Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões

O governador Flávio Dino recebeu, no final da tarde de domingo (24), no Palácio dos Leões, a visita do tricolor maranhense, Sampaio Corrêa Futebol Clube, representado pelo presidente Sérgio Frota, direção técnica e jogadores. O Sampaio empatou em 1 a 1 com o Volta Redonda na tarde do último sábado (23) e garantiu o retorno à Série B.  A comissão presenteou o governador Flávio Dino com uma coleção de camisas de várias fases do time. No final da visita, o grupo fez uma foto oficial com o governador, e agradeceu o apoio do Governo do Estado.

Para o governador, o incentivo do poder público ao futebol do Maranhão, além de alcançar o resultado exitoso, complementa políticas voltadas para o lazer e economia, por meio da geração de empregos e oportunidades, movimentando toda uma cadeia produtiva no estado. “O futebol profissional é importante para alimentar novos talentos no esporte profissional e no esporte comunitário. É uma atividade econômica que gera renda para milhares de pessoas, não só aos atletas envolvidos, mas toda a cadeia produtiva que se movimenta em torno de uma competição de alto nível, como o campeonato brasileiro”, avalia.

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Flávio Dino elogiou a atuação do time no campeonato brasileiro e falou da expectativa de ascensão do grupo em 2018.  “No caso do Sampaio Corrêa, assistimos uma trajetória muito vitoriosa nos últimos anos, houve um pequeno revés, onde descemos para série C, mas rapidamente o time soube se recompor, sob o comando do presidente Sérgio Frota, e já obteve essa conquista que foi voltar para série B. Com certeza o time vai continuar em ascensão, e estamos motivados a ajudar o elenco e os dirigentes do time, para que seja possível a realização do sonho que é chegar na série A. Em 2018 realizaremos esse sonho”, reitera o governador.

O presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota, reiterou a importância do Governo do Estado para a subida à série B do tricolor maranhense. “Eu só tenho a agradecer ao Governo do Estado. O governador tem tido um olhar sensível para com o esporte, com o futebol em especial. Quero ressaltar que antes do governo Flávio Dino nós não tínhamos apoio no futebol profissional. Esse apoio se reveste de importância fundamental e de grandeza maior, porque nós vivemos em momento de instabilidade política que reflete na situação econômica. Mesmo assim, o governador tem mantido o Estado com obras e pagando as contas em dias. Fica a certeza de que o apoio do Governo do Maranhão foi fundamental para que o Sampaio tenha tido esse acesso à série B”, complementa.

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Márcio Jardim, ressaltou as palavras do governador, destacando o apoio dado desde 2015 a todos os clubes do futebol maranhense. “A gente compreende a importância que existe em torno da cadeia que gira o futebol profissional, que gera emprego, gera oportunidade, além de ser um elemento de identidade do nosso estado. É um sentimento de pertencimento à maranhensidade e por toda essa compreensão que o Governo do Estado tem contribuído e apoiado muitos clubes”, destaca.

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Governador Flávio Dino recebe delegação do Sampaio no Palácio dos Leões. (Foto: Handson Chagas)

Paulo Sérgio, zagueiro do Sampaio Corrêa, falou em nome dos outros jogadores e agradeceu o empenho do governador.  “Primeiramente eu agradeço ao governador Flávio Dino, e quero dizer que ele faz parte desse acesso, sendo uma peça fundamental. Se ele não tivesse ajudado, seria difícil chegarmos ao grupo B. A gente vê que muitos estados não tem futebol, ainda mais por conta da atual situação do nosso país. Agora é trabalhar para colocar o nosso estado em alto nível”, relata.

Mil dias de gestão 

No que se refere a marca de mil dias de gestão, o Governador falou das 500 obras já realizadas em um pouco mais de dois anos e meio de governo. “ Primeiro eu me sinto muito feliz por uma das comemorações da marca ter sido com o êxito do futebol do Maranhão. Nós temos aí um balanço de muitas vitórias e alegrias nos mil dias de gestão, entre elas, de ter inaugurado 500 obras, o que significa que a cada dois dias de governo um equipamento novo foi entregue para os maranhenses. Entregamos centros de referências de assistências sociais, hospitais, escolas, equipamentos esportivos, casas de culturas, entre outras diversas benfeitorias. Nós temos um conjunto, um acervo de realizações a apresentar. Então, estou muito feliz porque o Sampaio nos ajudou a sublinhar essa vitória”, pontua.


