção da ponte, será realizada pavimentação dos dois acessos, tanto do lado de Bequimão, quanto do lado de Central, com mais 30 km ao todo. José Maria Cantanhede, 31 anos, mora próximo de onde será construída a ponte, às margens da estrada que hoje é de terra e ficou contente com a novidade. “Antes mesmo de eu nascer já existia a promessa de construir essa ponte. Agora vai sair e trazer muitas coisas boas inclusive o asfalto para essa estrada, diminuindo a poeira que incomoda muito”, relatou.


Deputada cobra construção da estrada que liga Bequimão a Central

Jéssica Barros / Assembleia Legislativa

A deputada Graça Paz (PDT) aproveitou a presença do secretário de Infraestrutura, Max Barros, e utilizou seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, na última terça-feira, 13, para mais uma vez cobrar o inicio das obras para a construção de uma rodovia do município de Bequimão a Central e de uma ponte sobre o Rio Pericumã.

“Eu tenho vindo, deputado Max, porque eu vislumbrei a possibilidade de conseguir através do governo do Estado, mas passando por V. Ex.ª aquela estrada de Bequimão até Central do Maranhão por ser uma estrada importantíssima para a Baixada Maranhense que vai beneficiar vários e vários municípios”, esclareceu a parlamentar.

Segundo a deputada, há tempos vem fazendo indicações na tentativa de melhoria nessa região. Não só ela, mas também os deputados Jota Pinto (sem partido) e Hélio Soares (PP) vêm insistindo no assunto por ser uma região bonita e riquíssima da Baixada Maranhense, porém, até o momento não foi atendida pela Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) sendo assim ainda muito carente de recursos para progredir.

Graça Paz, ainda em seu discurso, explicou a resposta que tem ouvido ao reivindicar a imediata construção nessa rodovia. “Conversei com Max Barros a respeito dessa estrada e infelizmente a resposta que eu ouvi foi que por causa da ponte que existe nesse trecho que são 40 quilômetros, incluindo uma ponte de duzentos e poucos metros, que era inviável fazer essa estrada.”

No entanto, acredita que o pedido seja atendido pela governadora do Estado, pois tem muitos deputados demonstrando interesse e que estão trabalhando pelo então projeto.

“A partir do momento que vislumbrei essa possibilidade, crie expectativas em muitas pessoas de vários municípios da Baixada e agora eles estão me cobrando, porque essa estrada já existe um projeto que está prontinho lá, apenas esperando que V. Ex.ª dê a informação necessária para ver como se encontra esse projeto, para que a governadora Roseana Sarney, possa estar fazendo esta estrada e que está Ponte não seja um empecilho para que esse grande sonho da Baixada Maranhense se realize”, explicou a deputada ao secretário.

Leia mais

DEPUTADO PEDE CONSTRUÇÃO DE PONTE SOBRE O RIO PERICUMÃ

RETROSPECTIVA 2011: ROBSON PAZ FAZ REIVINDICAÇÕES EM AUDIÊNCIA PÚBLICA DA FRENTE EM DEFESA DA BAIXADA


Deputado pede construção de ponte sobre o Rio Pericumã

Jéssica Barros / Agência Assembleia

O deputado Jota Pinto (sem partido) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa durante o pequeno expediente, nesta terça-feira (6), para solicitar da governadora do Estado, Roseana Sarney, que tome as devidas providências e determine aos órgãos competentes o inicio da construção da rodovia que liga os trechos entre Bequimão e Cedral, bem como uma ponte sobre o Rio Pericumã que corta os referidos municípios.

“O projeto da ponte sobre o Rio Pericumã já esta pronto, e nós estamos solicitando que se trabalhe logo o projeto desse trecho que vai ser uma MA porque vai ligar um município a outro, porque é Bequimão a Cedral. Portanto, será um benefício de grande importância para aquela Região da Baixada Maranhense”, avisou o parlamentar.

Tal benefício atingirá os locais que pertencem a Baixada, tais como, Guimarães, Mirinzal, Cururupu, Cedral, Porto Rico, Serrano, Apicum-Açu, Bacuri. A construção da ponte de 110 metros trará conseqüências positivas para as os moradores dessas regiões, como por exemplo, o melhoramento da escoação da produção local e a redução da distância considerável que de 100 km passará a ter apenas 32km.

“Você imagina quando você pega ferry boat ali para chegar a Cedral, praticamente são duas horas e meia, e se conseguirmos com a proposta que o governo tem hoje de facilitar este acesso, de Bequimão para Cedral será apenas 32 km. Quer dizer, em meia hora, você estará em Cedral”, explicou o deputado.

Para finalizar, Jota Pinto, destacou sua confiança no trabalho da governadora e, também, como muitos prefeitos já estão aguardando tal benefícios, aproveitou e pediu apoio dos demais deputados para que aprovem sua Indicação, pois considera de grande importância para a Baixada Maranhense.


Graça Paz pede a construção de estrada que liga Bequimão a Central do MA

Com informações da Agência Assembleia

A deputada Graça Paz (PDT) pediu de todos os colegas parlamentares o apoio com o intuito de ajudar uma das regiões mais carentes de investimento do Estado, uma região agregada à Baixada Ocidental, mas com particularidades e necessidades diferentes.

A deputada disse também que existe, hoje, a necessidade urgente de construir o trecho de estrada que liga o município de Bequimão a Central do Maranhão, que tem aproximadamente 35 km a 40 km de extensão, incluindo uma ponte de mais ou menos de 300 metros sobre o Rio Pericumã. “Essa obra encurtará, que eu tenho certeza de que ela vai ser realizada, a distância em cerca de 90 km para quem utiliza ferry-boat e se desloca a um dos nove municípios do Litoral Norte Maranhense”, assegurou.

Graça Paz anunciou que já deu entrada a um requerimento que vai ser encaminhado ao secretário de Infraestrutura do Estado, Marx Barros, pedindo informação de como se encontra a estrada que liga Bequimão a Central do Maranhão.

“E, posteriormente, vou inclusive pedir aos deputados, principalmente àqueles da Baixada, desses municípios que eu cito, para que se juntem comigo, para chegarmos até a governadora para pedir essa estrada que é de grande importância para mais de 150 mil habitantes que esperam por esse benefício nesses nove municípios do Litoral Norte Maranhense”, destacou Graça Paz.