O alvo é o povo do Maranhão

Robson PazROBSON PAZ

Qual o alvo do ataque sistemático midiático à gestão do governador Flávio Dino? Óbvio que a mudança de práticas na política do Maranhão incomoda os privilegiados de outrora.

Deixar para trás os tempos em que crianças eram obrigadas a escrever com toco de lápis desagrada a uns poucos. Afinal, são mais de 1 milhão de alunos de baixa renda com acesso a material escolar, por meio do Bolsa Escola.

Que dizer dos filhos de pobres viajando para o Canadá, Estados Unidos e Argentina para aprender idioma e ter experiências com novas culturas? Antes, este era um privilégio de um séquito de herdeiros palacianos.

As crianças e adolescentes submetidas a estudar debaixo de mangueiras ou em palhoças de chão batido experimentam o direito a escolas dignas em alvenaria com banheiros e salas climatizadas…

Nossa juventude começou a sonhar e tornar realidade seus sonhos. Com inédita rede de escolas em tempo integral, planejam o futuro com a certeza de que tem ensino de qualidade e podem aprender uma profissão.

Os professores antes recebidos com cacetetes em manifestações são os mais bem pagos do país. Os mestres da rede estadual de ensino têm salário duas vezes maior que os docentes de São Paulo, o estado mais rico do país.

A casa de farras homéricas de governantes do passado agora abriga crianças com microcefalia. Tratamento especializado em ambiente digno, iniciativa que deixou revoltados quem antes utilizava o prédio público como bem privado.

A rede de hospitais regionais muda progressivamente a realidade dramática das procissões de ambulâncias. Homens e mulheres antes esquecidos recebem atendimento médico dos profissionais da Força Estadual de Saúde em suas casas.

As cenas de barbárie em que presos eram decapitados em Pedrinhas como nas masmorras medievais, foram substituídas por apenados trabalhando na construção de blocos de concretos, que pavimentam ruas das cidades mais pobres do estado no programa Mutirão da Rua Digna.

Os incêndios a ônibus e toques de recolher implantados por facções em São Luís sucumbem diante de uma polícia fortalecida com a maior tropa da história do Maranhão.

Aqueles que cultuavam as casas de taipa sob a falácia de hábito cultural devem estar ensandecidos em ver os maranhenses com acesso a moradia digna e programa Cheque Minha Casa, que garante recursos para melhorias nas habitações da população de baixa renda.

As pontes e estradas fantasmas cederam espaço para rodovias que pavimentam o desenvolvimento e a qualidade de vida de milhares de maranhenses e deixam assombrados aqueles que se acostumaram a desviar recursos públicos.

Instituições de respeitabilidade nacional e internacional atestam o equilíbrio fiscal do estado e a transparência na aplicação dos recursos públicos. Para o incômodo daqueles que escamoteavam por meio de filtros suas patranhas.

O Maranhão é referência de gestão eficiente para todo o Brasil. Não é difícil, pois, imaginar porque tanta agressão e perseguição ao governador Flávio Dino. Mas o verdadeiro alvo dos ataques é o povo que ousou mudar e hoje é tratado com o respeito e a dignidade.

Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.


“Governo Flávio Dino rompe ciclo de poder”, diz secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry

Márcio Jerry“O Governo Flávio Dino rompeu um ciclo de poder patrimonialista, que tinha como finalidade obter privilégios ilegais e imorais, com uso da máquina pública para perpetuação no poder. O governador estabeleceu uma governança alicerçada na transparência, correta aplicação dos recursos públicos e diálogo permanente”, enfatizou o secretário de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry, em entrevista ao radialista Gilberto Lima no programa Comando da Manhã, Rádio Timbira, nesta quinta-feira (15).

