Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões

O governador Flávio Dino recebeu, no final da tarde de domingo (24), no Palácio dos Leões, a visita do tricolor maranhense, Sampaio Corrêa Futebol Clube, representado pelo presidente Sérgio Frota, direção técnica e jogadores. O Sampaio empatou em 1 a 1 com o Volta Redonda na tarde do último sábado (23) e garantiu o retorno à Série B.  A comissão presenteou o governador Flávio Dino com uma coleção de camisas de várias fases do time. No final da visita, o grupo fez uma foto oficial com o governador, e agradeceu o apoio do Governo do Estado.

Para o governador, o incentivo do poder público ao futebol do Maranhão, além de alcançar o resultado exitoso, complementa políticas voltadas para o lazer e economia, por meio da geração de empregos e oportunidades, movimentando toda uma cadeia produtiva no estado. “O futebol profissional é importante para alimentar novos talentos no esporte profissional e no esporte comunitário. É uma atividade econômica que gera renda para milhares de pessoas, não só aos atletas envolvidos, mas toda a cadeia produtiva que se movimenta em torno de uma competição de alto nível, como o campeonato brasileiro”, avalia.

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Flávio Dino elogiou a atuação do time no campeonato brasileiro e falou da expectativa de ascensão do grupo em 2018.  “No caso do Sampaio Corrêa, assistimos uma trajetória muito vitoriosa nos últimos anos, houve um pequeno revés, onde descemos para série C, mas rapidamente o time soube se recompor, sob o comando do presidente Sérgio Frota, e já obteve essa conquista que foi voltar para série B. Com certeza o time vai continuar em ascensão, e estamos motivados a ajudar o elenco e os dirigentes do time, para que seja possível a realização do sonho que é chegar na série A. Em 2018 realizaremos esse sonho”, reitera o governador.

O presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota, reiterou a importância do Governo do Estado para a subida à série B do tricolor maranhense. “Eu só tenho a agradecer ao Governo do Estado. O governador tem tido um olhar sensível para com o esporte, com o futebol em especial. Quero ressaltar que antes do governo Flávio Dino nós não tínhamos apoio no futebol profissional. Esse apoio se reveste de importância fundamental e de grandeza maior, porque nós vivemos em momento de instabilidade política que reflete na situação econômica. Mesmo assim, o governador tem mantido o Estado com obras e pagando as contas em dias. Fica a certeza de que o apoio do Governo do Maranhão foi fundamental para que o Sampaio tenha tido esse acesso à série B”, complementa.

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Márcio Jardim, ressaltou as palavras do governador, destacando o apoio dado desde 2015 a todos os clubes do futebol maranhense. “A gente compreende a importância que existe em torno da cadeia que gira o futebol profissional, que gera emprego, gera oportunidade, além de ser um elemento de identidade do nosso estado. É um sentimento de pertencimento à maranhensidade e por toda essa compreensão que o Governo do Estado tem contribuído e apoiado muitos clubes”, destaca.

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Paulo Sérgio, zagueiro do Sampaio Corrêa, falou em nome dos outros jogadores e agradeceu o empenho do governador.  “Primeiramente eu agradeço ao governador Flávio Dino, e quero dizer que ele faz parte desse acesso, sendo uma peça fundamental. Se ele não tivesse ajudado, seria difícil chegarmos ao grupo B. A gente vê que muitos estados não tem futebol, ainda mais por conta da atual situação do nosso país. Agora é trabalhar para colocar o nosso estado em alto nível”, relata.

Mil dias de gestão 

No que se refere a marca de mil dias de gestão, o Governador falou das 500 obras já realizadas em um pouco mais de dois anos e meio de governo. “ Primeiro eu me sinto muito feliz por uma das comemorações da marca ter sido com o êxito do futebol do Maranhão. Nós temos aí um balanço de muitas vitórias e alegrias nos mil dias de gestão, entre elas, de ter inaugurado 500 obras, o que significa que a cada dois dias de governo um equipamento novo foi entregue para os maranhenses. Entregamos centros de referências de assistências sociais, hospitais, escolas, equipamentos esportivos, casas de culturas, entre outras diversas benfeitorias. Nós temos um conjunto, um acervo de realizações a apresentar. Então, estou muito feliz porque o Sampaio nos ajudou a sublinhar essa vitória”, pontua.


