Mães plenas de direitos

Por Flávio Dino

MãesNesses três anos de trabalho à frente do governo, tenho orgulho das obras que já entregamos. São 2.500 quilômetros de asfalto, mais de 750 escolas, 7 hospitais de grande porte e mais de mil viaturas policiais. Porém o que mais me alegra é que em cada um desses números está o verdadeiro objetivo desse governo, que é cuidar dos maranhenses. Não podia ser diferente com as mães, para as quais criamos projetos como o Pequeno Maranhense e a Rede Ninar.

Com o Programa Pequeno Maranhense, já entregamos 12 mil kits para as mães logo após o nascimento dos seus bebês. Para receber o kit, as mães precisam realizar seis consultas de pré-natal. É um estímulo a mais para que possam dar toda a atenção necessária a este momento da vida. Além do pré-natal, as mães também participam de rodas de apoio ao parto e ao nascimento, o que consolida o programa Pequeno Maranhense como uma medida de humanização no atendimento à saúde.

Já a Rede Ninar é composta das maternidades estaduais, da Casa da Gestante em Imperatriz, e do Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças, em São Luís. No ano passado, inauguramos na rede a primeira UTI Materna do Maranhão. Também faz parte dessa rede uma das obras mais importantes do nosso governo que é a Casa de Apoio Ninar. Foram mais de 20 mil atendimentos realizados. Onde antes era uma mansão usada para festas e banquetes em governos passados, agora é um local de acolhimento a mães e filhos.

Cuidar bem das pessoas também é a missão da Casa da Gestante, reconstruída e inaugurada em nosso governo na cidade de Imperatriz, para apoio às pacientes do Hospital Regional Materno Infantil. Lá, as mulheres de toda a Região Tocantina têm um atendimento qualificado com equipe multidisciplinar, tanto para o apoio às gestantes de risco quanto aos primeiros dias de mães que tiveram algum tipo de dificuldade no parto.

Além da Rede Ninar, lembro o Bolsa Escola como um grande presente que já demos às mães, com a entrega de mais de R$ 150 milhões para que elas comprassem material escolar para seus filhos. Afinal, todos nós pais e mães ficamos felizes com um apoio verdadeiro e sério à educação dos nossos filhos, como agora está sendo feito no Maranhão com o Programa Escola Digna.

São alguns dos muitos presentes e direitos que o nosso governo, que olha para quem mais precisa, está garantindo às mães do Maranhão. A elas minhas homenagens e a minha gratidão.

Advogado, 50 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal.


O direito de sonhar para todas as mães

Por Flávio Dino

A maior homenagem que se pode fazer para as mães maranhenses é o cuidado com o futuro de seus filhos. Dar aos filhos o direito de sonhar e realizar os projetos que outrora pareciam impossíveis de alcançar é o maior presente que as mães maranhenses podem receber.

O foco central da nossa política de desenvolvimento é apostar na qualidade de vida das pessoas que aqui vivem e superar as desigualdades que foram se acentuando historicamente no Estado. Dentre as ações que começam a ser executadas, destaco algumas delas como de importância primeira para garantir às famílias maranhenses mais dignidade e justiça social.

Dar melhores condições de estudos para as crianças de todos os municípios é uma de nossas prioridades. Lançamos em janeiro o programa “Escola Digna”, que vai garantir a milhares de filhos maranhenses um ambiente escolar acolhedor, adequado para o aprendizado. Construiremos ao longo dos próximos 4 anos escolas de alvenaria em substituição às escolas de taipa, palha ou barro que existem em centenas de municípios do Maranhão.

Nesses novos prédios escolares, os filhos maranhenses terão oportunidades que faltaram a seus pais. Serão ambientes propícios para que crianças e jovens possam planejar e construir seus futuros com mais dignidade e direito de sonhar com voos mais altos.

Também buscamos mais qualidade na Educação com a valorização do professor, concedendo o aumento da remuneração em 13%, fazendo a progressão de carreira a 11 mil professores da rede, contratando 1.000 novos educadores para atuar nas salas de aula das escolas estaduais, bem como proporcionando a formação dos professores que atuarão nas novas escolas que serão construídas pelo Governo e administradas pelas prefeituras no programa “Escola Digna”.

Ao mesmo tempo, propomos e aprovamos junto à Assembleia Legislativa o programa Mais Bolsa Família Escola, outra iniciativa da nossa gestão para garantir melhores condições de ensino. As mães beneficiárias do Bolsa Família do Governo Federal contarão com o apoio do Governo do Estado para a compra de material escolar para seus filhos a partir de janeiro de 2016.

O Governo vai investir R$ 80 milhões oriundos do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza e contribuir uma vez ao ano com uma parcela a mais do Bolsa Família, beneficiando as mães de mais de 100 mil estudantes em todas as regiões do Estado. O valor será recebido pelas mães, que ficarão responsáveis pela aquisição do material escolar de seus filhos.

Também serão as mães que receberão o incentivo à produção rural do Maranhão, que lançamos em março deste ano. Com orientação técnica derivada de um modelo da Embrapa, o Governo disponibilizará neste ano 3.000 unidades do “Sisteminha”, consistindo em culturas integradas, com a criação de animais e vegetais para consumo e venda. Nesse projeto, a família receberá um fomento do Governo do Estado no valor de R$ 2.700,00 liberado em três parcelas, que serão depositadas em cartão magnético com conta em nome da mãe, que representa toda a família.

Para cuidar da saúde da mulher, nossa equipe iniciou o plano de itinerância com serviços de atenção básica e exames de mamografia. Mais de mil mulheres de Barra do Corda e outros seis municípios fizeram o exame e receberam o resultado. 56 delas apresentaram alterações e tiveram encaminhamento para atendimento em Presidente Dutra e São Luís. Assim como a região de Barra do Corda, outras receberão em 2015 assistência à saúde e encaminhamento para tratamento pelo Governo Estadual, que nesta gestão dá o primeiro passo para a construção da rede de atenção às doenças crônicas, uma inovação para o Estado.

Assim, vamos cuidando do agora e do futuro das mães e dos filhos deste Estado. Com ações concretas e atenção especial aos que mais precisam, homenageamos todas as mães da nossa terra que, em breve, poderão ver seus filhos trilhar novos caminhos.

Advogado, 46 anos, Governador do Maranhão. Foi presidente da Embratur, deputado federal e juiz federal