Na ocasião, o secretário fez breve balanço de sua gestão à frente da Secap e pontuou obras e programas do Governo em áreas importantes como saúde, educação, segurança pública, produção e infraestrutura urbana. “A mudança e os investimentos são notáveis. Flávio Dino faz um governo ousado, competente e dedicado ao Maranhão”, destacou Márcio Jerry. No que se refere ao seu comando na Secap, Jerry avalia que “temos conseguido realizar um trabalho frente ao esperado pelo governador na divulgação das grandes obras e ações da gestão em todo o Estado”.

Como um dos mais significativos processos na área da comunicação, Jerry citou a recuperação plena e completa da Rádio Timbira. “Uma ação histórica que abriu a emissora aos ouvintes, popularizando e democratizando a comunicação institucional do Governo, além de modernizar sua estrutura, equipamentos e integrar meios como as redes sociais e o site”, reforçou. Jerry destacou obras na saúde com a criação de unidades de referência no tratamento de câncer, ampliando o acesso e melhorando o atendimento.

Entre as unidades está a Casa de Apoio do Hospital de Câncer do Maranhão, localizada na Madre Deus, que abriga pacientes do interior do estado e seus acompanhantes; o setor de Oncologia Pediátrica em Imperatriz; e de Oncologia no Hospital Macrorregional em Caxias. “São pacientes de grandes dificuldades de tratamento em todo o país, devido à gravidade da doença e escassez de serviços. No Maranhão, o governador amplia e torna mais humanizado esse atendimento”, pontua.

Respondendo a participação de ouvinte sobre ações de Governo na infraestrutura e outras áreas, Márcio Jerry citou a recuperação da Avenida dos Agricultores, uma das mais importantes do bairro Cidade Olímpica; a inauguração de diversas escolas que foram reformadas ou totalmente construídas na capital e interiores; e a melhoria dos índices de segurança, que garantiu à capital destaque como a única cidade de Nordeste e uma das três do país que saíram da lista das mais violentas do mundo.

Durante a entrevista, um ouvinte de Palmeirândia solicitou a construção de uma ponte para melhorar o acesso e garantir a segurança na travessia dos moradores. O secretário se comprometeu a levar a demanda à pasta da Infraestrutura e enumerou obras neste segmento como as pontes Central-Bequimão; as interbairros de São Luís; ligando Zé Doca Bezerra a Barra do Corda; de Buriti Bravo a Baú; de São Francisco a Barão de Grajaú, entre outras. “O governador tem grande capacidade de gerenciar e conhecimento de todos os sistemas do Governo. Não terceiriza as atividades para as quais o povo o elegeu. Por isso, governa bem”, reforçou.

Em mais uma participação do ouvinte, foi citado o compromisso e a sensibilidade do governador Flávio Dino com as questões dos municípios, apoiando e promovendo o desenvolvimento, mesmo em setores de responsabilidade das prefeituras. “Neste Governo há um maior diálogo com parlamentares e prefeitos, valorizando as lideranças com fins a aprimorar a relação institucional com as demais gestões”, avaliou o titular da Secap.

Questionado sobre obras de referência na educação, o secretário pontuou o Escola Digna, que substitui escolas de taipa e palha por unidades de tijolos e telhas em vários municípios maranhenses. “É uma ação que influencia no desenvolvimento das crianças e jovens em seus primeiros momentos escolares e vai refletir positivamente no futuro”. Jerry citou, ainda, a rede dos Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), criada para aliar ensino médio e formação técnico-profissionalizante, e a abertura da UemaSul para suprir a demanda por ensino superior na Região Tocantina. “Enquanto outros estados estão fechando unidades, a gestão Flávio Dino está construindo e ampliando o acesso a formação superior”, destacou.

No último bloco do programa, um ouvinte tratou das questões dos aposentados e a possibilidade de ações para aquisição da casa própria. Márcio Jerry lembrou da retração de investimentos dos governos e prefeituras em áreas como a habitação, devido à crise, mas lembrou que a gestão Flávio Dino buscou meios, criando o Minha Casa Meu Maranhão, que tem garantindo moradia em municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

O secretário citou, ainda, a construção de unidades habitacionais aos servidores do Estado no Parque Independência, e o Cheque Minha Casa, para reforma de residências com ênfase em obras de saneamento básico. “Para defender o Governo Flávio Dino basta apenas falar a verdade, comparando o que temos hoje com o que era no passado. Hoje temos um governo sério, transparente e comprometido com o povo e com o Maranhão. Por tudo isso, o Maranhão está em boas mãos. Nas mãos de um governador honesto”, finalizou Márcio Jerry.


