Audiência pública debate implantação de Polo da Uema em Bequimão

RobsonPaz-Gustavo-UemaA implantação de polo da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) no município de Bequimão será pauta da audiência pública, que será realizada, neste sábado (20), às 9h, no Centro de Ensino Médio Manuel Beckman.

O evento organizado pelo PCdoB de Bequimão e entidades sindicais, movimentos populares e religiosos foi confirmado pelo reitor da Uema, Gustavo Pereira da Costa, em convite para todos os bequimãoenses.

Proposta defendida pelos comunistas do município, a oferta de cursos de graduação ganha força com a realização da audiência pública.

“Nossa gratidão ao reitor Gustavo Pereira da Costa que com muita competência conduz a política de qualificação e expansão do ensino superior implementada pelo Governo Flávio Dino. Vamos juntos transformar mais este sonho em realidade. Avante!”, escreveu Robson Paz, um dos entusiastas do projeto, em sua conta nas redes sociais.

ConviteUema

Leia mais

PCdoB reúne lideranças em diálogo sobre educação superior em Bequimão


Dos deputados federais mais votados em Bequimão só Márcio Jerry votou a favor dos trabalhadores

Márcio Jerry-Fredson-RobsonPazSomente quatro dos 18 deputados federais do Maranhão votaram contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo Bolsonaro, que retira direitos dos trabalhadores.

Dos deputados federais mais votados em Bequimão, Márcio Jerry (PCdoB) foi o único a votar contra a reforma.

Josemar de Maranhãozinho (PR), Edilázio Jr (PSD) e Júnior Lourenço (PR) votaram pela aprovação da reforma, que acaba com benefícios dos trabalhadores e mantém privilégios de várias categorias.

Os demais deputados federais do Maranhão que votaram contra a Reforma da Previdência foram Bira do Pindaré (PSB), Eduardo Braide (PMN) e Zé Carlos (PT).

Os principais pontos do texto-base aprovado na comissão são: idade mínima de aposentadoria para os setores público e privado, 65 anos para homens e 62 anos para mulheres; idade mínima para professores, 60 anos para homens e 57 anos para mulheres; tempo de contribuição no setor privado, 20 anos para homens e 15 para mulheres; e no setor público, 25 anos para homens e mulheres.

Cálculo do benefício
O valor da aposentadoria será calculado com base na média de todo o histórico de contribuições do trabalhador (não descartando as 20% mais baixas como feito atualmente).
Com 20 anos de contribuição (o mínimo para os trabalhadores privados do regime geral), a pessoa terá direito a 60% do valor do benefício integral, que irá subir 2 pontos percentuais para cada ano a mais de contribuição. O trabalhador terá direito a 100% do benefício com 40 anos de contribuição.
Quem se aposentar pelas regras de transição terá o teto de 100%. Quem se aposentar já pela regra permanente não terá esse teto, podendo receber mais de 100% do benefício integral, se contribuir por mais de 40 anos. O valor, no entanto, não poderá ser superior ao teto (atualmente em R$ 5.839,45), nem inferior a um salário mínimo.

 


PCdoB reúne presidentes municipais. Partido terá candidatura própria para prefeito de Bequimão

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) do Maranhão reuniu nesta segunda (17) os presidentes dos comitês municipais em São Luís. A presidenta Amércia Susane representou o PCdoB de Bequimão no encontro, que discutiu as diretrizes do partido para as eleições 2020.

Amercia-Jerry

Presidente estadual do partido, o deputado federal Márcio Jerry elogiou o evento e destacou a união e força da legenda no estado. “Excelente reunião com presidentes municipais do PCdoB Maranhão . Partido unido, forte e preparando ampliação para eleições 2020. À mais vitórias!”, escreveu em seu perfil nas redes sociais.

O PCdoB de Bequimão reuniu o Comitê Municipal do partido dois dias antes e decidiu que terá pré-candidatura própria para as eleições 2020. Os comunistas escolheram o professor Francisco, o ex-vereador Elanderson e o jornalista Robson Paz como pré-candidatos do partido à prefeitura de Bequimão.


Francisco, Elanderson e Robson Paz são pré-candidatos a prefeito pelo PCdoB

PCdoB BequimãoO Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) de Bequimão, reuniu neste sábado (15) e decidiu apresentar as pré-candidaturas do professor Francisco Ferreira, do ex-vereador Elanderson e do jornalista Robson Paz para prefeito nas eleições de outubro de 2020.