Flávio Dino convida toda a população para posse no Palácio dos Leões

Em vídeo distribuído nas redes sociais, o governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), convida todos os maranhenses para participar da cerimônia de posse, que acontecerá na quinta-feira (1º de janeiro) em frente ao Palácio dos Leões, no Centro Histórico de São Luís.

“Esse momento tão importante na vida política do Maranhão só é possível em razão da sua luta na sua comunidade, no seu bairro, no seu povoado, na sua cidade. Por isso mesmo, você e sua família são nossos convidados especiais para essa festa de celebração da vida, da esperança e da alegria,” disse.


Roseana Sarney recebeu propina do doleiro no Palácio dos Leões, diz Veja

7Reportagem da nova edição da revista Veja diz que um dos principais auxiliares do doleiro Alberto Youssef, Rafael Ângulo Lopez, entregava em domicílio dinheiro do esquema de corrupção da Petrobras a políticos. Entre os beneficiários, segundo a revista, estão a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB), o senador Fernando Collor (PTB-AL), o ex-ministro das Cidades Mário Negromonte (PP-BA), o ex-deputado cassado André Vargas (ex-PT-PR), o deputado Luiz Argôlo (PP-BA) e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

De acordo com Veja, Rafael Ângulo pagou R$ 900 mil em propina à governadora Roseana Sarney nas dependências do Palácio dos Leões. Baseada em depoimentos colhidos pela Polícia Federal, a revista relata que para liberarem parcelas de uma divida de R$ 120 milhões com a empreiteira Constran, também envolvida com o cartel da Petrobras, autoridades do governo maranhense exigiram R$ 6 milhões em propina. Cabia a Youssef mediar o acerto. O doleiro destacou Rafael Ângulo para levar parte do suborno.

A reportagem afirma que ele transitava sem levantar suspeitas pelos aeroportos. “Ele cumpria suas missões mais delicadas com praticamente todo o corpo coberto por camadas de notas fixadas com fita adesiva e filme plástico, daqueles usados para embalar alimentos. A muamba, segundo ele disse à polícia, era mais fácil e confortável de ser acomodada nas pernas”, diz trecho. Dois ou três comparsas o auxiliavam quando o transporte envolvia valores mais altos.

Sempre segundo Veja, usando de sua habilidade de esconder dinheiro no corpo, Rafael Ângulo veio três vezes ao Maranhão. Sem ser admoestado pela fiscalização, levou sob as roupas R$ 300 mil de cada vez. A bolada, de acordo com anotações do seu arquivo, foi entregue ao então chefe da Casa Civil, João Abreu, no interior do Palácio dos Leões.

Rafael anotava e guardava comprovantes de todas as suas operações clandestinas. “É considerado, por isso, uma testemunha capaz de ajudar a fisgar em definitivo alguns figurões envolvidos no escândalo da Petrobras”, destaca a publicação. Ele se ofereceu para fazer um acordo de delação premiada, pelo qual o acusado tem sua pena reduzida em troca da colaboração com as investigações.

Veja lembra que Roseana Sarney aparece no escândalo da Lava Jato desde a deflagração da operação, em março passado. Não por acaso, Alberto Youssef foi preso pela Polícia Federal no Hotel Luzeiros, na Ponta d’Areia. A ex-governadora é citada como beneficiária de propina no depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que também fez acordo de delação premiada com a Justiça, e da contadora Meire Poza.

Segundo Poza, a propina entregue por Rafael Ângulo teria sido paga ao governo para que a empresa UTC/Constran furasse a fila dos precatórios e recebesse os R$ 120 milhões que o governo do Maranhão lhe devia antecipadamente. De acordo com a contadora, no dia 10 de setembro de 2013, houve uma reunião para acertar os detalhes com João Abreu, a presidente do Instituto de Previdência do Estado, Maria da Graça Marques Cutrim; a procuradora-geral Helena Maria Cavalcanti Haickel; e secretário de Planejamento João Bringel.

Por intermédio de sua assessoria, Roseana Sarney negou à Veja qualquer ligação com a quadrilha. Ela também informou que entrou em contato com João Abreu e que este também “negou veementemente que tivesse recebido dinheiro do doleiro Youssef”.


Deu n'O Globo: Manifestantes derrubam grades em frente à sede do governo do MA

De O Globo

Eles gritam ‘Sarney, ladrão, devolve o Maranhão!’

Manifestantes_Palacio_Foto_MauricioAlexandre10SÃO LUÍS – Cerca de 15 mil manifestantes protestam em frente ao Palácio dos Leões, sede do governo do estado do Maranhão. Em São Luís, em frente ao local, um grupo derrubou grades de proteção que isolavam o palácio dos manifestantes. Agora, apenas policiais protegem o local. Pessoas indignadas gritam:
– Sarney, ladrão, devolve o Maranhão!