Governo Flávio Dino entrega Academia para Todos em Bequimão

MJ - Lideranças BequimaoA cidade de Bequimão recebeu nesta terça-feira (06), a entrega de uma área de lazer completa do projeto Academia para Todos, do Governo do Estado. O novo equipamento de esporte e lazer foi instalado pela Secretaria de Esportes e Lazer (Sedel), na praça Santo Antônio, Centro da cidade.

A iniciativa do Governo do Estado visa estimular a prática de atividades físicas e serve como alternativa de lazer e interação social, ampliando as possibilidades de acesso a equipamentos públicos de esporte e entretenimento com a estrutura adequada, estimulando hábitos saudáveis e mais qualidade de vida para a população maranhense.

Representando o governador Flávio Dino, o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, destaca a importância da ação. “Mais uma ação do Governo aqui na cidade de Bequimão se somando a tantas outras ações aqui já realizadas. Hoje, o Governo do Estado contempla o bem-estar físico da população”, destaca Márcio Jerry.

Inauguração Academia

“Essa é mais uma parceria que o município de Bequimão faz com o Governo do Estado, dessa vez, trazendo essa academia que vai ajudar muito a saúde e o lazer dos munícipes”, agradeceu o prefeito de Bequimão, Zé Martins.

Construída em parceria com a prefeitura de Bequimão e o Grupo FC de Oliveira, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, a praça agora conta com equipamentos que estimulam a musculatura, área de vivencia e jardim, tudo para oferecer uma experiência completa a população.

“Esse tipo de academia que estamos levando para o interior do estado traz inúmeros benefícios para a população. Aumenta a qualidade de vida, incentiva a prática de esportes, entre muitos outros benefícios para a população de todas as idades”, destaca o secretário de Estado de Esportes e Lazer, Hewerton Pereira.

Marizés

Mais ações

Além da Academia, a cidade de Bequimão já foi contemplada com outras ações do Governo do Estado, como conta o diretor da Rádio Timbira, Robson Paz. “Esse é o Governo que mais fez obras para a população de Bequimão. Aqui, temos a ponte do Balandro, que era uma lenda do Maranhão e foi construída e entregue pelo governo Flávio Dino. Temos obras dos Diques da Produção, um IEMA, cinco sistemas de abastecimento simplificado de água beneficiando milhares de pessoas e muitas outras ações. É um momento de festa onde a população de Bequimão está feliz e agradece o governador Flávio Dino”, finaliza Robson Paz.

Participaram ainda da solenidade o vice-prefeito Magal, os vereadores Fredson (PCdoB), Raquel Paixão (PSDB), presidente da Câmara, Amarildo, o ex-prefeito Bernal, o ex-vereador Elanderson e os suplentes de vereadores Júnior de Leda, Antônio Taxista (PSB), Damião (PSDB), Doutor (PSD), diretor da escola Manoel Beckman, Francisco, a presidente do PCdoB Bequimão, Amércia Suzane, entre outras lideranças.

A apresentação da Companhia Marizés foi uma das atrações do evento. Acompanhe:


Governo Flávio Dino instala Academia Para Todos em Bequimão

Academia-Bequimão

O governo Flávio Dino contempla o município de Bequimão com o projeto Academia Para Todos. O equipamento foi instalado pela Secretaria de Esportes e Lazer, na praça Santo Antônio.

O Academia Para Todos é um projeto do governo do Estado, através da lei de incentivo ao esporte, que visa oferecer qualidade de vida às comunidades, com local apropriado para a população exercitar o corpo. O projeto tem o patrocínio da empresa FC Oliveira.