Em nota, o partido afirma que manterá diálogo com demais legendas do campo progressista e popular, que integram a base do governo Flávio Dino, para construir a unidade da oposição ao governo municipal.

O PCdoB defende ainda diálogo com todos os segmentos da sociedade civil e movimentos sociais, para construção de políticas públicas, que desenvolvam o município econômica e socialmente.

Confira a íntegra da nota:

NOTA

O Diretório Municipal do PCdoB de Bequimão reunido, neste sábado (15), decidiu os seguintes encaminhamentos:

1. O partido terá pré-candidato próprio a prefeito nas eleições municipais de 2020;

2. Foram apresentados e aprovados pelo Diretório três nomes como pré-candidatos a prefeito pelo PCdoB: Francisco Ferreira, Elanderson Pereira e Robson Paz;

3. O PCdoB manterá diálogo com partidos do campo progressista e popular, que integram a base do governo Flávio Dino, bem como todos os segmentos da sociedade civil e movimentos sociais, para construção de políticas públicas, que desenvolvam o município econômica e socialmente;

4. O PCdoB seguirá representado no colegiado de partidos de oposição ao governo municipal na defesa da unidade para a disputa das eleições municipais.

Bequimão, 15 de junho de 2019.

Diretório Municipal do PCdoB de Bequimão


PCdoB lança campanha contra a “reforma” da Previdência Social

Com o slogan “Defenda sua aposentadoria, ou no final quem quebra é você”, a campanha visa fazer o público despertar para o que ele está perdendo e com isso, convocando os trabalhadores e trabalhadoras para fazer a defesa dos seus direitos. O “quebra” faz um contra-ponto com a campanha apresentada pelo governo federal em defesa da “reforma”.

Leia a apresentação:

O governo Bolsonaro quer dificultar ou acabar com a sua aposentadoria, aumentando a idade para homens e mulheres, além de diminuir e congelar o valor dos benefícios.

Dizem que seu direito a uma aposentadoria digna é a causa dos males do Brasil. Mentira! Querem meter a mão no seu bolso. Somando tudo, será mais de um trilhão de reais tirados dos trabalhadores e transferidos para banqueiros.

A juventude terá que aderir ao famigerado “regime de capitalização” resultante da privatização da Previdência. É a troca do sistema seguro de contribuição solidária pelo da ganância dos bancos, no qual a aposentadoria será uma miséria, sem garantia.

A reforma de Bolsonaro também ataca a seguridade social, como tratamento de saúde, proteção à maternidade, pagamento de pensões para pessoas com deficiências e idosas, e outros direitos assegurados pela Constituição.

A Previdência poderia ter muito mais recursos se o governo fosse enérgico na cobrança de quem deve montanhas de contribuições previdenciárias. Também poderia criar condições para a economia crescer, gerando emprego e renda, aumentando os contribuintes do fundo geral das aposentadorias e dos benefícios.

Agora que está claro para você que o governo não quer reformar a Previdência, mas acabar com ela, venha somar forças com o PCdoB para defender sua aposentadoria. Juntos, lutando nas ruas e nas redes sociais.

O PCdoB está com você nesta luta.

Saiba mais sobre a campanha aqui.


Caravana Lula Livre realiza ato político em Bequimão, nesta sexta (21)

Lula Livre-BequimãoA Caravana Lula Livre estará no município de Bequimão, nesta sexta-feira (21).

A agenda é organizada pela Coordenação Executiva da campanha do candidato a presidente Fernando Haddad (PT) no Maranhão.

Os atos que começam com carreata às 16h, na cidade de Bequimão, terão a participação do coordenador e ex-secretário de Esportes, Márcio Jardim, do secretário adjunto de Comunicação, Robson Paz, e dirigentes locais do PT, PCdoB, lideranças de partidos aliados e movimentos sociais.

Após a carreata, a caravana seguirá para o povoado de Pontal, onde será realizada panfletagem e ato político, às 18h.