Resgate da Timbira. Direito humano à comunicação

untitledROBSON PAZ

O Maranhão deu mais um passo importante e simbólico na luta pela democratização dos meios de comunicação. Após 22 anos de abandono e sucateamento, a Rádio Timbira AM passa por profunda reestruturação. A emissora pública, pioneira do Estado, chegou a ser extinta em 1994. De lá pra cá, enfrentou processo de desmonte sem precedentes. Só interrompido em dois anos de governo Jackson Lago com a aquisição de novo transmissor e outros equipamentos.

Desde o ano passado, a rádio pública passa por processo de completa reestruturação, que vai da regularização junto ao Ministério das Comunicações à nova estrutura física dos estúdios e transmissores, que apresentava condições precárias. Tão grave que os profissionais trabalhavam em ambiente insalubre. Um caos!

A Timbira recebeu nova estrutura em prédio adequado. Um estudo técnico acerca da viabilidade para readequação do parque de transmissores constatou o pior sinal entre as rádios AM de São Luís. Não por acaso, ex-governantes detentores de impérios de comunicação relegaram a única rádio pública ao ostracismo. Difícil, portanto, acreditar em mera coincidência.

A comunicação é um direito humano previsto no artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948), que estabelece: “… todo indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios, independentemente de fronteiras”.

Pois bem, mesmo tendo alcance quase insignificante, no governo passado foi praticado um dos mais simbólicos atos de atentado ao direito humano à comunicação: proibiram a participação dos ouvintes na programação. Isto é, tolheu-se o direito à liberdade de expressão.

A censura explícita em pleno século 21 foi abolida imediatamente após a posse do governador Flávio Dino. Em apenas dois anos de gestão, a rádio concluiu o processo de reestruturação do novo parque de transmissores. Voltou a ter um dos melhores sinais de áudio do Estado na freqüência 1290 KHz AM e passou a transmitir também via satélite.

Na última quarta-feira, 14, a rádio pública do Maranhão viveu um grande momento. Oportunizou à população de todas as regiões entrevista com o governador Flávio Dino, com pluralidade na participação de entrevistadores e ouvintes.

Jornalistas e radialistas de Imperatriz, Chapadinha, Timon, Caxias, Pinheiro, Balsas, Viana, Estreito, além de São Luís. Mais de 35 emissoras retransmitiram a prestação de contas do governador Flávio Dino via satélite ou pela internet.

Um feito que demonstra a importância da complementaridade da comunicação pública e comercial como ocorre em vários países. Momento que só foi possível pela crença na comunicação como importante instrumento para promover inclusão no processo de construção de um Maranhão mais justo, por meio do diálogo e da transparência. Este ano a emissora completou 77 anos. Estão de parabéns todos que contribuíram para o resgate da Rádio Timbira e garantiram mais este direito aos maranhenses!

Radialista, jornalista. Subsecretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos


Governador Flávio Dino recebe o prefeito eleito de Pinheiro Luciano Genésio

lg-fdDando início a agenda de parcerias com os prefeitos eleitos no pleito eleitoral de 2016, o governador Flávio Dino recebeu a visita do vencedor da disputa em Pinheiro, Luciano Genésio, na tarde desta terça-feira (04), no Palácio dos Leões. A reunião ratifica a posição do Governo do Estado de atender e garantir aos gestores a conjugação de recursos municipais e estaduais com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população maranhense.

O governador Flávio Dino parabenizou o novo prefeito de Pinheiro e garantiu que a população do município continuará a receber as políticas públicas do Governo, a exemplo dos serviços do Hospital Macrorregional Dr. Jackson Lago – que foi inaugurado na atual gestão – pavimentação de ruas por meio do programa ‘Mais Asfalto’, melhorias do sistema de abastecimento de água pelo ‘Água Para Todos’, apoio à agricultura familiar e a eventos esportivos e culturais, entre outros benefícios.