Além de ampliar as possibilidades de acesso a equipamentos públicos de esporte e lazer, a academia garante espaços para o desenvolvimento de atividades físicas com qualidade, sempre com finalidade de prover o bem estar e fortalecer o hábito da vida saudável través do esporte em um espaço gratuito para a população.

MAIS AÇÕES

Esta é mais uma ação realizada pelo governo Flávio Dino em Bequimão. Antes, o governador entregou a ponte do Balandro, o IEMA Vocacional, o CRAs e cinco sistemas de abastecimento d’água nos povoados de Ramal do Quindiua, Quindiua, Frederico, Mojó e Marajatiua. O município também foi contemplado com dois canais do programa Diques da Produção, nos povoados de Jacioca e Mojó.


Mais de 700 mil já receberam auxílio Bolsa Escola e governo alerta para informações sobre mudança de escola

Bolsa EscolaMais de 700 mil, dos cerca de 1,3 milhão de beneficiários contemplados pelo programa Bolsa Escola, executado pelo Governo do Maranhão, já receberam o auxílio, referente ao ano em curso. O dado foi informado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), órgão responsável pela coordenação do programa no estado.

Com o ano letivo iniciando, a Sedes alerta que é necessário a família avisar a escola, durante a matrícula, que o aluno é beneficiário do Bolsa Família, pois a instituição precisa registrar a assiduidade do aluno no Sistema Presença, do Ministério da Educação.

Segundo a coordenadora estadual do Bolsa Escola, Ana Gabriela Borges, dessa forma, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) consegue verificar se a frequência escolar mínima está sendo cumprida, e, assim, evitar problemas posteriores com seu cadastro ou até a suspensão do benefício.

A gestora ressalta, ainda, que ser beneficiário do Bolsa Família (BF) é critério primordial para que o aluno receba também o Bolsa Escola, do Estado.

“Portanto, é necessário manter atualizado o cadastro do BF, porque somente os beneficiários que continuam atendendo aos critérios estabelecidos pelo Bolsa Escola receberão o auxílio do Governo do Estado para a compra de material escolar”, reforçou Ana Gabriela.

Ana Gabriela informou, também, que muitas crianças mudam de escolas e os pais deixam de informar a alteração à nova instituição educacional de seus filhos ou ao setor responsável pelo Cadastro Único no município. Devido a não informação desse dado importante muitos beneficiários do programa deixaram de receber o Bolsa Escola, porque seus dados não foram identificados na escola para a qual se transferiu.

Além de ser beneficiário do Programa Bolsa Família, também são critérios para receber o auxílio estadual a exigência de ter entre 4 e 17 anos e ser aluno regularmente matriculado em escola pública. O auxílio é de R$ 51,00 por filho matriculado em unidade pública de ensino.

Compromisso

Manter as crianças e adolescentes na escola é um dos compromissos assumidos pelos beneficiários do Bolsa Família e pelo poder público, a fim de garantir o acesso à educação e promover a superação da pobreza. Por isso, quem recebe o Bolsa Família precisa estar atento ao início do ano letivo.

A frequência escolar mínima exigida pelo Bolsa Família é de 85% da carga horária mensal para estudantes de 6 a 15 anos, e de 75% para estudantes entre 16 e 17 anos, beneficiários do Benefício Variável vinculado ao Adolescente (BVJ).

As famílias devem redobrar a atenção na matrícula das crianças que completaram 6 anos de idade a partir de abril de 2017 e das que ainda irão fazer 6 anos até 31 de março, pois entrarão no perfil para acompanhamento das condicionalidades de educação em 2018.

Elas serão informadas, por mensagem no extrato de pagamento enviado no início do ano, sobre a necessidade de fazer a matrícula das crianças e de atualizar as informações no Cadastro Único em caso de mudança de escola.