Márcio Jerry fala sobre convenção do PCdoB que acontece neste sábado (28)

Em entrevista ao jornal ‘Bom Dia Maranhão’, da TV Difusora, na manhã desta sexta-feira (27), o presidente do PCdoB-MA, Márcio Jerry, falou sobre a Convenção Todos Pelos Maranhão, que acontece neste sábado (28), às 8h30, no Multicenter Sebrae. Ao jornalista Adalberto Melo, Márcio contou que será o momento de reunir os 15 partidos da coalizão, para definir o projeto de candidatura de reeleição do governador Flávio Dino e de eleição dos deputados federais Weverton Rocha e Eliziane Gama ao Senado.

Aguardando apoiadores e militantes das siglas vindo de todas as regiões do Maranhão, espera-se que a Convenção seja um grande ato, com destacado volume e qualificado debate. “Será a maior convenção partidária da história do Maranhão, não só pela quantidade, mas pela animação, pela vibração, pela mobilização e pela convicção que o Maranhão vai continuar no rumo certo”, adiantou Márcio.

Jerry-Bom dia
Durante a entrevista, o presidente do PCdoB lembrou que houve uma ampliação da base aliada quando comparada com as eleições de 2014, passando de nove para 15 partidos, atualmente. Para Jerry, o aumento nada mais é do que o reconhecimento do trabalho de transformação e ruptura que a gestão do governador Flávio Dino vem realizando no Maranhão.

“Primeiro, é o reconhecimento do trabalho. Segundo, o sentido de fazer política buscando a união e valorizando o diálogo. O governador Flávio Dino tem liderado um processo de mudança e ao mesmo tempo um processo de união. E é isso que faz com que tenhamos 15 partidos políticos integrados a este projeto de reeleição do governador Flávio Dino, para que o Maranhão prossiga no rumo certo que ele tem colocado”, considerou.

Relação com PT

Durante a entrevista, Márcio assegurou que o grupo tem total confiança que o PT marchará desta vez com o PCdoB, que é um partido que é aliado do PT há décadas e tem uma relação que não foi construída agora, no processo pré-eleitoral. Ele lembrou que mesmo quando, formalmente, o PT não pôde, em 2010 e 2014, estar alinhado ao PCdoB, ainda assim a militância petista esteve com o Flávio.

“Agora vamos marchar não só com a militância do PT, que tem uma identidade muito forte com o ideário liderado pelo governador Flávio Dino, com a forma de governar de Flávio Dino, como também de maneira bem efetiva coligado a estes partidos e ao PCdoB. Temos muita convicção e esperança que a convenção do PT reafirmará o resultado”, defendeu Jerry.

Chapas proporcionais

Questionado sobre a formação das chapas para as eleições proporcionais, Márcio Jerry adiantou que tudo tem sido decidido mediante muito diálogo e considerando o que pode ser melhor para todas as legendas do grupo. O PT, segundo ele, deverá formar chapa única, tanto para deputado federal quanto para Estadual e foram agrupados, por consenso, os demais partidos em outras chapas.

Como resultado: na disputa à Assembleia Legislativa, terá a chapa dos PT mais outras três e na eleição para deputado federal, serão mais duas chapas, além da petista.


Erro de avaliação?

Robson PazROBSON PAZ

A despeito de toda engenharia da elite política, jurídica e midiática, a desarmonia de parte das forças de esquerda contribuiu significativamente para a concretização do golpe parlamentar, que retirou a presidenta Dilma Rousseff do poder, em 2016.

Há vários os exemplos. A dispersão de partidos como o PSB, que apoiou o impeachment. É um destes. Mesmo no PT, houve quem avaliasse que o afastamento de Dilma em meio ao desgaste resultante da crise econômica abriria caminho para a volta triunfal do ex-presidente Lula. Erro de leitura monumental.

Afastada a presidenta legitimamente eleita, passo seguinte do consórcio golpista foi a condenação, sem provas, do ex-presidente e o conseqüente enquadramento na Lei da Ficha Limpa. A prisão política tem como pano de fundo impedir que Lula, líder em todas as pesquisas, dispute a eleição e conquiste nas urnas o terceiro mandato para a Presidência da República.

Pois bem. Enquanto a direita e o centrão selam aliança pró-Geraldo Alckmin (PSDB), os partidos de esquerda teimam em não construir o caminho da unidade. Contrariam a vontade popular, manifesta em todos os levantamentos estatísticos realizados, que reprova o modelo de gestão imposto pelos conservadores ora no Palácio do Planalto.