Os manifestantes, a maioria estudantes, se concentraram nesta quarta-feira em frente à biblioteca pública Benedito Leite. Às 18h, eles seguiram em passeata para a Praça Pedro II, onde ficam a sede do governo do estado e da prefeitura. As pessoas pedem mais investimentos em mobilidade urbana, saúde e educação, além de protestar contra a violência e a corrupção. A Polícia Militar e ambulâncias acompanham os manifestantes.

Faixas cobram do prefeito Edivaldo Holanda (PTC) mais investimentos no transporte público. No início da tarde, a prefeitura divulgou nota afirmando que está disposta a receber uma comissão formada pelos manifestantes para conversar.Manifestantes_Palacio_Foto_MauricioAlexandre23

Durante a concentração para a caminhada, cerca de 100 integrantes do PSTU foram impedidos de levantar bandeiras partidárias pela maioria.

Por determinação da governadora Roseana Sarney, as sedes da prefeitura e do governo do estado foram isoladas por grades. As do governo, entretanto, foram abaixo.


Enquanto falta nas ruas, Roseana tem 200 militares à disposição no Palácio dos Leões

Do Blog do Garrone

Enquanto falta efetivo policial militar nas ruas de São Luís e de todo o Maranhão, o que não falta é PM para garantir a segurança da governadora Roseana Sarney e dos membros do Tribunal de Justiça do Maranhão , diante dos assombrosos números de policiais à disposição dos gabinetes militares dos dois poderes .policiaCHARGE13

É de assombrar porque o efetivo do Palácio dos Leões e do TJ, que somados chegam a 360 policiais, é muitas vezes maior do que o disponível nos batalhões militares, responsáveis pela segurança de toda a população.

São 200 policiais no gabinete militar sediado no Palácio dos Leões e outros 160 na sede do TJ, ambos localizados na Praça Pedro II, com certeza o local mais seguro de todo o Maranhão.

A título de comparação, as cidades de São José de Ribamar possui apenas 64 militares e a de Caxias 242. O 4º BPM, por exemplo, responsável pela segurança de 14 cidades, dentre elas Balsas e Carolina possui efetivo de 133 militares, abaixo da metade do disponível para os poderes Executivo e Judiciário.

A trágica matemática de segurança do governo Roseana Sarney também revela que nem mesmo de 211 novas viaturas, como as anunciadas na terça-feira, resolverá o problema, pois não há militares disponíveis para conduzi-las. Há casos em que as viaturas já existentes ficam paradas nos pátios dos batalhões exatamente por falta de policiais.

O mais interessante é que todo o efetivo à disposição ainda ganha gratificações em média de mil reais, sem a necessidade de correr o risco das ruas no combate à marginalidade.

Para completar, não há data prevista diante da quantidade de recursos na Justiça, para o preenchimento das 2.500 vagas (2.000 para a Polícia Miliatr e 500 para a Polícia Civil) com os aprovados no recente concurso público promovido pelo governo do estado.

O blog que possui posição crítica sobre a atuação do secretário de segurança, Aluísio Mendes, desta vez não tem como negar que desse jeito fica difícil promover segurança pública no estado. Ainda mais quando sabe do baixíssimo investimento do governo, onde o recurso é em sua grande maioria para custeio.

Em 2012 enquanto o governo gastou efetivamente R$ 2,4 bilhões, apenas R$ 84 milhões foram em segurança, aí incluídos custeio e investimento, o que representa 3,5% do total gasto por Roseana no Maranhão.

O resultado é que somente no último final de semana foram registrados 14 homicídios na grande São Luís.

Mas nada disso incomoda a governadora do estado, que pode dormir com a janela aberta, pois com duzentos policiais à disposição não entra nem mosquito…

Veja a distribuição do efetivo policial militar em todo o estado

10º BPM

Pinheiro – 76

Alcântara – 03

Apicum-Açu – 03

Bacuri – 02

Bacurituba – 03

Bequimão – 12

Cedral – 02

Central do Maranhão – 02

Cururupu – 07

Guimarães – 03

Mirinzal – 14

Palmeirândia – 03

Pedro do Rosário – 04

Peri-Mirim – 03

Porto Rico do Maranhão – 03

Presidente Sarney – 03

São Bento – 16

Santa Helena – 15

Serrano do Maranhão – 02

Turiaçu – 04

Turilândia – 03

TOTAL – 183 policiais

Clique aqui e veja a lista completa