Inscrições para rádios comunitárias receberem kits de Comunicação são prorrogadas

RadcomAs inscrições para rádios comunitárias do Maranhão receberem kits de comunicação foram prorrogadas até o dia 28 de dezembro. A data final era 15 de dezembro, mas a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço) pediu mais tempo para que todos os interessados possam participar.

O edital para a entrega dos kits foi lançado pela Secretaria da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), do Governo do Maranhão. O objetivo é que as rádios comunitárias possam melhorar a estrutura e a programação, intensificando o diálogo democrático com a população maranhense.

De acordo com o edital, 70 Organizações da Sociedade Civil vão receber apoio por meio de distribuição de Kits de Comunicação Comunitária. Também a pedido da Abraço, a comissão de seleção vai ter um participante da associação. “A participação da Abraço vai conferir ainda mais democracia e transparência no processo de seleção das rádios comunitárias, que já estabelece critérios técnicos bem rigorosos”, diz o diretor-geral da Nova 1290 Timbira, Robson Paz.

O kit de Comunicação é composto por itens como transmissor FM 25W, antena Plano Terra, cabo montando 50m, mesa de áudio 4 canais, microcomputador, antena Parabólica com receptor e dois microfones, entregues já no primeiro semestre de 2018. O valor previsto para a consecução do objeto será de R$ 798.396,67.

“Com isso a gente consegue dar mais um passo importante e inovador para que se consiga efetivamente garantir a democratização da mídia no Estado”, afirma Robson Paz.

Pregão presencial

Os kits a serem entregues às rádios comunitárias vão ser adquiridos pelo Governo do Maranhão por meio de licitação, na próxima terça-feira (12), às 15h. A modalidade será Pregão Presencial do tipo Menor Preço Global.

A disputa será feita na sala de reunião do Palácio Henrique de La Rocque, 2º andar, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, S/Nº , Calhau, em São Luís.

Na ocasião, será contratada empresa especializada para fornecer os kits transmissores, conforme especificado em edital disponível gratuitamente aos interessados no mesmo endereço acima, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Quem pode participar

Podem celebrar o termo as Organizações da Sociedade Civil com sede instalada no Estado do Maranhão, a partir dos seguintes critérios de seleção: antiguidade da operação da rádio comunitária, contada da data do Decreto Legislativo ou da Portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que autorizou o funcionamento da rádio; quantidade de apoiadores culturais; número de horas diárias de operação; qualidade dos equipamentos da Rádio Comunitária.

Um diferencial do edital é que as organizações que tiverem suas sedes localizadas em um dos 30 municípios atendidos pelo Plano Mais IDH terão prioridade, sendo dispensadas da fase classificatória, indo diretamente para a fase eliminatória.


Governo Flávio Dino tem 58% de aprovação, aponta pesquisa Exata/JP

Do JP Online

DCttlbGWAAEAqb_A nova pesquisa Exata/JP comprova que o Governo do Maranhão mantém os bons índices de aprovação que vêm se mantendo desde o início do mandato, consolidando sua gestão como uma das mais bem avaliadas do país. Realizada entre 14 a 17 de junho, a pesquisa identificou que o governo tem 58% de aprovação. Ainda segundo a pesquisa, a gestão não conta com a aprovação de 38% dos entrevistados, enquanto 4% não sabem avaliar.

A figura do governador segue tendo uma avaliação melhor que a do governo como um todo. O gestor Flávio Dino tem 59% de aprovação, contra 37% de desaprovação. Cerca e 46% dos entrevistados consideram a postura pessoal do governador “muito positiva” ou “positiva”, enquanto apenas 18% a consideram “negativa” ou “muito negativa”.

“O Governo Flávio Dino demonstra sólida imagem positiva perante a maioria do eleitorado e resiliência em face da deterioração do ambiente político nacional que afeta em cadeia todos os gestores públicos no país”, comenta o instituto, em sua avaliação analítica. “A elevada aprovação do Governo, considerando todo o contexto, reforça inegavelmente o imenso favoritismo do governador Flávio Dino nas eleições do próximo ano”.