Apesar de reiterados apelos do PCdoB pela união, o fato concreto é que PT, PSB, PT e PSol caminham a passos largos para a pulverização de candidaturas presidenciais deixando o terreno livre para as candidaturas patrocinadas pelos artífices do golpe, que interrompeu o ciclo de governos populares e progressistas iniciado em 2003 e consequentemente levou o ex-presidente Lula para a prisão.

A coesão dos partidos de centro-direita garantiu tamanha tranquilidade ao pré-candidato Geraldo Alckmin, que este se dá ao luxo de prospectar adversários. Reportagem do Jornal Folha de S. Paulo, no último domingo, 22, afirma que o ex-governador de São Paulo prevê segundo turno em que enfrentará o candidato do PT, apoiado pelo ex-presidente Lula.

Tese reiterada nesta segunda por articulista do jornal paulista. Não é difícil entender a razão da predileção. Basta lembrar que antes mesmo do impeachment de Dilma e da prisão de Lula, o PT foi alvo de campanha sistemática da grande mídia numa tentativa torná-lo sinônimo de corrupção.

A repercussão foi de tal dimensão que o processo de afastamento da presidenta Dilma se deu mesmo sem provas, em grande medida pela repulsa de parte da população ao PT sob o discutível argumento de combate à corrupção seletivamente.

De todo este massacre jurídico midiático sobrou a figura do ex-presidente Lula, que a despeito de toda a campanha manteve-se com índices elevados de popularidade. De sorte, que, mesmo preso político, lidera todas as pesquisas de intenção de votos para a presidente.

Seria esta umas das razões pelas quais Alckmin do alto de sua experiência político eleitoral aposta (ou torce?) que enfrentará candidato do PT no segundo turno?

Toda esta conjuntura exige desprendimento das forças progressistas para evitar que a elite conservadora dê o golpe final e legitime nas urnas o processo arbitrário e antidemocrático em curso no país.

Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.


PCdoB de Bequimão elege nova direção em Conferência Municipal

WhatsApp Image 2017-10-08 at 15.45.03O Partido Comunista do Brasil do município de Bequimão elegeu novo Diretório Municipal e Comitê Político, no último domingo (8), na 2ª Conferência Municipal do partido, na sede do Sindicato dos Professores.

A técnica judiciária Amércia Suzane foi eleita, por unanimidade, para a presidência do partido. É a primeira vez que uma mulher vai presidir um partido político em Bequimão.

O comitê político conta ainda com a professora Ivanete Freitas como vice-presidente, o ex-presidente Elanderson será o secretário de Organização e José Mário secretário de Finanças.PCdoB Bequimao

Foram eleitos para o diretório municipal do partido o vereador Fredson, Terezinha, Gisele, Robson Paz, Francisco Braziliano, Elanderson, Amércia Suzane, Ivanete Freitas e José Mário.

O partido elegeu também o vereador Fredson e a presidente Amércia como delegados para participar da Conferência Estadual, que será realizada em São Luís.

Emocionada, Amércia agradeceu a confiança da militância, da direção do partido e  afirmou que trabalhará para fortalecer o PCdoB no município. “O PCdoB tem uma história de lutas em favor do Brasil e de nossa população. Hoje, nos emocionamos ao ver o governador Flávio Dino trabalhando em todo o Maranhão por aqueles que foram esquecidos, bem como em Bequimão, que nunca foi tão beneficiada por um governo quanto está sendo agora”, disse.

PCdoB Bequimao -mulheresElanderson fez um balanço de sua atuação e ressaltou o ineditismo do partido em eleger uma mulher para a presidência. “Conseguimos desenvolver um trabalho importante à frente do partido nos últimos dois anos, que nos garantiu representação na Câmara de Vereadores e ativa participação na política de Bequimão. Agora, temos a primeira mulher a presidir um partido político em nosso município. O PCdoB sempre na vanguarda da história e agora, também em nosso município”, afirmou.

Também participaram da Conferência os vereadores Fredson (PCdoB) e Raquel Paixão (PSDB), o presidente do PSB, Antônio Simião, o ex-prefeito Bernal, o secretário adjunto de Comunicação e diretor-geral da Rádio Timbira, Robson Paz, o presidente do PCdoB de Santa Helena, Eli Carlos, entre outras lideranças políticas e comunitárias.