Luciano Genésio trabalhou no Governo como superintendente de Articulação Regional de Pinheiro e se ausentou do cargo justamente para concorrer a uma vaga na prefeitura. “Temos uma história juntos, eu e o governador Flávio Dino, e estou à disposição para fazer as parcerias. Conversamos, analisamos e ficou acertado que Pinheiro marchará com o Governo do Estado”, destacou.

O novo prefeito ressaltou ainda que sua eleição mostrou que Pinheiro agora terá um gestor com uma nova visão, e afirmou que tem coragem, determinação e capacidade para fazer uma boa administração. “Vamos fazer as parcerias com o Governo Federal, com o Governo Estadual e também fazer com que a cidade cresça. Esse é o objetivo maior. E vamos juntos, Luciano com o governador Flávio Dino, melhorar a vida dos pinheirenses, que é mais importante”, completou.


Governador Flávio Dino assina Ordem de Serviço para início das obras da ponte Central/Bequimão

Ponte-Pericumã-1024x576O governador Flávio Dino realiza a assinatura da Ordem de Serviço para início das obras de construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que vai ligar os municípios de Central do Maranhão a Bequimão. A solenidade de assinatura da OS será nesta terça-feira (27), a partir das 9h, na Ilha do Vaquejador, região às margens do Rio Pericumã e terá a presença de representantes da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra).

Com extensão de 589 metros, a ponte vai interligar 10 municípios da Baixada Maranhense e diminuir a distância de deslocamento aos moradores da região em 125 quilômetros. A nova ponte vai combater a exclusão social e regional, tirando do isolamento os municípios daquela região estimulando, também, o turismo e a economia destas cidades.

Serão beneficiados diretamente os municípios de Bequimão, Central do Maranhão, Mirinzal, Guimarães, Cedral, Cururupu, Porto Rico, Serrano do Maranhão, Bacuri e Apicum-Açu. A obra vai garantir, ainda, mais facilidade no acesso à capital, pois, reduzirá em 32 km a distância para chegar a MA-106, que dá acesso ao Cujupe. Os serviços terão recursos de R$ 68.342.637,42.

O Rio Pericumã possui 25 metros de profundidade de solo mole, que requer maior resistência para as armações de concreto. Há 40 anos a população reivindica a construção da ponte.

Serviço:

O QUÊ: Assinatura da Ordem de Serviço para as obras da ponte Central do Maranhão – Bequimão;

QUANDO: Nesta terça-feira (27), às 9h;

 ONDE: Povoado Mafra


Governador Flávio Dino apresenta projeto da ponte Central/Bequimão

Com informações do Jornal Pequeno

O governador Flávio Dino apresentou nesta semana o projeto da ponte sobre o Rio Pericumã, entre Central do Maranhão e Bequimão, com uma extensão de 680 metros, que vai interligar dez municípios da Baixada Maranhense e encurtar em 125 km o deslocamento dos moradores da região.

 

A estimativa para a execução da obra é de, aproximadamente, R$ 59 milhões, para a qual o governador autorizou a abertura da licitação. A primeira fase, que consistiu na elaboração do projeto técnico, constatou os detalhes técnicos para que a obra esperada por décadas na região pudesse começar a se concretizar.

A ponte passará sobre o rio Pericumã, que possui 25m de profundidade de solo mole e requer maior resistência para as armações de concreto. Os técnicos da empresa responsável pela elaboração do projeto detalharam ao governador e aos secretários Clayton Noleto (Infraestrutura) e Marcelo Tavares (Casa Civil) todos os passos que se seguirão para que a ponte vire realidade.

Os municípios que serão integrados por esta obra são os seguintes: Bequimão, Central do Maranhão, Mirinzal, Guimarães, Cedral, Cururupu, Porto Rico, Serrano do Maranhão, Bacuri e Apicum-Açu. A ponte também reduzirá em 32 km a distância para chegar a MA-106, que dá acesso ao Cujupe, ponto da travessia por ferry boat para São Luís.