A pesquisa Exata/JP foi colhida entre os dias 14 e 17 de junho com 1.404 pessoas. Tem margem de erro de 3.2 pontos percentuais e índice de confiabilidade de 95%.


Prazo para inscrições ao ‘Cidadão do Mundo’ é prorrogado até sexta-feira (16)

unnamed (1)A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) prorrogou até a próxima sexta-feira (16) o prazo de inscrição para o processo seletivo ao programa ‘Cidadão do Mundo’. Este ano estão sendo ofertadas 80 vagas para jovens que sonham participar de cursos de idioma estrangeiro. São 45 vagas para inglês, 10 vagas para francês e 25 para espanhol. Os selecionados farão curso de idioma em escola no exterior, com data de embarque prevista para o segundo semestre de 2017 com todas as despesas pagas pelo Governo do Estado.

“O intercâmbio permitirá a aprendizagem de um idioma estrangeiro e a vivência cultural no país de destino. Abre-se uma janela de oportunidade aos jovens, antes restrita aos filhos das classes mais ricas”, destacou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada. “As pesquisas que fundamentaram a formulação do programa apontam que para cada cinco mil alunos da rede pública maranhense, apenas um tem habilidade linguística suficiente para concorrer com os da rede privada”, completou Almada.

01797_imga_9880_8857151330348324714

Podem se inscrever jovens maranhenses com idade entre 18 e 24 anos, egressos do ensino médio da rede pública de ensino ou de instituições de ensino vinculadas a entidades paraestatais ou a fundações sem fins lucrativos. As inscrições estão abertas no site da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) – www.secti.ma.gov.br. A ação tem a parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

Os candidatos selecionados farão jus a uma bolsa de estudo no valor de R$ 4.500, seguro de saúde durante todo o período em que estiverem residindo no país de destino, passagens e acomodação em casa de família residente na localidade definida para o intercambista, com sistema de pensão completo (café da manhã, almoço e jantar).

Requisitos para participação
Além de ser egresso de escola pública e ter idade mínima entre 18 e 24 anos são requisitos necessários para participar do processo seletivo ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); estar matriculado e frequentar há pelo menos um ano instituição de ensino superior no Maranhão; ter obtido, ao longo do ano imediatamente antecedente à inscrição no Programa (2016), aprovação com média acima da nota sete ou equivalente em todas as matérias cursadas; nunca ter realizado viagem e/ou intercâmbio internacional.

Para garantir mais oportunidades aos estudantes do interior do Estado e tornar o processo seletivo mais igualitário, o edital 2017 traz algumas mudanças em relação ao do ano passado. Este ano o processo seletivo terá apenas uma etapa, que é a de verificação dos requisitos constantes no edital, e um critério de seleção, que é a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de qualquer edição.

O curso de imersão e o teste final, etapas realizadas nas edições anteriores, foram eliminados por representarem entrave para a participação dos estudantes do interior que tinham que vir para São Luís participar das duas fases de seleção. O deslocamento gerava custo para as famílias que, na maioria das vezes, não tinham como bancar as despesas.


Com maquinário especial, Ponte Central-Bequimão terá primeira etapa concluída

01577_terraplanagem_para_o_acesso_de_construcao_da_ponte_central_bequimao_fotos_mozart_magalhaes_3_7999485762917346282A Ponte Rodoviária sobre o Rio Pericumã, uma das obras mais aguardadas na Baixada, representa um dos grandes desafios para a engenharia maranhense. Uma ponte construída sobre um rio que tem interação de maré e cujos acessos até a chegada à margem são feitos sobre solo mole necessita de planejamento e maquinário especial para sua execução. Com investimentos de R$ 68 milhões, a construção da ponte requer complexa estrutura de engenharia.

São dois canteiros de obras e infraestrutura de deslocamento de equipamentos para fundação da ponte, além de máquinas especiais de grande porte, tais como guindastes de 170 toneladas, equipamentos náuticos, tratores, dentre outros equipamentos.

Mesmo com o período intenso de chuvas deste ano, as equipes técnicas do consórcio responsável pela obra estão concluindo a fundação em área seca da ponte, construída em estrutura mista, composta de concreto e aço, com vigas metálicas.

“As chuvas têm impacto sobre a obra porque se trata de terreno muito mole. Para ter uma ideia, a área de solo mole tem profundidade de 19 a 23 metros. Do ponto de vista prático, é bastante complexo avançar a obra nessas condições”, explica Samuel Rogério Gonçalves, secretário Adjunto de Obras Rodoviários da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).

“Mesmo assim, conseguimos manter o cronograma e evoluir na sondagem de confirmação das estacas e das fundações, etapa importante para a consolidação da obra”, acrescenta.

01577_terraplanagem_para_o_acesso_de_construcao_da_ponte_central_bequimao_fotos_mozart_magalhaes_1_5161371353460538049

A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) adotou todas as medidas necessárias para que os entraves existentes em matéria de projeto, definição de método construtivo e de sondagem fossem superados. “Agora nós estamos avançando para o início mais efetivo da construção da ponte com as primeiras intervenções já sendo feitas inclusive às margens do Rio Pericumã. Então nós temos um plano de trabalho definido, vamos trabalhar intensamente agora no período de escassez de chuvas nesse segundo semestre, de modo que possamos avançar rapidamente, determinação do governador Flávio Dino para que essa obra seja realizada e entregue à população”, enfatiza, Clayton Noleto, secretário de Estado da Infraestrutura.

Localizada na MA-211, a ponte tem extensão de 589 metros e interligará os municípios de Bequimão e Central do Maranhão, criando acesso para as cidades de Apicum-Açu, Bacuri, Serrano do Maranhão, Cururupu, Porto Rico, Cedral, Guimarães e Mirinzal, reduzindo em até 152 km o percurso e solucionando os entraves de mobilidade urbana para os moradores da região.

Além disso, garante escoamento da produção, alavancagem do turismo e mais rapidez no acesso à capital do Maranhão, São Luís, e ao estado do Pará.
01577_terraplanagem_para_o_acesso_de_construcao_da_ponte_central_bequimao_fotos_mozart_magalhaes_2_490311348289085943
“A Ponte sobre o Rio Pericumã é um sonho não apenas da cidade de Bequimão, mas de toda a região. Ela trará desenvolvimento econômico porque vai gerar movimentação no setor de comércio, serviços e trazer empregos”, disse o governador Flávio Dino ao lançar a obra em setembro do ano passado.

A Sinfra deve licitar em breve a pavimentação dos trechos de acesso à ponte. Serão seis quilômetros de asfalto tanto no município de Bequimão quanto no município de Central do Maranhão

Mais mobilidade para a Baixada Maranhense

Obra historicamente aguardada pela população da Baixada Maranhense, a Ponte Sobre o Rio Pericumã é uma das muitas obras rodoviárias do Governo do Maranhão.   No trecho que liga o município de Governador Nunes Freire a Cujupe, foram 186 quilômetros de asfalto, com investimentos de R$ 3,7 milhões.

Para melhorar o acesso que liga Serrano do Maranhão a Bacuri, a Sinfra recuperou ponte de concreto, investindo R$ 78 mil na obra.  Também foram recuperadas as pontes Liconde e Santa Maria em Cururupu, com investimentos de quase R$ 200 mil.

O Governo também investe mais de R$ 10 milhões em obras do Programa Mais Asfalto com serviços na entrada das MAs 106, em Pinheiro, e 304, em Mirinzal, totalizando 60 quilômetros; na MA-014, na altura do povoado Três Marias, em São Bento até São Vicente Férrer, com serviços  mais de 102 km de extensão, além de 22 quilômetros de asfalto em vias nos municípios de Pinheiro, Santa Helena, Turiaçu, Apicum Açu, Serrano e Bacuri.